Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
25Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Cap 2 Psicopedagogia

Cap 2 Psicopedagogia

Ratings: (0)|Views: 5,543|Likes:
Published by sumarsellmer

More info:

Published by: sumarsellmer on Dec 02, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

05/19/2013

pdf

text

original

 
 6

 
Neste capítulo, será apresentada uma visão geral sobre a psicopedagogia [2.1],destacando-se a área clínica, mais especificamente o diagnóstico, suas etapas[2.2] e a introdução do computador como recurso diagnóstico [2.3]. Nosso objetivoé delinear um retrato da teoria que constrói e embasa a clínica psicopedagógica esua práxis para que possamos entender o contexto de desenvolvimento de umaferramenta computacional para a avaliação psicopedagógica, objeto destadissertação.
 
 7
2.1 Psicopedagogia: história, conceituação e campo de atuação 
A psicopedagogia nasceu da necessidade de uma melhor compreensão doprocesso de aprendizagem e se tornou uma área de estudo específica que buscaconhecimento em outros campos e cria seu próprio objeto de estudo (Bossa,2000, p. 23). Ocupa-se do processo de aprendizagem humana: seus padrões dedesenvolvimento e a influência do meio nesse processo.A clínica psicopedagógica corresponde a um de seus campos de atuação, cujoobjetivo é diagnosticar e tratar os sintomas emergentes no processo deaprendizagem. O diagnóstico psicopedagógico busca investigar, pesquisar paraaveriguar quais são os obstáculos que estão levando o sujeito à situação de nãoaprender, aprender com lentidão e/ou com dificuldade; esclarece uma queixa dopróprio sujeito, da família ou da escola. (Weiss
apud 
Scoz, 1991, p. 94).A psicopedagogia no Brasil, há trinta anos, vem desenvolvendo um quadro teóricopróprio. “É uma nova área de conhecimento, que traz em si as origens econtradições de uma atuação interdisciplinar, necessitando de muita reflexãoteórica e pesquisa” (Bossa,
op.cit 
, p.13).A Psicopedagogia se ocupa da aprendizagem humana, o que adveiode uma demanda – o problema de aprendizagem, colocando numterritório pouco explorado, situado além dos limites da Psicologia e daprópria Pedagogia – e evolui devido a existência de recursos, paraatender esta demanda, constituindo-se assim, numa prática. Como sepreocupa com o problema de aprendizagem, deve ocupar-seinicialmente do processo de aprendizagem. Portanto vemos que apsicopedagogia estuda as características da aprendizagem humana:como se aprende, como esta aprendizagem varia evolutivamente eestá condicionada por vários fatores, como se produzem as alteraçõesna aprendizagem, como reconhecê-las, tratá-las e preveni-las. Esteobjeto de estudo, que é um sujeito a ser estudado por outro sujeito,adquire características específicas a depender do trabalho clínico oupreventivo (
Idem,
p. 21).
 
 8
A distinção entre o trabalho clínico e o preventivo é fundamental. O primeiro visabuscar os obstáculos e as causas para o problema de aprendizagem já instalado;e o segundo, estudar as condições evolutivas da aprendizagem apontandocaminhos para um aprender mais eficiente. Vejamos a definição de Bossa (
Idem,
 p.21) sobre os dois campos de atuação da psicopedagogia:O trabalho clínico dá-se na relação entre um sujeito com sua históriapessoal e sua modalidade de aprendizagem, buscando compreender amensagem de outro sujeito, implícita no não-aprender. Nesseprocesso, onde investigador e objeto-sujeito de estudo interagemconstantemente, a própria alteração torna-se alvo de estudo daPsicopedagogia. Isto significa que, nesta modalidade de trabalho, deveo profissional compreender o que o sujeito aprende, como aprende eporque, além de perceber a dimensão da relação entre psicopedagogoe sujeito de forma a favorecer a aprendizagem”. No enfoque preventivo“a instituição, enquanto espaço físico e psíquico da aprendizagem, éobjeto de estudo da Psicopedagogia, uma vez que são avaliados osprocessos didático-metodológicos e a dinâmica institucional queinterferem no processo de aprendizagem.No exercício clínico, o psicopedagogo deve reconhecer seu processo deaprendizagem, seus limites, suas competências, principalmente a intrapessoal e ainterpessoal, pois seu objeto de estudo é um outro sujeito, sendo essencial oconhecimento e possibilidade de diferenciação do que é pertinente de cada um.“Essa inter-relação de sujeitos, em que um procura conhecer o outro naquilo que oimpede de aprender, implica uma temática muito complexa” (
Ibidem 
., p. 23).O psicopedagogo tem como função identificar a estrutura do sujeito, suastransformações no tempo, influências do seu meio nestas transformações e seurelacionamento com o aprender. Este saber exige do psicopedagogo oconhecimento do processo de aprendizagem e todas as suas inter-relações comoutros fatores que podem influenciá-lo, das influências emocionais, sociais,pedagógicas e orgânicas. Conhecer os fundamentos da Psicopedagogia implicarefletir sobre suas origens teóricas e entender como estas áreas de conhecimento

Activity (25)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Daniella Kanffer liked this
Junior Firmino Firmino added this note|
Parabéns pelo artigo, me ajudou a compreender e me esclareceu.
Larissa Patrini liked this
Cema Araujo liked this
Bianca Freitas liked this
Dolorice Maciel liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->