Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
7Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Citações sobre a Agricultura Orgânica

Citações sobre a Agricultura Orgânica

Ratings:

4.5

(2)
|Views: 1,360 |Likes:
Published by fischumi

More info:

Published by: fischumi on Mar 26, 2008
Copyright:Traditional Copyright: All rights reserved

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/09/2012

pdf

text

original

 
Citações diversas sobre a Agricultura Orgânica
“Embora não haja dados oficiais sobre a agricultura orgânica no Brasil, o Ministério da Agricultura,Pecuária e do Abastecimento estima que área envolvida com produção orgânica chega a 8,6 milhõesde hectares, incluindo o extrativismo sustentável, e envolvendo cerca de 20.000 agricultores. Jásegundo o Instituto Biodinâmico de Desenvolvimento Rural (IBD), 500 mil hectares são cultivadoscom produtos orgânicos (excluído o extrativismo), sendo que o mercado brasileiro estimado entrede US$ 150 milhões a US$ 300 milhões ao ano, dos quais entre US$ 100 milhões e US$ 110milhões, destinados ao mercado externo.”
FEIDEN, A.; SILVA, D. J. da. Alimentos orgânicos.
Aquidauana News
, Aquidauana, MS, 13 jul. 2006. Disponível em:<http://www.aquidauananews.com/index.php?action=news_view&news_id=89324>. Acesso em: 29 jul. 2006.
“A Superintendência Federal de Agricultura (SFA) lançou nesta sexta-feira em Mato Grosso do Sul,a 2ª Semana dos Alimentos Orgânicos. Realizada através de uma parceria entre o Ministério daAgricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Ministério do Meio Ambiente (MMA), Ministériodo Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e Ministério de Desenvolvimento Agrário(MDA) a semana tem como objetivo levar à população conhecimentos sobre a agricultura orgânicae incentivar o consumo dos produtos oriundos dessa prática.”“Atualmente, a produção orgânica brasileira ocupa cerca de 6,5 milhões de hectares e envolveaproximadamente 20 mil produtores, dos quais 80% são pequenos. Em Mato Grosso do Sul são 166 produtores envolvidos com a atividade.
SEMANA de Orgânicos espera mais de 4000 participantes em MS.
Agora MS
, Dourados, MS, 24 jun. 2006.Disponível em: <http://www.agorams.com.br/index.php?ver=ler&id=82204>. Acesso em: 29 jul. 2006.
“Cerca de 3.700 empresas chinesas produzem atualmente 10 mil espécies de alimentos orgânicoscertificados. A informação foi dada por um funcionário do Ministério de Agricultura do país numfórum realizado em Harbin, nordeste da China. Segundo a mesma fonte, a indústria de alimentaçãoorgânica da China começou em 1990. O governo chinês tem adotado as medidas em busca daexpansão da indústria priorizando a qualidade e nutrição dos produtos, pelo que estes satisfazem os padrões nos países desenvolvidos.”
CHINA certifica 10 mil produtos alimentares orgânicos.
China Radio International
, Beijing, China, 26 jun. 2006.Disponível em: <http://po.chinabroadcast.cn/1/2006/06/26/1@45728.htm>. Acesso em: 29 jul. 2006.
“Segundo Marta Parry, fiscal federal agropecuário e coordenadora da Cporg do Pará [...] ‘o conceitode sistema orgânico de produção abrange também os denominados ecológicos, biodinâmicos,naturais, regenerativos, biológicos, agroecológicos, permeaculturas e outros, desde que atendam os princípios impostos pela Lei nº 10.831, de 23 de dezembro de 2003, que conceitua o produtoorgânico como aquele que é produzido em sistema orgânico de produção agropecuária ou oriundode processo extrativista sustentável e não prejudicial ao ecosistema local’.”
OS BENECIOS dos alimentos ornicos para a população.
Amazônia Jornal
, Bem, PA. Disponívelem:<http://www.oliberal.com.br/amazoniajornal/interna/default.asp?modulo=831&codigo=171459>. Acesso em: 29 jul.2006.
“A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) deverá investir R$ 10 milhões doPrograma de Inovação Tecnológica e Novas Formas de Gestão na Pesquisa Agropecuária(Agrofuturo) neste ano, segundo o pesquisador e economista agrícola da Embrapa, Antonio FlavioDias Ávila.”
 
