Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
26Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Cultura e Relatividade Cultural

Cultura e Relatividade Cultural

Ratings: (0)|Views: 4,950 |Likes:
Published by JORGE BARBOSA

More info:

Published by: JORGE BARBOSA on Nov 23, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/27/2013

pdf

text

original

 
PsicologiaB12ºAno
JB
ACulturaI
CulturaeRelatividadeCultural,ProcessodeSocialização,GruposSociais
Out2008
 
PsicologiaB12ºAno
ACulturaI
1
Jor eBarbosa–htt : web.mac.com barbo00
CulturaeRelatividadeCultural
Definimo‐noscomosereshumanosgraçasaumaherançagenéticarecebidanomomentodaconcepção,massobretudograçasaumaherançaculturalquenosétransmitidapeloprocessode
socialização
imediatamenteapósonascimento.Diferentes,asculturasnãovivemàmargemumasdasoutras.Nãosãofechadas,sãosusceptíveisdemudança.A
aculturação
éoconjuntodemudançasqueseverificamnospadrõesoriginaisdeumacultura,porviadocontactocompadrõesdesociedadesdiferentes:trata‐sedeumareformulação,emmuitoscasos,dehábitos,costumesedevaloresemvirtudede
contágiocultural.
ProcessodeSocialização
Asocializaçãoé,emtermosgerais,oprocessoresponsávelpelaintegraçãodeumindivíduonaculturadeumadeterminadasociedade.Trata‐sedeumprocessocontínuoque,durantetodaavida,sedividegeralmenteemduasetapas:1.
 
asocialização
primária
2.
 
asocialização
secundária.
Porsocialização
primária
entende‐seaetapadedesenvolvimentosocialquedecorrefundamentalmenteduranteainfância(eparamuitosautorestambémduranteaadolescência)eemqueoindivíduorecebeeassimilaasatitudes,comportamentos,valoresenormasprópriosdomeiosocioculturalemqueestáainserir‐seouaintegrar‐se.Nestafase,oindivíduorecebea
 formaçãobásica
quelhepermiteajustar‐seàsnormas,valores,hábitosecostumesdoambientesocioculturalqueosocializa.Nesteperíodo,oindivíduotambémadquireascompetências,conhecimentoseaptidõesbásicosparaodesenvolvimentodasuapersonalidade(aprendemosafalar,aler,aescrever,adesempenharcertospapéis,adesenvolveracapacidadederaciocinar,etc.).Tambémsechamasocializaçãoprimáriaaestaformaçãobásica.Porsocialização
secundária,
entende‐seoprocessodeadaptaçãoasituaçõesnovasqueimplicammodificaçõessignificativasnanossacondiçãosocial.Traduz‐senainteriorizaçãodenovospapéiseestatutoscomo,porexemplo,amaternidadeeapaternidade,oprimeiroempregoouareforma,amudançadeestadocivil,etc.
Aculturaéoconjuntodeproduçõesmateriais(ediZcios,estradas,instrumentos,etc.)eespirituais(valores,normasmorais,etc)queéherdado,enriquecido,transformadoetransmi[doàsgeraçõesseguintesAculturaéumfenómenouniversal(nãohásociedadesemcultura),masnãoéuniforme;varianoespaçoenotempo.Comefeito,associedadehumanas,aolongodotempo,responderamdemododiferenteànecessidadedeorganizaravidaeaconvivêncviasociais.Arela[vidadeculturaltemavercomadiversidadecultural.Significaquenãosepodecompreenderumcomportamentoforadoseucontextosocioculturalespecífico.Arela[vidadeculturalimplicadiferentespadrõesculturais.
 
