Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
106Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Vladimir Maiakóvski - Poemas

Vladimir Maiakóvski - Poemas

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 24,414|Likes:
Published by Сталкер

More info:

Published by: Сталкер on Jan 06, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

01/02/2014

pdf

text

original

 
 
POEMAS
(Geórgia, 1893 -1930)
http://groups-beta.google.com/group/digitalsource
 
 
A blusa amarela
Do veludo de minha vozUmas calças pretas mandarei fazer.Farei uma blusa amarelaDe três metros de entardecer.E numa Nevski mundial com passo pacholaTodo dia irei flanar qual D.Juan frajola.Dexai a terra gritar amolengada de sono:“Vais violar as primaveras verdejantes!”Rio-me, petulante, e desafio o sol!“Golto de me pavonear pelo asfalto brilhante!”Talvez seja porque o céu está tão celestial!E a terra engalanada tornou-se minha amanteQue lhes ofereço versos alegres como um carnavalAgudos e necessários como um estilete pros dentes.Mulheres que amais minha carcaça giganteE tu, que fraternalmente me olhas, donzela.Atirai vossos sorrisos ao poetaQue, como flores, eu os cosereiÀ minha blusa amarela!
 
 
A Esperança
 
(Tradução de Haroldo de Campos)
Injecta sangueno meu coração,enche-me até o bordo das veias!Mete-me no crânio pensamentos!Não vivi até o fim o meu bocado terrestre ,sobre a terranão vivi o meu bocado de amor.Eu era gigante de porte,mas para que este tamanho?Para tal trabalho basta uma polegada.Com um toco de pena, eu rabiscava papel,num canto do quarto, encolhido,como um par de óculos dobrado dentro do estojo.Mas tudo que quiserdes eu farei de graça:esfregar,lavar,escovar,flanar,montar guarda.Posso, se vos agradar,servir-vos de porteiro.Há, entre vós, bastante porteiros?Eu era um tipo alegre,mas que fazer da alegria,quando a dor é um rio sem vau?Em nossos dias,se os dentes vos mostraremnão é senão para vos morderou dilacerar.O que quer que aconteça,nas aflições,pesar...Chamai-me!Um sujeito engraçado pode ser útil.Eu vos proporei charadas, hipérbolese alegorias,malabares dar-vos-eiem versos.Eu amei...mas é melhor não mexer nisso.Te sentes mal?

Activity (106)

You've already reviewed this. Edit your review.
Patricia Gondeck liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
nazazi liked this
Diego Grossi liked this
Raphaël Cruz liked this
Tainah Paulain liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->