Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
157Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Dinâmica das Rotações (FÍSICA)

Dinâmica das Rotações (FÍSICA)

Ratings:

4.77

(13)
|Views: 22,395 |Likes:
Published by Samuel

More info:

Published by: Samuel on Mar 27, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/26/2013

pdf

text

original

 
   E   d   i   t  o  r  a   M  o   d  e  r  n  a   L   t   d  a .
T
EMA
 
ESPECIAL
 
D
INÂMICA
 
DAS
 
ROTAÇÕES
1
1. MOMENTO ANGULAR DE UM PONTO MATERIAL
Momento angular ou momento da quantidade de movimento
m
de um ponto material
, em rela-ção a um ponto
O
, é
a grandeza vetorial
 L 
que possui as seguintes caracter 
í 
sticas:
Módulo:
 
L
 
 
mvd 
, sendo
a dist
â
ncia do ponto
O
 
à
reta
s
, suporte da velocidade
(figura 1).
 Tema especial
DINÂMICA DAS ROTAÇÕES
 
1.
Momento angular de um ponto material, 1
 
2.
Momento angular de um sistema de pontos materiais, 2
 
3.
 
Conservação do momento angular, 3
Os Fundamentos da Física
(8
a
edi
çã
o)
R
AMALHO
, N
ICOLAU
 
E
T
OLEDO
 
Direção:
da reta perpendicular ao plano
α
definido pela reta
s
e pelo ponto
O
.
Sentido:
dado pela regra da mão direita, como indicado na figura 2.
 r  
m
α
L
 
 
mvd 
 r 
 
 
OP 

(vetor posição)
m
r  
α
Figura 1.Figura 2.
O dedo polegar indica o sentido de
 L 
 
quando osdemais dedos s
ã
o semidobrados no sentido de
 r  
para m
.
No SI, a unidade do módulo do momento angular ékg
 m
2
s.
 
O
S
 
F
UNDAMENTOS
 
DA
F
Í
SICA
   E   d   i   t  o  r  a   M  o   d  e  r  n  a   L   t   d  a .
2
Momento de inércia de um ponto material
 A grandeza escalar 
mR
2
, que aparece na conclus
ã
o anterior,
é
indicada pela letra
e recebe o nomede
momento de inércia do ponto material
em relaçã
o ao ponto
:
 
 
 
mR
2
.No SI, a unidade de momento de in
é
rcia
é
kg
m
2
.
 Assim, temos:
 L 
 
 
 
ω
2. MOMENTO ANGULAR DE UM SISTEMA DE PONTOS MATERIAIS
O momento angular 
 L 
de um sistema de pontos materiais, em rela
çã
o a um ponto
O
,
é
a soma veto-rial dos momentos angulares dos pontos que constituem o sistema:
 L 
 
 L 
1
 
 
 L 
2
 
...
 
 L 
n
 
 
 L 
 
1
n
Momento angular de um corpo extenso em rota
çã
o uniforme em torno de um eixo fixoMomento angular de um ponto material em movimento circular uniforme
Considere um ponto material
que realiza um movi-mento circular uniforme de centro
O
, com velocidadede m
ó
dulo
e velocidade angular 
ω
(
gura 3). Vamos calcular o m
ó
dulo do momento angular 
L
, em rela
çã
o ao centro
O
. Temos:
L
 
 
mvd 
;
 
 
R
;
 
 
ω
R
. Assim:
L
 
 
m
ω
R
R
 
 
L
 
 
mR
2
 
ω
 Vetorialmente, sendo
ω
a
velocidade de rotação
 
cujo sentido
é
o mesmo de
 L 
e cujo m
ó
dulo
é
igual
à
 velocidade angular 
ω
 
temos:
 L 
 
 
mR
2
 
ω
.
m
Figura 3.
 
 
 
 
ω
Figura 4.
Considere um corpo em rota
çã
o uniforme, em torno deum eixo
xo (
gura 4).Para cada ponto
, de massa
m
e a uma dist
â
ncia
do eixode rota
çã
o, podemos escrever:
 L 
 
 
m
2
ω
, sendo
 
ω
o vetor derota
çã
o, suposto constante.O momento angular total
 L 
do corpo
é
dado por: 
 L 
 
 L 
 
1
n
 
 L 
 
 
m
2
 
1
n
     ω
Nesse caso, o momento de in
é
rcia
do corpo em rela
çã
o aoeixo de rota
çã
o
é
dado por:
m
2
.
1
n
Nestas condi
çõ
es, o mo-mento angular do corpo
é
dado pela mesma equa
çã
o aplicadaao ponto material:
 L 
 
 
 
ω
 
   E   d   i   t  o  r  a   M  o   d  e  r  n  a   L   t   d  a .
T
EMA
 
ESPECIAL
 
 
D
IN
Â
MICA
 
DAS
 
ROTA
ÇÕ
ES
3
O momento de in
é
rcia
depende da massa do corpo e de como ela se distribui em rela
çã
o ao eixode rota
çã
o. O momento de in
é
rcia mede
a resist
ê
ncia que o corpo op
õ
e
à
rota
çã
o
. De fato, partindoda igualdade
L
 
 
ω
, conclu
í 
mos: para o mesmo
L
, quanto maior for 
, menor 
é
 
ω
.
3. CONSERVAÇÃO DO MOMENTO ANGULAR
Se o momento (torque) das for 
ç
as que atuam num corpo em rota
çã
o
é
nulo, ent
ã
o o momentoangular permanece constante.Nessas condi
çõ
es, resulta em m
ó
dulo:
L
 
 
ω
 
constanteSe o corpo for deform
á
vel, sendo
L
 
 
ω
constante, vem: se
aumenta,
ω
diminui e, se
diminui,
ω
 aumenta.
É
o caso da bailarina girando em torno de seu eixo vertical de rota
çã
o
com os bra
ç
os estendidos ecom velocidade angular 
ω
1
, sendo
1
seu momento de in
é
rcia em rela
çã
o ao eixo
. Fechando os bra
ç
os,o momento de in
é
rcia diminui para
2
(
2
 
 
1
) e sua velocidade angular passa a ser 
ω
2
.Como
1
ω
1
 
 
2
ω
2
, resulta
ω
2
 
 
ω
1
(
gura 5). Vejamos algumas situa
çõ
es envolvendo a
conserva
çã
o do momento angular
.
3.1 Atleta realizando um salto mortal
Considere o eixo horizontal
que passa pelo centro de gravidade do atleta.
 À
medida que o atletasobe, seu momento de in
é
rcia em rela
çã
o ao eixo
diminui e sua velocidade angular aumenta. Durantea descida, o momento de in
é
rcia aumenta e a velocidade angular diminui (
gura 6).
r
Figura 5.
1
ω
1
 
 
2
ω
2
1
 
 
2
 
 
ω
2
 
 
ω
1
Figura 6.

Activity (157)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
bidu_filho liked this
Oliveira400 liked this
Jonas Pereira added this note
++ é um pouco COMPLÉXO!!
Jonas Pereira added this note
muito bom!!!
Alexandre Corso liked this
Luís Henriques liked this
Andrea Brynner liked this
Kaíque Souza liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->