Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
30Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
QUESTÕES DIREITO COMUNITÁRIO I

QUESTÕES DIREITO COMUNITÁRIO I

Ratings:

4.0

(1)
|Views: 3,545 |Likes:
Published by mirorajao

More info:

Published by: mirorajao on Dec 31, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/25/2013

pdf

text

original

 
DIREITO COMUNITÁRIO I
2009
ALTAMIRO RAJÃO -
|
DIREITO
1
QUESTÕESDIREITOCOMUNIRI
Lisboa,em11 dedezembrode2009 
FONTESPRINCIPAIS:
v
DIREITODAUNIÃOEUROIAALMEDINAFAUSTOQUADROS 
v
ACRISEDASFRONTEIRASEDIÇÕESCOSMOSLSSÁ
v
APONTAMENTOSDASAULASDOSPROFESSORESMARIATERESABRACINHAVIEIRAeLUISPEDRORUSSOSOARE
FONTESSECUNDÁRIAS:
v
DICIONÁRIODEPOLÍTICA-NORBERTOBOBBIO,NICOLAMATTEUCCIEGIANFRANCOPASQUINO
v
WIKIPÉDIA
 
DIREITO COMUNITÁRIO I
2009
ALTAMIRO RAJÃO -
|
DIREITO
2
1. DISTINGUIRASCARACTERÍSTICASENTREOSQUEENTENDEM OESTADOCOMOOBJECTODEINVESTIGÃOPARAALOCALIZAÇÃODASEDEDEPODER,EOSQUEDEFENDEMOCONCEITODEEXTRATERRITORIALIDADEDOMESMO.
Resposta:
Diante das transformações ocorridas, principalmente a partir dosanos 90, começaram a surgir os fenómenos da integração, Globalização dosRegionalismos, mas acima de tudo da Mundialização. Estas transformaçõescolocaram em choque os conceitos de Estado e de Território. Deixaram deter uma concepçãoclara diante do conceitode extraterritorialidade.Esta espécie de dicotomia é discutida por diversas escolas. Senãovejamos:
Ø
O Prof. Adriano Moreira entende que a análise do Poder e asua localização é mais um fenómeno de Ciência Politica do queinerente doconceito de Estado.
Ø
Os Professores Paulo Otero e Adelino Maltez, entendem que oestudo da localização do Poder fora do Estado, é mais típicodas Universidades Norte-Americanas, enquanto o estudo doPoder dentro do Estado é um fenómeno que mais se estudanas Universidades Europeias.
Ø
Também Jean Monnet chama a atenção para os níveis dedecisão na Europa, afirmando nomeadamente de que a sedede Poder não está ou não se localiza no local onde se exerce ovoto, dizendo mesmo:
“a Comunidadenão éum assunto neexterno ou interno decada Estado, maspossui sim elementos decadaum” 
.
Ø
Maurice Duverger também afirma que
“porque no principio não era o Estado, mas o Homem terá de ser o Estado a se Humanizar,enãooHomemquetemdeseEstadualizar” 
; nestesentido podemos admitir que haja um Povo Comunitário quese venha a constituir em Nação.
Ao meu ver, a questão posta está centrada no instituto da Soberania. conceitodesoberaniaatendeànecessidadepolíticadeconcentrar numasóinstânciamonopólio legal da força. Representa, ao mesmo tempo, uma reão ao exercício fragmentadodopoder políticosobreummesmoterritório.Soberaniaéaautoridadedeumestadoparaditar oueliminar normas,manter a ordemeadministrar ajusta.Dizer queumestadoésoberanoéomesmoqueafirmaque suasleis têm autoridade definitiva, ou seja, que não existe poder acima dele. A
 
DIREITO COMUNITÁRIO I
2009
ALTAMIRO RAJÃO -
|
DIREITO
3
idéia de soberania tem profunda ligação com o conceito de poder político, pois consiste na racionalização jurídica do poder, isto é, na transformação da força em poder legítimo,quandoopoder defatosetornapoder dedireito.Vemos então a relação da Soberania ligada a sua actuação dentro de um determinadoespaçogeográfico.Por essarazão,quediversascorrentesdominantequedefendemasoberaniadoEstadodentrodeumdeterminadoterritório.Aolongodoséculo XX,produziu-seumalimitaçãocadavezmaior dasoberania plena do estado como conseqüência do surgimento de organismos com autoridade supranacional, como asNaçõesUnidase a União Européia, e de pactosmilitaresque limitam a capacidadedeatuação decadapaís, deacordo com interessescoletivosde defesa.Como dito, na União Européia observamos o instituto d
EXTRATERRITORIALIDADEDO EXERCÍCIO DO PODE
. Este determina o carácter da actuação daUEentreosEstadosMembros, por intermédio desuasaçõeslegislativas,executivas, judiciaisedefiscalizão. Estasõessão definidaspelo sistemaorgânico (ógãos constituintes principais e complementares) da UE e das Comunidades, que visamproteger osinteressescomunitários,estendendoosseusefeitosatodososseus integrantes(EstadosMembros,EstadosExíguoseRegiõesUltraperiféricas),emvirtude dos Tratados, Planos, Convenções e/ou Princípios do Direito da União Européia.Portanto,estaéaidéiadequenaUE,asededepoder oestánumsólocal.
2. EXPLIQUEAIDÉIADETERRITÓRIOCOMODEFINIDOSDESEDEDEPODERDEUM ESTADO.
Resposta:
Território é o termo que designa, em direito, uma parte determinada da superfície terrestre sujeita à soberania de um estado. Compreende o espaçterrestre,aqticoereo.
A noção de território, como componente necessário do Estado, só apareceucom o Estado Moderno, embora, à semelhança do que ocorreu com a soberania,isso não queria dizer que os Estados anteriores não tivessem território. Durante aIdade Média, com a multiplicação dos conflitos entre ordens e autoridades, tornou-se indispensável essa definição, e ela foi conseguida através de duas noções: a desoberania, que indicava o poder mais alto, e a de território, que indicava onde essepoder seria efetivamente omaisalto.Com raríssimas exceções, os autores concordam em reconhecer o territóriocomo indispensável para a existência do Estado, embora o considerem de maneiras

Activity (30)

You've already reviewed this. Edit your review.
Ana CC liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
coimbracity liked this
Catarina Coelho liked this
Raquel Costa liked this
Catarina Coelho liked this
Lúcia Duarte liked this
borons liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->