Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
38Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A CULTURA CONDICIONA A VISÃO DE MUNDO DO HOMEM

A CULTURA CONDICIONA A VISÃO DE MUNDO DO HOMEM

Ratings:

3.0

(1)
|Views: 20,576|Likes:
Published by Lucy@no

More info:

Published by: Lucy@no on Dec 04, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOCX, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/08/2013

pdf

text

original

 
A CULTURA CONDICIONA A VISÃO DE MUNDO DO HOMEM
O objetivo do capitulo é falar sobre as diversas culturas, de suas formas eidentidades que dão características diferenciais uma das outras e que refletemna visão do mundo.Explica-se os costumes diferenciais uma das outras, seus rituais e conceitos, avisão de cada grupo social no mundo, assim criando seu próprio. a)O modo de ver o mundo, as apreciações de ordem moral e valorativa, osdiferentes comportamentos sociais e mesmo as posturas corporais são assimprodutos de uma herança cultural, ou seja, o resultado da operação de umadeterminada cultura. P.70b)O fato de que o homem vê o mundo através de sua cultura tem comoconseqüência a propensão em considerar o seu modo de vida como o maiscorreto e o mais natural. P.74
c)
O etnocentrismo, de fato, é um fenômeno universal. É comum a crença de quea própria sociedade é o centro da humanidade, ou mesmo a sua únicaexpressão. As autodenominações de diferentes grupos refletem este ponto devista. P.75d)A chegada de um estranho em determinadas comunidades pode ser considerada como a quebra da ordem social ou sobrenatural. P.75e)Comportamentos etnocêntricos resultam também em apreciações negativasdos padrões culturais de povos diferentes. Práticas de outros sistemas culturaissão catalogadas como absurdas deprimentes e imorais. P.76
GLOSSÁRIO
PROPENSÃO (Inclinação para diante)
 
A CULTURA INTERFERE NO PLANO BIOLÓGICO
O objetivo desse capitulo é de conceituar como a cultura pode condicionar aspectos biológicos sobre a vida nos sistemas.Explica-se que nos grupos culturais que por suas crenças e costumes acabamtransformando seus sentimentos em situações criticas que conseqüentementealteram no sistema biológico.a)Em lugar da superestima dos valores de sua própria sociedade, numa dadasituação de crise os membros de uma cultura abandonam a crença nessesvalores e, conseqüente-mente, perdem a motivação que os mantém unidos evivos. P.77b)Entre os índios Kaapor, grupo Tupi do Maranhão, acredita-se que se umapessoa vê um fantasma ela logo morrerá. P.78c)Dizem que os pajés mais poderosos o fazem, e algumas pessoas guardampequenos objetos que acreditam terem sido retirados de seu corpo por um pajéP. 80
OS INDIVIDUOS PARTICIPAM DIFERENTIMENTE DE SUA CULTURA
O objetivo desse capitulo é falar sobre a forma de cada um viver de um certoponto os aspectos de sua cultura.Relata que todo cultura cria-se por sua base formas de vivencia, citando suasseus costumes por idades, grupos, tribos que se tornam impossível de todosviverem regrados pelo sistema cultural implantado, pois cada individuo édiferente.
 
a)A participação do indivíduo em sua cultura é sempre limitada; nenhumapessoa é capaz de participar de todos os elementos de sua cultura. Estefato é tão verdadeiro nas sociedades complexas com um alto grau deespecialização, quanto nas simples, onde a especialização refere-seapenas às determinadas pelas diferenças de sexo e de idade. P.81b)Mas, qualquer que seja a sociedade, não existe a possibilidade de umindivíduo dominar todos os aspectos de sua cultura. Isto porque, comoafirmou Marion Levy Jr. "nenhum sistema de socialização é idealmenteperfeito, em nenhuma sociedade são todos os indivíduos igualmentebem socializados, e ninguém é perfeitamente socializado”. P.83c)Nem sempre os indivíduos envolvidos conseguem utilizar sua tradiçãocultural para contorná-las sem provocar conflitos. P.85d)Estava colocado em um status que não lhe pertencia e onde não podiater êxito já que não contava com o apoio de parentes. No final teve queescolher entre a morte ou o exílio. P. 87
GLOSSÁRIO
EXÍLIO (Banir de sua pátria, mandar para o exílio)
A CULTURA TEM UMA LÓGICA PRÓPRIA
O objetivo deste capítulo é falar sobre lógica pela ciência que implica nosistema cultural da antiga forma de crenças, magias referidas ao inferior pelaciência.

Activity (38)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Liu Queiroz liked this
Jessika Alves liked this
Jessika Alves liked this
Monica Barreto liked this
Muito bom!!!
Iza Sh Luana liked this
Vitor Las Casas liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->