Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
6Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
dobramento vergalhoes

dobramento vergalhoes

Ratings:

3.0

(1)
|Views: 932 |Likes:
Published by lucchesi1989

More info:

Published by: lucchesi1989 on Nov 21, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/25/2012

pdf

text

original

 
DDOO
 
BBRR
 
AA
 
MM
 
EENN
 
 T  T 
 
OODDEEAA
 
ÇÇ
 
OOPP
 
AA
 
RR
 
AACC
 
OO
 
NN
 
SS T  T 
 
RR
 
UUÇÇ
 
ÃÃ
 
OOCC
 
II
 
VV
 
II
 
Nas palestras que a Belgo Mineira apresenta sobre vergalhões, as principais dúvidas sãosempre referentes à execução do dobramento do CA50 nas obras e os cuidados a tomarquando se executa esta dobra. Este artigo tem como proposta orientar a execução dodobramento utilizando as normas técnicas existentes.
AÇO OU FERRO 
Antes de passarmos ao assunto principalpode ser que algumas pessoas vendo otítulo do artigo tenham ficado confusas;afinal o mercado costuma usar mais otermo ferro quando se refere a vergalhão eaqui estamos usando o termo aço, porque?Vamos tentar esclarecer: a diferençaprincipal entre aço e ferro é a quantidadede carbono: na composição química doferro, o teor de carbono é maior ou igual a2,04% e no aço este teor é menor do que2,04%. CA25, CA50 e CA 60 possuem teorde carbono que varia de 0,08% até 0,50%dependendo do material, e portanto adenominação técnica correta é aço. É claroque o termo ferro está tão enraizado nomercado que todos entendem e aceitamquando o usamos.
ESQUEMA DO DOBRAMENTO 
Vamos mostrar um desenho esquemáticode uma mesa de dobramento vista porcima e descrever os elementos principaisque a compõem, o que vai facilitar oentendimento futuro das tabelasapresentadas:
§ 
Pinos suportes:
Servem de apoioquando se faz força para dobrar a barrae impedem que a mesma escape damesa.
§ 
Diâmetro da Barra:
É a bitola da barraque está sendo dobrada.
§ 
Pino:
É o ponto onde se faz odobramento da barra; o diâmetrointerno da dobra será aproximadamenteigual ao diâmetro do pino. É bomlembrar que sempre que se fala em pinode dobramento estamos nos referindo aeste e não ao pino suporte.
 
§ 
Seta ou flecha:
Indica o sentido emque se faz força para dobrar a barra.
 
Diâmetro da Barr(Bitola)a ()
Ø
Pinos suportesDiâmetro do PinoD
 
 
EXECUÇÃO DO DOBRAMENTO 
Existem alguns problemas que dificultam autilização de material no Brasil e entre elespodemos citar a não divulgação de normastécnicas específicas, ao pessoal de níveloperacional, e a falta de procedimentosescritos para execução de um determinadoserviço.Isto quando aplicado ao trabalho de dobrarbarras para armadura gera dificuldade. Emalgumas obras são utilizados pinos de 10mm (3/8”) ou 12,5 mm (1/2”) para dobrartodos os diâmetros de barras, em outrasdobra-se em pinos do mesmo diâmetro dabarra a ser dobrada, e em ainda outras éutilizada qualquer medida de pinopreocupando-se apenas que a barra nãose quebre durante a execução dodobramento.Na realidade existe uma norma, a NBR6118 - “ Projeto e execução de obras deconcreto armado” da ABNT (AssociaçãoBrasileira de Normas Técnicas) quedetermina as condições que devem serobedecidas no projeto, na execução e nocontrole de obras de concreto armado enos seus itens
6.3.4.1
e
10.3
informa odiâmetro mínimo do pino a se utilizar nodobramento de barras.De acordo com esta norma os diâmetros
mínimos
dos pinos devem ser:
Diâmetro do pino paracada categoria do aço
 Bitola da barra a dobrar
CA25 CA50 CA60
§ 
menor que 20 mm* 4 Ø 5 Ø 6 Ø
§ 
igual ou maior que 20 mm 5 Ø 8 Ø -
Ø = diâmetro nominal da barra* No caso de estribos de bitola não superior a 10, odiâmetro mínimo será de 3Ø.
Para facilitar o uso e permitir a retirada decópias, apresentamos uma tabela queindica o diâmetro mínimo do pino paracada bitola de aço utilizado.
Diâmetro mínimo dos pinos dedobramento (mm)Bitola(mm)CA25 CA50 CA603,4
20
4,2
25
5,0
30
6,0
36
6,3
25 32
7,0
42
8,0
32 40 48
9,5
57
10
40 50
12,5
50 63
16
64 80
20
100 160
22
110 176
25
125 200
32
160 256
 
Devemos observar que as indicações denorma visam a obtenção de um produtofinal (aço dobrado) seguro, que nãoofereça riscos, prevenindo quebra oufragilidade na região da dobra e nãoexpondo a construção a riscos.Este é um dos cuidados principais a setomar no dobramento: nós devemossempre utilizar pinos de dobramento deacordo com a norma. Muitos não seguemesta orientação e afirmam que odobramento em pino de menor diâmetro,desde que a barra de aço não quebre, nãoprovoca qualquer tipo de problema.No entanto, o dobramento em condiçõesmais agressivas pode fragilizar o materialem parte da região da dobra seja por terutilizado quase toda resistência do aço paradobrá-lo em pinos menores, que exigemmaior esforço, seja por provocar pequenastrincas ou fissuras nas bases das nervuras, oque diminui a área resistente da barra.Observe que nestes casos se a barra nãoquebrou é muito pior do que se ela tivessequebrado pois seria retirada da mesa dedobramento e não iria para a armadura.A barra com problema irá compor aarmadura e ocorrendo alguma sobrecargaacidental na estrutura a fragilização podeacontecer neste ponto.Outros cuidados são deixar uma folga entreo pino de dobramento e os pinos suportesevitando amassar e estrangular o vergalhãodurante a execução da dobra e observar odiâmetro dos pinos suportes (ver esquema)que não devem ser muito finos em relação àbitola do aço a ser dobrado. Como asnervuras do CA50 são altas, estas podem “agarrar” nos pinos suportes, quando finos,e travar ao fazer o dobramento; como abarra não desliza acabamos “rasgando” amesma e provocando quebra ou oaparecimento de trincas ou fissuras. Istoacontece mesmo quando utilizando pino dedobramento correto pois é um problema doprocesso de dobramento e não do vergalhãoutilizado. Não existe nenhuma indicação denorma que determine o diâmetro do pinosuporte, temos que nos basear naobservação do trabalho e na experiênciapessoal.Cuidado também deve ser tomado emalgumas regiões do Brasil comtemperaturas mais baixas, onde podemocorrer quebras de material mesmoquando se utiliza pino de diâmetro correto;nestes casos deve-se, quando possível,evitar dobrar o material logo de manhã,esperando subir a temperatura doambiente, ou então tentar dobrar omaterial mais devagar ou em pinos dediâmetros maiores.As indicações aqui tratadas tendem a daruma maior segurança na execução dodobramento de vergalhões e eliminar asquebras.

Activity (6)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
jpalacios8693 liked this
ISRAELFL liked this
Elson_Civil liked this
AmandaFA liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->