Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Refem Do Prazer - Carol Marinelli - JESSICA47

Refem Do Prazer - Carol Marinelli - JESSICA47

Ratings: (0)|Views: 471 |Likes:
Published by Mah

More info:

Published by: Mah on Dec 09, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/09/2014

pdf

text

original

 
REFÉM DO PRAZER
 
Taken For His Pleasure
 
Carol Marinelli
Tradução
Flávia Neves 
 O bilionário Anton Santini precisa de segurança, porém algo que sejadiscreto e eficiente. Ele nem imagina que será protegido por uma bela ecorajosa guarda-costas, de temperamento forte; a detetive Lydia Holmes!O disfarce dela é perfeito: fingirá ser amante de Anton!Com um novo visual, Lydia se surpreende quando percebe que deixou de seruma mulher sem graça e se tornou uma beldade da noite para o dia. Agora,Anton pode estar protegido de todos os perigos, menos dos encantosavassaladores de Lydia!Digitalização: Ana CrisRevisão: Crysty
 
Então os beijos...
Foram para as câmeras.
Lydia completou para ele.
Mas a gente quase transou
contestou Anton.
Não, Anton, não é verdade
ela mentiu.
Eu me afastei, esqueceu?Além disso, talvez tenha que abraçar você ou coisa parecida em algumasmanhãs quando a camareira entrar. Também vou ter que pegar na sua mão nocorredor de vez em quando, na frente dos outros. Mas não confunda ascoisas em nenhum momento. Esse é o meu trabalho. Esse é um disfarce.
Querida leitora,
 O encontro do bilionário Anton Santini com a detetive Lydia Holmes não foinada romântico, pelo contrário, foi até engraçado. Ele era um homem muitorico precisando de proteção e ela, uma detetive que podia lhe oferecer esseserviço, mas sem chamar a atenção. Então, a solução seria Lydia sedisfarçar de amante de Anton. E de repente a policial sem graça e antiquadase transforma em uma bela mulher. Nessa situação, o trabalho pode seconfundir com o prazer e a história pode ganhar uma boa dose deromantismo e um final inesperado!
PUBLICADO SOB ACORDO COM HARLEQUIN ENTERPRISES Ü B.V./S.à.r.l.Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução, o armazenamento ou a transmissão, no todo ouem parte.Todos os personagens desta obra são fictícios. Qualquer semelhança com pessoas vivas ou mortas émera coincidência.Copyright © 2006 by Carol MarinelliTítulo original: TAKEN FOR HIS PLEASUREOriginalmente publicado em 2006 por Mills & Boon Modern RomanceEditoração Eletrônica: TopTextos Edições Gráficas Ltda. Tel.: (55 21) 2240-2609Impressão:RR DONNELLEY MOORETel.: (55 11)2148-3500www.rrdonnelley.com.br
 
Distribuição exclusiva para as bancas de jornais e revistas de todo o Brasil:Fernando Chinaglia Distribuidora S/ARua Teodoro da Silva, 907Grajaú, Rio de Janeiro, RJ
20563-900Tel.: (55 21) 3879-7766Editora HR Ltda.Rua Argentina, 171,4° andarSão Cristóvão, Rio de Janeiro, RJ
20921-380Correspondências para:Caixa Postal 8516Rio de Janeiro, RJ
20220-971Aos cuidados de Virgínia Riveravirginia.rivera@harlequinbooks.com.br
 
CAPITULO UM
Sorte a sua!
gritou Maria, segurando o saco de pancadas enquantoLydia o esmurrava, repetindo as palavras, como se fizessem parte de umacanção, ajudando-a a intensificar os socos a cada golpe.Alguns de seus cachos ruivos desprenderam-se do rabo-de-cavalo e semoviam à medida que saltitava lançando golpes. Os braços alvos e finosliberavam socos surpreendentemente fortes. O exercício ritmado e vigorosoera maravilhosamente catártico, liberando raiva e frustração.
Sorte a sua! Vamos lá, Lydia, mais forte!
Chega!
Lydia parou, a respiração ofegante. Balançava a cabeça e tinhaas mãos apoiadas nos joelhos.
E sorte, certamente, é algo que não tenhono momento, já que vou ter de ficar presa aqui por mais algumas noites. Nãotenho folga há semanas!Apesar do local deserto, Lydia mantinha a voz baixa, temendo ser ouvida.Tirou as luvas e abriu todas as torneiras para que o barulho abafasse aconversa. Encheu a garrafa de água e molhou o rosto.
De que está reclamando? Trabalhar para Anton Santini é o que sempresonhei!
Maria deu um sorriso largo, entregando sua garrafa para queLydia a enchesse.
Fazer-se de assistente pessoal dele seria o máximo! Porque eu não fui a escolhida para fazer a segurança de Anton Santini?Lydia arrumou os fios encaracolados que caíam no rosto e sorriu commalícia, enquanto Maria continuava.
Sinceramente, não acho que eu seja a pessoa mais indicada para fingir seruma secretária italiana, quando as únicas palavras que sei são espaguete,talharim e outras massas. Mas, se fosse para dividir a cama com ele, eu atépintaria o cabelo de ruivo
Maria esboçou um risinho travesso.
Ainda nãoacredito que você foi a escolhida para se passar pela namorada de AntonSantini!Se tais palavras não tivessem vindo de Maria, Lydia teria ficado ofendida,mas ela era sua amiga e dizia a mais pura verdade
era inacreditável o fatode Lydia ter sido escolhida como a pessoa mais apropriada para fingir-se de

Activity (5)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Aline Pattz liked this
Neia Niza liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->