Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
203Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
2 - Os Lusíadas - Proposição, Invocação e Dedicatória

2 - Os Lusíadas - Proposição, Invocação e Dedicatória

Ratings:

5.0

(3)
|Views: 49,422 |Likes:
Breve análise da Proposição, Invocação e Dedicatória d' Os Lusíadas de Luís de Camões e exercícios para consolidação de conhecimentos.
Breve análise da Proposição, Invocação e Dedicatória d' Os Lusíadas de Luís de Camões e exercícios para consolidação de conhecimentos.

More info:

Published by: Maria Filomena Ruivo Ferreira on Jan 07, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/09/2013

pdf

text

original

 
Canto IProposição
Síntese
 Na proposição, o poeta pretende exaltar:-
“As armas e os barões assinalados”
, ou seja, todos aqueles homens cheios decoragem que descobriram, “por mares nunca dantes navegados”, novas terras, indo maislonge do que aquilo que alguém podia esperar de seres não divinos, “Mais do que prometia a força humana”.-
“Daqueles Reis que foram dilatando”
, ou seja, os reis que contribuíram para que a fécristã se espalhasse por terras que foram sendo descobertas, alargando assim o ImpérioPortuguês.-
“E aqueles que por obras valerosas”,
ou seja, todos os que são dignos de seremrecordados pelos feitos heróicos cometidos em favor da pátria e que, por isso, nemmesmo a morte os pode votar ao esquecimento, “Se vão da lei da Morte libertando” poisforam imortalizados.Para tal compara os feitos dos portugueses aos de Ulisses, herói da Odisseia deHomero e aos de Eneias, o troiano que, na Eneida de Virgílio, chegou ao Lácio e fundouRoma.A proposição funciona como uma
apresentação geral
da obra, é uma
síntese
daquilo que o poeta se propõe fazer.
Propor
significa precisamente
apresentar, expor,anunciar, mostrar.O poeta mostra aquilo que pretende
ao escrever a epopeia:
Cantandoespalharei por toda a parte”.
O verbo
cantar
tem aqui o sinónimo de
exaltar, enaltecer
ou
celebrar
.Através da poesia,se tiver talento para isso,tornarei conhecidos em todo o mundo
os homens ilustres
que fundaram o império português do Oriente
os reis, de D. João I a D. Manuel
,que expandiram a fé cristã e o império português
todos os portugueses
dignos de admiração pelos seus feitos.
 
AnáliseExercícios:
1. Camões refere alguns heróis da Antiguidade que são muito famosos.Identifica-os associando as expressões à respectiva figura:
a) sábio gregoAquiles, herói da Ilíadade HomeroEneias, herói da “Eneida” de Virgílio b) troianoUlisses, herói da Odisseiade Homero
2. Relê os versos: “E aqueles que por obras valerosasSe vão da lei da Morte libertando”.2.1. Explica, seleccionando a resposta correcta, o sentido dos versos.
a) Os que por terem realizado grandes obras se tornam imortais, ou seja,conhecidos para sempre. b) Os que por terem desenvolvido grandes obras se tornam imortais, isto é, jamais morrem.
3. Atenta nas seguintes formas verbais da 3ª estrofe e indica, associando àcoluna da direita, o tempo verbal em que se encontram.
cessemPretérito Imperfeito do Conjuntivocale-seImperativocessePresente do ConjuntivoApesar de estarem no Presente do Conjuntivo, as três formas transmitem a ideiade ordem (Imperativo). Para o poeta, os feitos dos outros heróis até agora venerados nãotêm comparação com os dos portugueses que merecem, por isso, ser dignificados – “Que outro valor mais alto se alevanta”.A nível da
estrutura interna
, a obra apresenta quatro planos narrativos queorientam a acção:
- Plano da Viagem
: refere-se à narração da viagem de Lisboa até à Índia, com a partida de Belém, a paragem em Melinde e a chegada a Calecut.
 
- Plano da História:
refere-se aos momentos em que se apresentam factos daHistória de Portugal.
- Plano dos Deuses:
também chamado mitológico pela intervenção dos deusesna acção, facilitando e complicando a viagem.
- Plano do Poeta:
refere-se às considerações pessoais que o poeta tece e quedeveriam ser em número reduzido.
4. Os quatro planos narrativos que orientam a acção estão presentes desde oinício. Associa o plano ao verso correspondente.
a) Plano da ViagemCantando espalharei por toda a parte b) Plano da HistóriaA quem Neptuno e Marte sempre obedeceramc) Plano dos DeusesDaqueles Reis que foram dilatandod) Plano do PoetaPor mares nunca dantes navegados
5. Relê com atenção a terceira estrofe e repara na expressão
“peito ilustre Lusitano” 
. Explica a metomia presente nessa expreso, seleccionando orespectivo significado.
a)os povos ibéricos b)os alemãesc)o ilustre povo LusitanoA
metonímia
é a substituição de uma palavra por outra com a qual ela estáintimamente relacionada. Por exemplo, na frase “Vamos ler Caesumametonímia, porque de facto o que vamos ler é uma obra de Camões.“Ametonímiaé umafigura de estilodo nível semântico que consiste em
designar uma realidade por meio de outra realidade
relacionada com a primeira, por contiguidade ou proximidade.”Exemplo (Ferreira de Castro,
 Emigrantes
):"Borges interrompeu, com voz triste e céptica: – É difícil... É muito difícil... Quase ninguém lê.
O país é analfabeto
."(o país: as pessoas do país).»

Activity (203)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Raika Barreto liked this
Liliana Gomes liked this
Mélani Diana liked this
Ju Pina liked this
VanessaH27 liked this
Clara Simões liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->