Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
53Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Teatro Contemporâneo

Teatro Contemporâneo

Ratings: (0)|Views: 7,468 |Likes:
Published by arletya

More info:

Published by: arletya on Dec 24, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/15/2013

pdf

text

original

 
Teatro ContemporâneoEugenio Barba e o Teatro Antropológico
TREINAMENTO
"Depois de termos trabalhado durante anos juntos, por muitas horas ao dia, não são mais as palavras, mas talvez só a minha presença que pode dizer alguma coisa".
(Eugênio Barba)Qual é o seu motor pessoal? Esta é uma pergunta essencial na experiência teatral de EugênioBarba. Ele diz que é esse motor pessoal que se tem de buscar por trás das ações e das escolhasdas pessoas de teatro. Esse motor pessoal é a "temperatura." Não adianta ter boa vontade, mascarecer de fora motriz. Esse motor está em nosso interior. Não é uma idéia ou uma pessoa, mascompromete cada um na sua totalidade, até as raízes mais profundas de si mesmo.O treinamento é entendido como aprendizado e pesquisa. O corpo é o material desta pesquisa: "ocorpo é meu país". Como diz Barba: "o único lugar no qual eu sou sempre: não importa onde euvou, estou sempre em mim, sempre em meu país. Nunca estou no estrangeiro, nem no exílio,quando não estou separado do meu corpo." Quando Barba diz corpo, está dizendo desta parte daalma que pode ser percebida por nossos cinco sentidos, a respiração vital, o pneuma, o eu total,os mistérios das potencialidades da vida que encarnamos.Neste sentido, o treinamento é a procura desta cultural individual (no sentido de indivíduo e nãode individualismo) e única de "nosso país". E para isto é necessário tirar os condicionamentos e osreflexos com os quais estamos acostumados e nos permitir descobrir nossas possibilidades. "O quechamamos de espontaneidade não são mais que reflexos condicionados, reações que realizamossem nos darmos conta, automatismos que nos atam e dos quais não podemos nos livrar", dizBarba.1. 2.1. Treinamento Iben Nagel Rasmussen2. Treinamento Torgeir Wethal
 
Treinamento Toni Cots
O treinamento vai fazer surgir uma arquitetura de tensões, diferentes da técnica cotidiana. Umarede de tensões que se manifesta no ator, restituindo a unidade do espiritual e corpóreo, domasculino e feminino, do repouso e do movimento. Barba exemplifica esta experiência da seguinteforma:" existe uma segurança que é resultado da inércia, da entropia e existe uma segurança queé resultado do dinamismo de forças contrárias, das tensões que se confrontam. Existe a segurançade um monte de pedras esparramadas pela terra. E a segurança do montão de pedras que,através de forças opostas, elevam-se para as alturas, convertendo-se, assim, em arquitetura. Aarquitetura ajuda-nos a visualizar esta qualidade das oposições, das tensões, que são as pulsões eo coração de tudo que está vivo. Os componentes básicos das catedrais são pedras, cujo peso asdestinaria a cair na terra. Imprevisilvemente, estas pedras parecem não ter peso, aéreas, como setivessem uma espinha dorsal para cima, com uma intensidade, uma voz que canta, se eleva, voa.É este o segredo da arquitetura, mas também da "vida" do ator: a transformação do peso e dainércia, por meio do jogo das oposições, em energia que voa. O teatro, como a arquitetura, ésaber descobrir a qualidade das tensões e modelá-las em ações". Já dizia Gordon Craig: "o teatroé uma arquitetura em movimento."
Teatro Contemporâneo- O Ator: O Poeta da Cena
A arte do ator é uma teia de extrema delicadeza e de corajosa ousadia. Um percurso ávido , tecidopela paixão de conhecer o homem, o mundo, o cosmo, como uma necessidade implacável, apetitede vida, rigor cósmico, criação contínua.Uma difícil e prazerosa arte de inscrever, com verdade, no tempo e no espaço da representação,os segredos da alma humana. Uma força criadora que apreende a interioridade ( as aspirações, osfluxos secretos do desejo) e se inscreve na exterioridade.Uma trajetória, na qual o importante não é o se assentar no que foi acumulado, não é o capitalizaras habilidades técnicas e as teorias, nem passar por provas de genialidade e sim o enfrentar odesafio diário em abraçar as suas precariedades, as suas contradições, os seus limites, tendocomo grande desafio, transformá - los em matéria expressiva, em algo ainda não nascido,fazendo-o nascer. Uma arte em vida, dinâmica, em movimento, em ação, germinada por essedesejo invencível do vir-a-ser. Uma representação habitada por marcas de sua própria história,gravadas em sua memória, escrita em sua própria carne.Um trabalho orgânico, onde o ator coloca a sua humanidade não de maneira desatinada edescontrolada. Uma matemática criadora, embasada por uma técnica que garante qualidade,rigor, precisão e que vai possibilitar ao ator locomover-se, construir - se e se tornar uma presençaativa em cena, ou seja, o ator é ao mesmo tempo material e organizador de seu trabalho. Eledeve ser um compositor a cada dia. Todos os dias ele esculpe e compõe a sua obra: ele mesmo,obra viva do teatro. Todos os dias ele escreve uma poesia com o seu corpo.
 
