Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Gac2 Sem Op3

Gac2 Sem Op3

Ratings: (0)|Views: 209|Likes:
Published by Alice Semedo

More info:

Published by: Alice Semedo on Dec 10, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/08/2013

pdf

text

original

 
FOR-01/07 Rev.0/2006.12.21 Pág.
1 de 5
 
Programa da Unidade Curricular
 
Escola Superior de Educação
2009/2010
 Curso:
Gestão Artística E Cultural
 Grau:
Licenciatura
 ECTS
4,0
 
1 Docentes
Ext Gab
Professor Responsável:
 Anabela Mouraamoura@ese.ipvc.pt200 142
Docentes:
Manuela Da Silva Correiamanuelacorreia@ese.ipvc.pt335 33Jorge Santosjfs@ese.ipvc.pt149 95@ese.ipvc.pt
2 Resumo
 A opção de "Serviços Educativos de Museus" tem a finalidade de promover nos formandos:1. o conhecimento e a compreensão de toda a filosofia e políticas subjacentes a colecções e exposições de museus eligação com o universo da educação, ou seja, ao seu potencial em termos de ensino - aprendizagem;2. a importância e implicações do ponto anterior através de uma série de áreas temáticas, para a identificação deformas criativas que garantam que a missão e os objectivos do museu correspondam às necessidades dos visitantes;3. a importância e a necessidade de preparação básica de técnicos capazes de colaborar em serviços educativos e deassegurar a ligação, planeamento, preparação e colaboração estreita com outros agentes do museu / [curadores] epartilha do conhecimento das dimensões didáctica e pedagógica de todas as exposições permanentes e temporárias;4. a investigação e conhecimento que permita identificar todos os recursos de aprendizagem do museu e das suasexposições, conhecendo a diferença entre formal e informal;5. a importância da interpretação do conteúdo da exposição a níveis diferentes e para diferentes visitantes;6. a investigação e de preparação de aprendizagem e ensino dos recursos materiais a serem utilizados no museudurante visitas escolares, por exemplo, a exposição de pacotes informativos / brochuras, actividades / fichas detrabalho, notas de campo;7. a importância da gestão de sessões de formação contínua para professores no museu, sobre tópicos específicos /temas de preparação prévia das visitas escolares;8. coordenação e ensino, palestras e visitas guiadas;9. contactos com escolas, organização de visitas e dinamização no local de sessões educativas, por exemplo, galeria/ensino; ensino - aprendizagem a partir de actividades em espaços apropriados; aprendizagem com artefactos,organização de demonstrações práticas, desempenha papel, dizendo a história de sessões e outras actividades conexas;10. a identificação de áreas-chave para enriquecimento do currículo escolar e promoção de visitas de estudo;11. o conhecimento dos desenvolvimentos mais actuais ao nível curricular, assegurando que os programas educativosdo Museu sejam relevantes para os currículos das escolas locais;12. consciência da importância para as escolas da promoção de um serviço de empréstimo e facilitar o acesso àscolecções do museu;13. a valorização do trabalho de parcerias, nomeadamente recorrendo a artefactos da comunidade;14. a organização de eventos para reforçar a compreensão e fruição do visitante;15. o trabalho com todo o tipo de colaboradores dos museus para desenvolver e comercializar a imagem do "museu" eos programas que estes deesenvolvam;16 actividades de férias para crianças e famílias;17.a familiarização com questões relacionadas com a gestão de orçamentos, elaboração de relatórios financeiros, comaplicação de subsídios e angariação de fundos;18. o desenvolvimento de investigação no âmbito dos Serviços Educativos de Museus e sua divulgação escrita eoral.
Unidade Curricular
SERVIÇOS EDUCATIVOS DE MUSEUS
Ano do curso 2.º Ano Carga horária lectiva semanal
1.º Semestre
 2 Horas
 