“O Agrofuturo conta com cinco componentes. Um dos mais importantes é o Sistema Competivivode Pesquisa e Desenvolvimento - com um orçamento de US$ 14,175 milhões ao longo dos próximos cinco anos - que prevê apoiar à tecnologia em várias áreas, tais como a exportadora,sanidade e qualidade agroalimentar, preservação e o aproveitamento da biodiversidade, além daagricultura orgânica, agroenergia e a agricultura familiar.”
MONTEIRO, V. Embrapa gastará R$ 10 milhões no Agrofuturo.
InvestNews
, São Paulo, 17 jul. 2006. Disponível em:<http://www.investnews.com.br/ultimasnoticias/default.asp?id_noticia=628288&id_editoria=2345>. Acesso em: 29 jul.2006.
“Com potencial de crescimento anual médio de 25% e forte demanda do mercado importador,especialmente da parte de Japão, Estados Unidos e União Européia, o negócio de produtosorgânicos do Brasil é estimado em US$ 250 milhões.. O mercado mundial, que movimenta emtorno de US$ 30 bilhões, tem no Brasil um de seus principais produtores, ocupando a quinta posição mundial. Cerca de 60% da produção brasileira é exportada. Por ano, ocorrem até oito feirasdo setor no mundo, sendo que a maior e mais importante em volume de negócios e expositores é aBiofach, em Nuremberg, Alemanha. A edição 2005 da Biofach vestiu verde e amarelo, e o Brasil,como país-tema, foi o centro das atenções, entre os mais de 2 mil expositores de 100 países. As 87empresas brasileiras exibiram sucos, geléias, doces, café, soja, chocolate em pó, carne, peixes, mel,frutas e barras de cereais, entre outros produtos orgânicos. O saldo da Biofach 2005, que contoucom investimento de US$ 1,5 milhão da APEX e dos parceiros do Organics Brasil, rendeu negóciosda ordem de US$ 31,4 milhões. Levantamentos preliminares entre os institutos certificadoresapontam 250 empresas regularmente constituídas e certificadas - exigência obrigatória paraqualquer exportador - num universo estimado de 500 empresas nacionais. Há no Brasil, porém,segundo o Instituto Biodinâmico (IBD) e a Federação Internacional dos Movimentos de AgriculturaOrgânica (Ifoam), 19 mil produtores orgânicos.”
PIETROBELLI, A. O mercado dos orgânicos.
Paraná-Online
, Curitiba, PR, 9 jul. 2006. Disponível em: <http://www.parana-online.com.br/noticias/colunista.php?op=ver&id=217338&caderno=6&colunista=37>. Acesso em:29 jul. 2006.
“De acordo com levantamento do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria daAgricultura, e da Emater, em 1997 havia 450 agricultores no Estado que se dedicavam à produçãoorgânica. ‘Em 2004, eram 4,1 mil produtores. Já em 2005, o número de agricultores envolvidosnesse sistema de produção foi de 4,3 mil’, informou Ribas [Newton Pohl Ribas, secretário daAgricultura].”“Este ano, o Paraná deverá aumentar a sua produção orgânica em 20%. Com isso, ela poderá chegar a quase 100 mil toneladas. De acordo com o levantamento do Departamento de Economia Rural(Deral) e da Emater, em 2005, o Estado produziu 77,9 mil toneladas de orgânicos. A área plantadafoi de 11,5 mil hectares.”“‘A nossa meta é, em cinco anos, aumentar a produção estadual de orgânicos para 125 miltoneladas. Dentro de 10 anos, queremos chegar a 200 mil toneladas’, disse Hamerschmidt [InibertoHamerschmidt, coordenador estadual de Olericultura e Agricultura Orgânica da Emater]. Segundoele, das 77,9 mil toneladas produzidas este ano, 20 mil foram exportadas. ‘O restante, ou seja, 55mil toneladas, foi consumido no Estado’.”“Em 2005, o Paraná colheu 5.772 toneladas de soja orgânica. Deste total, cinco mil toneladas foramexportadas. ‘Cerca de 95% da soja orgânica produzida no Paraná é exportada’, disse o engenheiroagrônomo da Emater.”
 