Por isso, uma obra poética - porque capaz de nos enlevar para além de mundos conhecidos,permitindo - nos entrar em contato com o nosso ser essencial. O teatro é a arte de reavivarmemórias, busca atingir o ser do homem, se comunica em um outro plano, diferente da realidadecotidiana, superficial e inútil. Rompe a linguagem para tocar a vida. Transmite verdades que deoutro modo permaneceriam ocultas. Traduz o intraduzível. Torna visível o invisível Um atorevelador que exige coragem e generosidade.Eis a trajetória do processo de formação do ator. Uma prática sedimentar, com camadas de razãoe emoção, depuradas pela ação do tempo milenar, mostrando como a força de uma arte tãoantiga continua atual e múltipla, possibilitando o ato único de alta comunhão e celebração e "nosimbuindo de um ardente e passageiro sabor de outro mundo, no qual nosso universo presenteesteja integrado e transformado", como diz Peter Brook.
Texto:
 NOÇÕES DE TEORIA DO TEATRO
Esta página, e também as outras páginas desta série, contêm algumas noções deTeoria do Teatro para uma visão geral do trabalho de planejamento de uma peça teatral. Acredito que essas noções poderão ser razoavelmente informativas para o leitor em geral, e úteis ao Orientador Educacional que deseja tomar oteatro por instrumento pedagógico, enquanto não encontrarem um bom livro ouum Site na Internet com informações mais completas sobre o assunto.
O Teatro.
 Existe grande polêmica sobre a definição de Teatro. Porém, uma página sobreTeoria do Teatro deve começar – me parece –, pela definição do que o Teatroé. Então, se partimos do fato irrecusável de que há uma história, escrita oumemorizada, que dá origem ao drama a ser representado, então o drama estásubordinado a uma peça literária, por mais simples e rústica que esta seja. AArte Dramática, ou Arte do Teatro – que envolve a arte de bem representar, aarte da iluminação, a arte da montagem do cenário, etc. –, é uma forma demanifestação artística a serviço da Literatura, assim como também a própriaArte do Livro – que envolve a arte da ilustração, a arte da impressão, a arte daencadernação, etc. No Teatro, uma história e seu contexto se fazem reais e verídicos pelamontagem de um cenário e a representação de atores em um palco, para um público de espectadores. Por exemplo: um indivíduo pode não acreditar naexistência do fantasma em uma história que lê em um livro, mas terá asensação de realidade desse fantasma se ele o vê no palco, e se o personagemlhe parecer autêntico, por agir do modo como, na sua concepção, um fantasmahaveria de agir..Pode ser dito, então, que
o teatro é uma forma de manifestação artística emque uma história e seu contexto se fazem reais e verídicos pela montagem deum cenário e a representação de atores em um palco, para um público deespectadores
.A representação teatral será o resultado do trabalho de muitos profissionais: dodramaturgo, dos atores maiores e menores, do diretor de palco, do pintor do

Activity (53)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Rafael Bougleux liked this
elli_cmo1980 liked this
Bruna Smiljanic liked this
Felipe Campelo liked this
Thaiz Sant'Ana liked this
Marluce B Passos liked this
Ingrid de Moraes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->