FOR-01/07 Rev.0/2006.12.21 Pág.
2 de 5
 
3 Resumo Inglês/Francês
The subject of Educational Services of Museums aims to promote:1. knowledge and understanding about the whole philosophy and policy underpinning museum collections andexhibitions and its link to education, i.e. potential for learning and teaching;2. importance and implications of 1. above, for identifying creative ways to ensure the mission and objectives of themuseum match the needs of visitors across a range of subject areas;3. the significance and need for museum educators to liaise, plan, prepare, and collaborate closely with other museumstaff/[curators] to share knowledge of the overt or implicit didactic/educational dimension of all permanent andtemporary exhibitions;4. research and knowledge to identify all the learning resources of the museum and its exhibitions; knowing thedifference between formal and informal learning;5. the importance of interpretation of exhibition content at different levels for differing visitors;6. research and preparation of learning and teaching resource materials to be used at the museum during school visitseg exhibition information packs/booklets, activity/work sheets, field notes;7. the importance of running in-service sessions for teachers at the museum on specific exhibition topics/themes aspreparation ahead of school visits;8. coordinating and providing teaching, lectures and guided tours;9. contact with schools, organising visits and delivering on-site educational sessions, e.g. gallery teaching; runninglearning activities in a separately allocated space; learning with artefacts[ refer them back to their session onartefacts with me!], organising practical demonstrations, role plays, story-telling sessions and other related activities;10. identifying key areas for adding value to school visits and developing curriculum resources;11. knowledge of latest curriculum developments, ensuring that education programmes are relevant to the curriculumof local schools;12. importance of a school loan service and facilitating access to the museum collections;13. significance of outreach work, including taking artefacts into the community;14. arranging programmes of events to enhance visitor enjoyment and understanding;15. working with other museum staff to develop and market the museum and the events programme;16. running holiday activities for children and families;17. knowledge about management of budgets, preparation of financial reports, applications for grants, and associatedfund-raising;18. undertaking on-going research in museum education, and delivering written and oral reports on theresearch.
4 Objectivos
Esta opção pretende desenvolver:competências profissionais com vista à actuação futura no âmbito da dinamização didáctica de um Museu;sensibilização para as potencialidades comunicativas de uma exposição;iniciação a técnicas de curadoria de exposições;conhecimentos relacionados com os conceitos de recolha, descrição e classificação, conservação, organização,estudo, apresentação de objectos e animação no Museu;capacidades para responder a projectos de intervenção local, no âmbito da animação comunitária.
5 Conteúdos / Actividades
Esta opção pretende desenvolver:competências profissionais com vista à actuação futura no âmbito da dinamização didáctica de um Museu;sensibilização para as potencialidades comunicativas de uma exposição;iniciação a técnicas de curadoria de exposições;conhecimentos relacionados com os conceitos de recolha, descrição e classificação, conservação, organização,estudo, apresentação de objectos e animação no Museu;capacidades para responder a projectos de intervenção local, no âmbito da animação comunitária.
6 Metodologia
Esta unidade curricular pretende dotar os estudantes de uma vivência interdisciplinar, envolvendo profissionais demuseus e de educação em "workshops", conversas informais, visitas de estudos e debates sobre questões relacionadascom serviços educativos de Museus. Assim, a sua metodologia consistirá em: momentos expositivos; análise dedocumentos textuais e icónicos; pesquisa; trabalhos de campo individuais; apresentação de estudos de caso.
7 Avaliação
 A unidade curricular de Serviços Educativos do Museu exige uma componente formativa analítica, reflexiva e prática. Assim, espera-se que o/a formando, no final desta Unidade Curricular de opção, seja capaz de:• pesquisar um caso específico de um curador, funcionário de museu, colaborador em serviços educativos, ou educador(e.g. seu conhecimento específico, competências, papéis e responsabilidades no museu e na comunidade), buscando deforma autónoma a informação pertinente;
 
