Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
11Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A Doença Inflamatória Intestinal na fase aguda

A Doença Inflamatória Intestinal na fase aguda

Ratings:

4.5

(2)
|Views: 6,097 |Likes:
Published by enfermagemPT

More info:

Published by: enfermagemPT on Mar 26, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2013

 
A Doença Inflamatória Intestinal na fase aguda. O que fazer ?Doença de Crohn
A Doença de Crohn tem uma evolução com períodos em que os sintomas seatenuam ou cessam, alternando com períodos de agravamento. Os medicamentos,nomeadamente os imunossupressores, ajudam a tornar menos frequentes e menosgraves os episódios de agudização, mas não chegam para os impedir. Comoproceder então perante um agravamento súbito dos sintomas?Em primeiro lugar, é uma medida de senso comum que
cada pessoa conheça asua
 
doença
: deve-se saber quais as zonas do intestino que estão atingidas (ointestino delgado ? o cólon ? só parte do intestino delgado e do cólon ?) e deve-sesaber também
como é que a doença afecta o intestino
(há fístulas ? há zonascom calibre mais apertado ? e onde ?). É importante saber os resultados de
exames
 realizados, os
medicamentos
que toma ou que já tomou e, no caso de ter havidoalguma
cirurgia
, saber que tipo de cirurgia foi feito (se se retirou intestino, e queparte foi retirada). O seu médico assistente pode fornecer essa informação porescrito, em poucas linhas, e isto poderá ser uma ajuda preciosa se necessitar de sertratado(a) por um médico que não conheça o seu caso.È fundamental também que tenha facilidade de
contactar o gastrenterologista
quehabitualmente cuida de si. Se os sintomas não melhorarem rápidamente, asdecisões seguintes devem ser tomadas pelo especialista. È melhor contactar o seugastrenterologista por uma situação pouco grave do que deixar arrastar umacomplicação cujo agravamento poderia ter sido evitado !Quais os sintomas que podem estar ligados a uma agudização da doença ?
Dôr abdominal
- é o sintoma que mais frequentemente acompanha as agudizaçõesda doença de Crohn. È importante perceber de que tipo de dôr se trata : é uma dôr
 
difusa em todo o abdómen ou é localizada ? è uma dôr contínua, sempre constante,ou é uma cólica com períodos de grande intensidade, seguidos de alguma acalmia?Esta dôr tem relação com outras queixas ??? Piora ou melhora depois dasrefeições ? O seu médico há-de querer saber isto.Duas importantes causas de dor abdominal são as crises de
oclusão intestinal
e os
abcessos
. As crises de oclusão têm a ver com zonas estreitadas do intestino queficam obstruídas e causam em geral cólicas intensas, por vezes acompanhadas devómitos e de sensação de distensão abdominal. Os abcessos, por outro lado, dãohabitualmente uma dôr contínua, bem localizada, piorando com os movimentos, emuitas vezes acompanhada de febre.O que fazer se surge uma dor abdominal ? Em primeiro lugar, procurar se houvealguma causa para essa dor, e tentar perceber se já houve episódios semelhantes.È aconselhável permanecer em repouso, medir a temperatura, e suspender aingestão de alimentos durante algumas horas. Pode-se tomar um analgésico como oparacetamol, evitando anti-inflamatórios do tipo da aspirina. Se a dôr abrandar pode-se iniciar a ingestão de líquidos, em pequenas quantidades de cada vez, passandodepois para alimentos mais consistentes. A experiência de cada um, e oreconhecimento de episódios anteriores semelhantes, poderão ajudar a decidir oque fazer. Note-se no entanto que se a dôr for muito intensa ou se persistir por maisque um dia, será indispensável uma avaliação clínica e eventualmente a realizaçãode alguns exames.O que
não deve fazer
: Esperar dias seguidos para ver se a dôr passa; tentarcontrolar a situação com analgésicos durante um período prolongado ou usarmedicamentos muito potentes para reduzir a dôr; aplicar gelo ou calor local semindicação médica; suspender toda a medicação que estava a tomar; iniciarantibióticos sem prescrição médica
 
 
Febre –
pode aparecer
 
acompanhando ou antecedendo outras queixas. Se se tratade uma febre baixa, entre 37º e 38ºC , persistente, pode indicar a presença de umainfecção ou apenas actividade persistente da doença, a justificar uma alteração daterapêutica. Se por outro lado surgir uma temperatura elevada, com “picos” de 39º a40ºC, poderemos estar perante uma complicação aguda, eventualmente umabcesso ou outro processo infeccioso necessitando de terapêutica agressiva. Emcaso de febre alta deverá registar a temperatura e tentar controlá-la comparacetamol. Um episódio de febre alta sem causa evidente num doente comdoença de Crohn justifica avaliação médica nas primeiras 24 horas.Nestas circunstâncias
não inicie medicação
com antibióticos por sua iniciativa, econtacte rápidamente o seu médico.
Diarreia
 – é uma manifestação da doença que infelizmente é bem conhecida. Muitosdoentes têm habitualmente diarreia, melhor ou pior controlada. Em caso deagravamento súbito (aumento importante do número de evacuações, ou fezessúbitamente mais líquidas) haverá que tentar perceber a causa do agravamento.Uma pessoa com Doença de Crohn não está livre de poder ter uma banalgastroenterite ou uma intoxicação alimentar, mas estas poderão ter consequênciasmais graves do que numa pessoa com o intestino saudável. Por isso chama-sedesde já a atenção para a necessidade de respeitar as normas básicas de higienena preparação dos alimentos. Para além de infecções de origem alimentar, podehaver infecções associadas ao uso recente de antibióticos, ou infecções facilitadaspelo uso de corticóides: os medicamentos tomados recentemente ajudarão ainterpretar a situação. A própria actividade da doença reduz a absorção dosalimentos e causa diarreia; nestes casos a medicação habitual poderá ter que serajustada.
Como proceder
se há um agravamento súbito da diarreia ? Deverá tentar saber seoutras pessoas da família também tiveram diarreia na mesma altura, e é importante

Activity (11)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Andreia Luzio liked this
Elo Lessa liked this
Idalina Alves liked this
EriPucSP liked this
amandanass liked this
Bethania Werly liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->