Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
43Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Classificação das Obrigações

Classificação das Obrigações

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 9,163 |Likes:
Published by api-20002834

More info:

Published by: api-20002834 on Dec 04, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/18/2014

pdf

text

original

 
Curso de DireitoDireito Civil I - ObrigaçõesCLASSIFICAÇÃO DAS OBRIGAÇÕES1 Quanto ao vínculo:a) Obrigações perfeitas ou civis -
são aquelas que contêmtodos os elementos da obrigação, definidos pelo direito positivo. Seuvínculo é perfeito, constituindo-se no débito e responsabilidade;
b)
 
Obrigações imperfeitas -
são aquelas que não contêmtodos os elementos indispensáveis à obrigação. Seu vínculo constitui-seapenas do débito ou da responsabilidade, conforme seja
natural, moral
ou
de garantia
. Enquanto a obrigação natural é desprovida de sanção,como acontece no exemplo da vida prescrita, a obrigação moralconstitui-se em um mero dever de consciência.
2 Quanto ao objetoa) Quanto à natureza do objetoi)Positivas
Obrigações de dar -
seu objeto é uma prestação decoisa, que consiste no dever de entregar ou restituircoisa certa ou incerta;
Constituem-se em modalidades deobrigação de dar:
Obrigação específica
– seu objeto consiste naprestação de entregar ou restituir coisa certa, istoé, determinada;
Obrigação genérica
seu objeto consiste naprestação de entregar ou restituir coisa incerta,isto é, determinável, sendo indicado apenas pelogênero e quantidade.
Obrigação de fazer –
seu objeto é uma prestaçãode fato, que consiste na realização de uma atividadematerial ou imaterial.
ii) Negativas
Obrigação de não fazer –
seu objeto é uma prestaçãode fato, pom, negativo, configurando-se em umaabstenção ou na tolerância de um ato.
b) Quanto à liquidez do objeto
1
 
i) Obrigações líquidas -
são certas quanto à sua existência edeterminadas quanto ao seu objeto;
ii)
 
Obrigações ilíquidas -
sempre dependem de préviaapuração, visto ser incerto o montante da prestação.
c) Quanto à divisibilidade do objeto
Diante da pluralidade de sujeitos, importa saber, se aprestação pode ser cumprida de modo fracionado ou não. Portanto, seufundamento está no objeto, originado dois tipos de obrigações:
i)Obrigações divisíveis
são passíveis de cumprimentofracionado, pois a prestação é divisível;
ii) Obrigações indivisíveis –
a prestação deve ser cumpridapor inteiro, pois não é passível de cumprimento fracionado,sob pena de importar em perda de sua substância ou de suaeconomicidade.
3 Quanto aos sujeitos
Diante da pluralidade de sujeitos,
 
não importa a divisibilidadeou indivisibilidade do objeto da obrigação, pois seu fundamento é deordem subjetiva. Deste modo, há:
a) Obrigações conjuntas –
cada sujeito é responsável poruma parcela da prestação;
b) Obrigações solidárias
a prestação deve ser cumpridapor inteiro, por disposição da lei ou da vontade das partes, não obstante apluralidade de sujeitos.
4 Quanto ao modo de adimplementoa) Obrigações simples -
são aquelas que coexistem numa sóprestação, ou para outros, aquelas que comportam apenas um sujeitoativo, um sujeito passivo e um objeto;
b)Obrigações compostas ou complexas -
são aquelas nasquais uma pluralidade de objetos ou sujeitos. Considerando apluralidade de prestações, podem ser:
i)
 
Obrigações cumulativas –
os objetos estão cumulados notulo da obrigação, de tal modo, que devem ser todoscumpridos para que se configure o adimplemento daobrigação;
ii)Obrigações alternativas –
os objetos constituem-se emalternativas no título da obrigação, colocados à escolha dodevedor, do credor ou de um terceiro. Eis que basta o
2
 
cumprimento de apenas um deles, para que se configure oadimplemento da obrigação. 
Obrigações facultativas
Alguns autores incluem as obrigações facultativas, dentre asobrigações compostas ou complexas, entretanto, possuemum único objeto, que se encontra em obrigação, ficando ooutro, em faculdade de prestação, prerrogativa conferidatão-somente ao devedor. Portanto, apenas um objetodevido, restando o outro, como mero substituto do objetoda obrigação. Isto significa que esta obrigação é simples.
5 Quanto ao tempo de adimplementoa) Obrigações instantâneas -
são as que se cumprem emum só ato e fato. Ex: compra e venda à vista.
b) Obrigações duradouras -
são as que se cumprem aolongo do tempo, de modo contínuo, periódico ou fracionado:
i) Obrigações contínuas
– consistem em um único ato quese estende ao longo de certo lapso de tempo. Ex. o locadordeve se abster de interferir na posse do locatário, durante ocontrato de locação;
ii) Obrigações periódicas
– consistem na prática de váriosatos, reiterados, que renascem a cada período de tempo, ecujo cumprimento importam em solução parcial da obrigação.Ex. pagamento de aluguéis;
iii) Obrigações fracionadas
– resultam do fracionamento deprestação única, resultando na prática de atos reiterados, aolongo de certo lapso de tempo. Ex. compra e venda a prazo.
6 Quanto ao conteúdo
Refere-se à finalidade da obrigação:
a) Obrigação de meio -
aquela na qual o devedor obriga-sea empregar toda sua dilincia, a conduzir-se com prudência, paraalcançar um resultado útil ao credor. Ex. médico que obriga-se a tratar opaciente de uma doença respiratória.
b) Obrigação de resultado –
aquela na qual o devedorobriga-se a alcançar um resultado específico para seu credor. A falta desteresultado importa em presunção de inadimplemento culposo por parte dodevedor. Ex. contrato de transporte.
3

Activity (43)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Joana Sofia liked this
Naor Pozzer liked this
GRAZI RECHE liked this
Jéssica Baia liked this
Paula Diniz liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->