Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
19Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
citoesqueleto

citoesqueleto

Ratings: (0)|Views: 3,784|Likes:
Published by Tchf's

More info:

Published by: Tchf's on Dec 10, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/19/2013

pdf

text

original

 
 1
CITOESQUELETO
 
INTRODUÇÃO
 
O citoesqueleto é uma das principais estruturas das células eucariotas. Nestas células, ele é umdos responsáveis pela variedade de formas que estas células assumem. Ele é, também, responsávelpela execução de movimentos coordenados e direcionados. Assim como, permite o tráfego intracelularde organelas, vesículas e outras estruturas. Contrariamente ao esqueleto ósseo dos vertebrados, ocitoesqueleto é uma estrutura altamente dinâmica que se reorganiza continuamente sempre que acélula altera a sua forma, se divide ou responde à um estímulo ambiental. O citoesqueleto estáenvolvido em inúmeras funções celulares, tais como: contração muscular, transporte intracelular devesículas, fatores e organelas e segregação dos cromossomos nos eventos de mitose. Inúmerasdoenças implicam em alterações do citoesqueleto, entre elas temos a Síndrome de Duchenne (um tipode distrofia muscular) e o câncer na sua fase metastática. Há três filamentos principais compondo ocitoesqueleto: os filamentos intermediários, os filamentos de actina e os microtúbulos.
FILAMENTOS DO CITOESQUELETO
 
Cada um dos tipos de filamentos que compõe o citoesqueleto é formado a partir de umasubunidade protéica diferente: actina nos filamentos de actina, tubulina nos microtúbulos e proteínasfibrosas tais como vimentina e lâmina nos filamentos intermediários. A actina e a tubulina têm semantido altamente conservadas ao longo da evolução dos eucariotos; seus filamentos protéicos seligam a uma grande variedade de proteínas acessórias que permitem que um mesmo filamento participede diferentes funções em diferentes regiões das células. Algumas dessas proteínas acessórias ligam osfilamentos entre si ou a outros componentes celulares como, por exemplo, a membrana plasmática.Outras regulam a velocidade e a extensão da polimerização dos filamentos de actina e dos microtúbuloscontrolando, assim, onde e quando eles devem ser montados na célula. Outras ainda são proteínasmotoras que hidrolisam ATP para produzir força e movimento direcionado ao longo do filamento. Os trêsfilamentos do citoesqueleto (filamentos de actina, microtúbulos e filamentos intermediários) de umacélula viva estão conectados entre si e suas funções são coordenadas.
 Microfilamentos de actina
 
Todas as células eucariotas possuem a proteína actina. Os filamentos de actina atuam nocitoplasma na forma de redes ou feixes. Os filamentos de actina que se distribuem logo abaixo damembrana plasmática, estão ligados entre si por várias proteínas que se ligam à actina formando umarede chamada córtex celular. Esta rede é altamente dinâmica e atua juntamente com as moléculas demiosina no controle dos movimentos da superfície celular.
 Bio Mol Cel  Prof. Paulo R. Cunha 2º semestre - 2005
 
 
 2
Os filamentos de actina podem formar estruturas temporárias ou estáveis nas células.Filamentos estáveis formam o núcleo das microvilosidades e constituem um componente crucial namaquinaria contrátil das células muscularesBasicamente há três tipos de filamentos de actina modelando a membrana plasmástica dascéulas eucariotas: protusões finas e pontiagudas semelhantes a microespículas se formam nasuperfície das células como conseqüência da reunião de feixes de filamentos de actina ancorados nocórtex celular; expansões semelhantes a folhas chamadas lamelipódios, formadas também nasuperfície celular e invaginações da superfície da célula como as que ocorrem durante a divisão celular.Os filamentos de actina são finos e flexíveis.Aparecem em micrografia eletrônica como fios de 8 nm de espessura, consistindo de uma duplaalfa-hélice compacta de moléculas de actina globular (G-actina) uniformemente orientadas. Portanto,podemos encontrar a proteína actina de duas formas: globular (ou monomérica) e filamentosa (F-actina), onde a forma globular se arranja de modo a formar um filamento. Assim como os microtúbulos,os filamentos de actina são estruturas
polarizadas 
consistindo de duas extremidades com crescimentodiferenciado: uma extremidade
positiva 
(ou extremidade farpada) onde o crescimento é rápido e umaextremidade
negativa 
ou penetrante, de crescimento mais lento..Os filamentos de actina são abundantes no músculo, embora sejam encontrados em menorquantidade no citoplasma de todas as células, onde constitui 5-30% das proteínas totais do citoplasma.Já foram descritos seis tipos de moléculas de actina, extraídas de células dos animais ou decélulas humanas. Trata-se de uma proteína extremamente conservada durante a evolução. Mais de80% das seqüências de aminoácidos são exatamente iguais em todos os tipos de actina.Diversas drogas que influem sobre a estrutura dos microfilamentos de actina, como as
citocalasinas
e as
faloidinas
(ambas extraídas de fungos), interferem com os movimentos celulares etêm sido usadas em experimentos sobre esses movimentos. As
citocalasinas
se combinam com asmoléculas de actina e impedem sua polimerização para formar microfilamentos. As faloidinas secombinam lateralmete com os microfilamentos de actina, estabilizando-os. Tanto as citocalasinas comoas faloidinas impedem os movimentos dependentes da actina.Esses microfilamentos são formadospor duas cadeias de nomômeroasglobosos da proteína G-actina, quese polimerizam lembrando doiscolares de pérolas enrolados
 
 
 3
Como no caso dos microtúbulos, tanto a destruição como a estabilização de microfilamentos têmo mesmo efeito, mostrando que o dinamismo entre os monômeros de actina dos microfilamentos e osdo
pool 
citoplasmático é essencial para a função desses microfilamentos.Os filamentos de actina são encontrados nos músculos esqueléticos, proporcionando acontração muscular. Em destaque o sarcômero mostrando a disposição dos filamentos de actina e dosfilamentos de miosinas. 
O filamento de actinainterage com proteínasmotoras como asMiosinas.
 

Activity (19)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
charlesunes liked this
Adriana Xavier liked this
Priscila Pereira liked this
Marcos Vinicius liked this
Luciana Andrade liked this
Eduardo Gottardo liked this
Thaiz Estefani liked this
Mariana Romão liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->