“No ano passado, o Estado também produziu 13 mil toneladas de açúcar mascavo. ‘Deste total, 50% foi exportado’, lembrou. Ainda foram produzidas 950 toneladas de mel orgânico. Cerca de 800toneladas foram exportadas.”“A mandioca orgânica lidera o ranking dos produtos mais cultivados no Paraná. Em 2005, o Estadocolheu 20,7 mil toneladas do alimento. Em segundo lugar do ranking, aparecem as hortaliças. Noano passado, foram produzidas 14.633 toneladas delas. Em terceira posão, eso úcamascavo.““O presidente da Associação de Consumidores de Produtos Orgânicos do Paraná (Acopa), Moacir Darolt, disse que na Região Metropolitana de Curitiba o consumo de orgânicos tem crescido, aoano, cerca de 35%. Esse crescimento tem sido verificado, principalmente, nos últimos quatro anos.É o que aponta o levantamento feito pela Associação e o Iapar.”
PARANÁ investe no treinamento de produtores de orgânicos.
Agência Estadual de Notícias
, Curitiba, PR, 14 maio2006. Disponível em: < http://www.aenoticias.pr.gov.br/modules/news/article.php?storyid=20599>. Acesso em: 29 jul.2006.
“Até o final deste ano um total de 180 escolas e 95 mil alunos da rede pública estadual devem estar recebendo produtos orgânicos na merenda escolar através do Projeto Sabor Saber, integrado aoPrograma Estadual de Alimentação Escolar da Secretaria de Estado da Educação, Ciência eTecnologia. Com o objetivo de garantir alimentação sem agrotóxicos e promover hábitosalimentares saudáveis, o Programa atende hoje 91 mil alunos em 155 escolas do Estado [SantaCatarina], distribuídas em 42 municípios.”“Hoje, essa produção [de produtos orgânicos no estado de Santa Catarina] está em cerca de 40 miltoneladas, com um crescimento anual entre 10 e 15%, envolvendo duas mil famílias de agricultores,informa o coordenador do Programa de Agroecologia da Epagri, o engenheiro agrônomo, PauloTagliari.”
MERENDA Orgânica chega a 95 mil alunos da rede pública.
WebLages.com
, Lages, SC, 24 jun. 2006. Disponível em:<http://www.weblages.com/noticias/wmview.php?ArtID=11960>. Acesso em: 29 jul. 2006.
“A produtividade da agricultura orgânica é menor que a da agricultura convencional e é necessárioempregar mais pessoas para o cuidado das plantações. Uma das dificuldades dos produtores éencontrar sementes que se adaptem ao não uso de insumos sintéticos. [...] A obtenção de sementessem tratamento químico é uma das partes mais difíceis da agricultura orgânica. No Brasil há poucasempresas que produzem sementes adaptadas ao cultivo orgânico. Uma delas pertence a umassentamento do MST no Rio Grande do Sul. ‘Muitos agricultores usam a semente tradicional, jáque é difícil obter a semente orgânica’, diz Pedro Valarini [pesquisador da Embrapa MeioAmbiente]. [...] Pedro Valarini lembra que além da obtenção de sementes, a distribuição é um fator  preocupante para os agricultores: ‘A produção orgânica possui um valor agregado maior, mas osagricultores encontram dificuldades em distribuir seus produtos. As grandes redes de supermercadogarantem a compra mas pagam o que querem, e as perdas (produtos não vendidos) são arcadas pelo próprio produtor. Por isso há o interesse em evitar essa intermediação com o consumidor final’.”
SANTOS, A. B. Agricultura Orgânica pode ser alternativa aos transgênicos.
Com Ciência – SBPC/Labjor
, Campinas,10 maio 2002. Disponível em: < http://www.comciencia.br/reportagens/transgenicos/trans07.htm#>. Acesso em: 29 jul.2006.
Um consórcio formado por três organizações não-governamentais (ONGs), no Rio Grande do Sul,assessora 3.767 famílias de agricultores, em 60 municípios, no trabalho de lidar com a terra sem autilização de insumos agrícolas ou sementes transgênicas. Para isso, atuam em conjunto o Centro deTecnologias Alternativas Populares (Cetap), o Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor (Capa) e o

Activity (7)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
rosineym liked this
José Costa Neto liked this
Juliano Grossi liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->