FOR-01/07 Rev.0/2006.12.21 Pág.
3 de 5
 
• usar competências práticas para comunicar de forma criativa e imaginativa. A avaliação nesta disciplina é contínua e consiste na realização de trabalhos propostos pelos docentes e negociadoscom os estudantes: (i) criação de recursos relacionados com o mapeamento de actividades desenvolvidas em museus,em particular do Alto Minho (30%); (ii) colaboração na criação de uma base de dados sobre recursos inter-activos parapromoção da educação museológica (30%); (iii) estudo de caso apresentado em formato impresso, suporte digital eoralmente (40%).Serão ainda apreciados os seguintes critérios: caracterização e percepção dos problemas; capacidadede expressão (oral e escrita); crítica, teorização, rigor no tratamento e uso da informação. A falta a qualquer instrumento de avaliação remete o aluno para exame final.
8 Bibliografia
 ADDIS, S. and ERICKSON, M. (1993). Art history and education. Disciplines in art education: Contents andunderstanding. Chicago: University of Illinois ALLARD, M. and BOUCHER, S. (1991). Le musée et l´école. Montréal: Hurtubise HMH.*ALLARD, M. & Boucher, S. (1998). Éduquer au Musée – Un modèle théorique de pédagogie muséale. Montreal:Éditions Hurtubise HMH Ltée. ALLISON, B. (1972). Art education and teaching about the art of Asia and Latin America. London: VCOAD EducationUnit. ALMEIDA, A. B. (1971). O museu como auxiliar do ensino. In Museus e Educação. Lisboa: APOM. 25-30. ALMEIDA, A. (1989). Visitas de estudo. Concepções e eficácia na aprendizagem. Lisboa: Livros Horizonte. AMBROSE, T. (Ed.). (1987). Education in museums, museums in education. Edinburgh: Scottish Museums Council. AMBROSE, T. and PAINE, C. (1993). Museum basics. London: Routledge. AMES, M. (1985). Déscolariser le musée: les musées et leurs ressources à la portée de tous. Museum. 37, 1, 25-31. ANDER-EGG, E. (1978). Introducción a las técnicas de investigación social: para trabajadores sociales (7th ed.).Buenos Aires: Humanitas. ANDERSON, D. (1997). A common wealth. Museum and learning in the United Kingdom. London: Department of National Heritage.BANAIGS, C. (1984). Curators, teachers and pupils: partners in creating an awareness of modern art. Museum.XXXVI, 4, 190-194.BARRET, M. (1979). Educação em arte. Lisboa: Editorial Presença.BERRY, N. and MAYER, S. (Eds.). (1989). Museum education: history, theory, and practice. Reston VA: NAEA.BLANCO, A. G. (1998). Didáctica del museo: el descubrimiento de los objectos. Madrid: Ediciones de la Torre.*BLANCO, E. & Silva, B. (1991). Comunicação educativa: natureza e formas. Braga: Tecnologia Educativa, Institutode Educação, Universidade do Minho.BRAGANÇA, J. (n.d.). Portugal. A arte: os monumentos: as paisagens: os costumes, as curiosidades. Lisboa. Museu de Arte Contemporânea. Lisboa: Agência Geral de Neogravura.*BRIGOLA, J. C. P. (2000). Colecções, gabinetes e museus em Portugal no séc. XVIII. In Boletim trimestral da RedePortuguesa de Museus, nº2 – Nov, pp. 7-8.BRITO, J. (2000). El museo, muchas cosas. In Nolasco, M. (Coord.). Museos y museología en Portugal. Una rutaibérica para el futuro. 31-41.CABRAL, M. (1971). Serviço educativo dos museus. In Museus e educação. Seminário organizado pela AssociaçãoPortuguesa de Museologia. Lisboa: APOM. 44-49.CABRAL, M. (1977). Museus e educação. Jornal de Educação. Lisboa: MNAA.CABRAL, M. (1984). Relatório de 1953-1983. Lisboa: MNAA – Serviço Educativo.CABRAL, M. (1988). Apontamento. In I Encontro das Comissões Nacionais Portuguesas e Espanholas. Vila Viçosa:ICOM. 24-26.CALOUSTE GULBENKIAN MUSEUM (2002). Serviço Educativo.http:/museu.gulbenkian.pt (acedido em 26 Setembro2002).CAMPOS, M. (1987). Museu Nacional de Soares dos Reis. In A escola vai ao museu. Actas do colóquio APOM/87.Lisboa: APOM. 113-115.CARNEIRO, R. (Ed.). (2001). O valor educativo do museu. Lisboa: Lexicultural – Actividades Editoriais.CARDOZO, M. (1969). A inauguração do museu e da sede da Fundação “Calouste Gulbenkian” em Lisboa. Separata daRevista de Guimarães. Guimarães. LXXIX.CHIADO MUSEUM (2002). Serviço educativo.http://www.museudochiado-ipmuseus.pt (acedio em 12 Outubro 2002).D’EÇA, T. A. (1997). O museu e a escola: os novos rumos. In O museu, a escola e a comunidade. Cadernos do Encontro.Intervenções. Universidade do Minho: CESC/IEC. 21-27.EFLAND, A. (1994). Art education programs. In Husén, T. and Postlethwaite, T. N. (Eds.). The internationalencyclopedia of education (2nd ed.). Oxford: Pergamon. 1, 338-343.EISNER, E. (1972). Educating artistic vision. New York: MacMillan.FERNANDEZ, L. A. (2002). Introducción a la nueva museología. Madrid: Alianza Editorial.FERNÁNDEZ, L. A. (1995). Museologia. Introducción a la teoría y a la práctica del museo. Madrid: Istmo.FERNÁNDEZ, L. A. (1999). Museología y museografía. Barcelona: Ediciones del Serbal.FERNÁNDEZ-GALIANO, L. (1998). El arte del museo. Arquitectura Viva. Monografías. 71, 4-7.FERREIRA, M. (1996). Museu Calouste Gulbenkian. In Museu Calouste Gulbenkian. Roteiro (Autor e Ed.). Lisboa:Fundação Calouste Gulbenkian. 3-4.FIRMINO, M. G. (1975). Meios de actuação dos museus – na generalidade da cultura e na colaboração com as escolas.

Activity (5)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Elaine Pinheiro liked this
renatalluz liked this
Carlos Tadeia liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->