PsicologiaB12ºAno
ACulturaI
2
Jor eBarbosa–htt : web.mac.com barbo00
Os
agentesdesocialização
sãoestruturassociais,cujafunçãoé,emtermosgerais,inseriroindivíduonoseumeiosociocultural,adaptando‐oàssuasnormas,exigênciasepadrões.Osprincipaisagentesdoprocessosocializadorsãoafamília,ascrechesejardinsdeinfância,aescola,osgruposdepareseosmeiosdecomunicaçãosocial.A
família
éoprimeirodosgruposemquedecorreasocialização.Aí,acriançaaprendeasprimeirasatitudesecomportamentos.Ospaiseosfamiliaresmaispróximosdesempenhamumpapeldemodelosqueacriançaprocuraimitarecomosquaispretendeidentificar‐se(éatravésdoprocessodeidentificaçãoqueseformamasprimeirasatitudes).Asinteracçõesnointeriordoambientefamiliartornampossívelqueacriançaaprendaaadequaroseucomportamentoaomeiosocial,arelacionar‐secomosoutros,adesenvolveraauto‐estimaeaautoconfiança,aadaptar‐seadiversassituações.Ainfluênciadafamíliadiminuiàmedidaqueacriançasedesenvolve.Ascrecheseosjardinsdeinfânciatêmumpapelcadavezmaisimportantenoprocessodesocialização.Emsociedadeindustrializadas,emquepaiemãetrabalham,essasinstituiçõessão,desdebemcedo,importantesagentesdeadaptaçãodoindivíduoàculturavigente.A
escola
éainstituiçãoresponsávelpelatransmissãodeconhecimentos,técnicasecompetênciasnecessáriasaoexercíciodeumavidaadultasocialmentevalorizada.Estaéasuafunçãomanifesta,socialmentemaisvisível.Temtambémumafunçãolatente,nãomenosimportante.Trata‐sedeasseguraraformaçãocívicadosalunos,transmitindovalorescomoahonestidade,asolidariedadeealealdade,certosideaispolítico‐sociais(democracia,porexemplo),ideaisevaloresético‐políticos(respeitopelodireitoshumanos,sobretudo)Aescolaéolugarondemúltiplasexperiênciassevivem,dando‐seoconfrontocomadiversidadesocial,comatitudesacercadospapéissociaisdosdiversosgruposétnicos,quemoldarãodeformamaisoumenosdurávelcrenças,emoções,sentimentosecomportamentos.Ofactodesepedirsimultaneamenteàescolaquesejaconservadora,preservandoosvaloressociaiseculturaisvigentes,equesejainovadora,formandocidadãoscriativoscomcapacidadeparaencontrarnovassoluções,coloca‐amuitasvezesnumasituaçãodepermanenteinsatisfação,sendojulgadanegativamente,seforconservadora,nãodeixandodeoserseforinovadora.O
grupodepares
éumconjuntosocialformadoporindivíduosdeidadeaproximadaquetêmemcomumavivênciadesituaçõeseexperiênciassemelhantes,apartilhadeinteressesegostos.Éumgrupoaquesepertence,emregra,porvontadeprópria.Estaopçãoésinaldeespontaneidade,quepodeserogermedeaspectosessenciaisdapersonalidadeindividualcomoosentidocríticoeascapacidadesdeiniciativaededecisão.Osgruposdeparesnãotêmumafunçãoexpressamentesocializante,mas,porparadoxalquepareça,sãoagentesimportantesdesocialização.Emborainformais,sãodotadosdeumaestruturaqueseformanaturalmenteàmedidaquereproduzem,deformasimbólica,comportamentoseobrigaçõescaracterísticosdasociedadeemgeral.Sãoimportantesnodesenvolvimentoderelaçõesdesolidariedadeedecooperação,deinterdependência,contribuindoparaodesenvolvimentomoraleparaaconstruçãodaidentidadepessoalesocial.Permitemàscriançasumacertaindependência,umarelativalibertaçãodasupervisãodosadultos.Foradoseiofamiliar,cadacriançadesenvolveoseuauto‐conceitoeumconjuntodeinteressesquenãosãopartilhadosnem,emalgunscasos,aprovadospelosadultos.Asuainfluênciaaumentamuitosignificativamenteduranteaadolescência,muitasvezesrivalizandocomadospais,embora,dadoqueoadolescenteaindaéprofundamenteinfluenciadopelospais,muitasvezes,estesfazemcomqueesseconflitosejamaisaparentedoquereal.Osgruposdepares,enclavesonderapazeseraparigasreagemdecertomodoàinfluênciadeagentescomoafamíliaeaescola,sãoestruturasquecriamvalorespróprios.Noentanto,porvezes,hámovimentossociaisquereprimemfortementeaconstituiçãodestesvalorespróprios,aumentandoadependênciadosadolescentesfaceàfamília,massobretudofaceàescola,edificultandoacriaçãodeespaçosetempospróprios,foradocontextocontroladodaescola,deorganizaçãodosgruposdepares.Deentrealgunsdessesvalores,foiestudadooimpactodoser‐sebemsucedido:serbemsucedidosignifica,emregra,serpopular,dependendoapopularidadetambémdealgumascaracterísticasfísicas,daposeconfiantee

Activity (26)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
jeduardo14 liked this
Lina Alves liked this
Marta Santos liked this
Jorge Barroso liked this
Sofia Piteira liked this
Catarina Alves liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->