Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
70Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Apostila de D. Civil OAB/RJ

Apostila de D. Civil OAB/RJ

Ratings:

5.0

(12)
|Views: 5,687|Likes:
Published by dra.patricia.adv
Galera, tô deixando disponível pq eu tenho coinsciência social de que nem todos podem pagar R$ 600,00 a R$ 800,00 para fazer um preparatório pra 1ª fase da OAB/RJ.

Então estou postando o material do curso fraga no Estado do Rio de Janeiro, ok?
Forte abraço,
Patrícia
Galera, tô deixando disponível pq eu tenho coinsciência social de que nem todos podem pagar R$ 600,00 a R$ 800,00 para fazer um preparatório pra 1ª fase da OAB/RJ.

Então estou postando o material do curso fraga no Estado do Rio de Janeiro, ok?
Forte abraço,
Patrícia

More info:

Published by: dra.patricia.adv on Apr 10, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

 
Curso Fraga
Sumário1.Pessoas – ente que guarda em se atributos físicos, psíquicos e morais.1.1.Pessoa Natural antigas pessoas sicas ser humano que possui os atributos acima e éprotegida civil, penal e administrativamente. Tem personalidade jurídica: titular de deveres eobrigações e direitos.1.1.1.Personalidade Jurídica
Início da personalidade (nascituro) – se dá com a 1ª troca oxi-carbônica – tem que respirar.Mesmo que não esteja destacado do cordão umbilical e não tenha forma humana.
Características
o
Vitalícia - Jurídica é vitalícia (inicia com a vida e termina com a morte)
o
Inalienáveis - Não podem ser negociados direitos da personalidade.
o
Intransferível - Contrato BBB pode ser invalidado é intransmissível não pode ser transferido.
o
Imutável - o nome pode ser alterado através do judiciário.
Observações: Pode-se dispor 
o
Direito a Imagem – personalíssimo. Existe a liberdade de ser expor a imagem. Lei9807/99 – protege as testemunhas (a imagem da testemunha é protegida pelo Estado),quem expõe a testemunha responde civil e criminalmente.
o
Direito ao Corpo – somente o médico – Art. 13 CC – Intervenção cirúrgica deve ter autorização do paciente ou não, em caso de perigo de vida. Os médicos (quem temconhecimento técnico), paramédicos – podem violar o direito ao corpo. Em caso deacidente, o acidentado pode responsabilizar civilmente alguém que o tenha socorridode maneira errônea.
o
Direito da Família – Art. 1513 CC – Protege o direito a privacidade.Nem os conjugues podem falar de sua intimidade conjugal. Faz com que o conjugueprejudicado tenha o direito à reparação de danos.
Registro de Nascimento – art. 51 e 55 Lei 6015/73 – tem 15 dias para o pai registrar, caso nãoseja registrado no prazo se paga multa, ou 03 meses para a mãe.Local: onde ocorreu o parto.Não pode usar nome estrangeiro, esquisito.Não havendo o registro paga-se multa. Se houver internação abre-se processo administrativopara isenção da multa ou apresentar-se hipossuficiente.
Fim da Personalidade Se com a morte, quando cessam as atividades celebrais,respiratórias, circulatórias, cessa a personalidade jurídica. A pessoa morre e deixa de ter atributos físicos e psíquicos, mas continua tendo atributos morais, pode ter sua moralmaculada (vilipêndio ao cadáver e também a honra).
Tipos de Morte:
Morte Natural
Morte presumida =/= Ausência – art. 37 CC – quando estiver em situação de perigo, aspessoas não encontradas após as buscas são consideradas mortas. Abre-se a sucessão.A morte presumida é declarada para sentença declaratória e só faz coisa julgada formal.A partir do cessar das buscas, os herdeiros podem pedir a sucessão provisional, se apessoa não aparecer a provisional é convertida em definitiva.Para casamento é necessária a sentença declaratória mais 5 anos para que se declare oestado civil de viúva.
página 1
 
Ausência – Não é necessário a situação de perigo. Prazo de 20 anos ininterruptos. Nãose deve ter notícias da pessoa. Se a pessoa sumiu com 80 anos conta-se somente 5anos para abertura da sucessão e a declaração de ausente.
Civil – Dá-se com a declaração de insolvência ou quando é deserdado (deserção,indigno). Insolvência civil que se dá quando a pessoa avoca obrigações que não podecumprir. Dá-se porque não se pode praticar atos da vida civil (atos patrimoniais).
Comoriência – presunção legal - quando não se puder ter certeza de quem morreu antes,a título de sucessão, o juiz pode declarar a comoriência. É uma presunção.
Registro do Óbito – art. 78 lei 6015/73.
No Hospital - o próprio hospital comunica
Na Rua – O IML dá a data provável do falecimento. Se houver tido alteração patrimonial(saques), quando a pessoa estiver morta, quem se aproveitou responde por estelionato, pois houve má-fé do não registro do óbito. Se houver saque, o mesmo deveser devolvido ao saque. Mesmo que seja herdeira única e testada (testamento).1.2.Capacidade - a utilização dos direitos. É a aptidão real de gozar pessoalmente dos seus direitos e honrar pessoalmente das obrigações e deveres. Após os 18anos ou emancipado, são totalmente capazes1.2.1 - Tipo de Incapacidade:
-
Relativamente Incapaz – assistidos 16 a 18 anos. A vontade do assistente não podeconflitar com a vontade do assistido. Teoria da Vontade: esse conflito deve ser levado aoJudiciário.
-
Ébrio, Toxicômano – só são incapazes enquanto não puderem expressar sua vontade –negócio jurídico é anulado por vício de vontade – Incapacidade Temporária.
-
A lei 6001/73 protege o silvícola – regula a incapacidade.
-
Absolutamente Incapaz – abaixo dos 16 anos, é representado. O representante fala emnome do representado, mas não pode haver conflitos de interesses (pais, tutores,curadores, curadores especiais – MP).1.2.2 – Emancipação:
Voluntária – quando pai e mãe buscam o judiciário para emancipar o maior de 16 anos.
Legal -
Judicial – quando o pai ou a mãe não quer transferir o poder para o filho, o judiciáriosupre a autorização de um dos pais. A sentença tem natureza jurídica constitutiva.2.Nome2.1.Conceito – Atributo principal da personalidade. Individualiza a pessoa.2.2.Elemento – Nome (nome de família) e Pré-nome.2.3.Alteração – Art. 46 da lei 6015/73, o nome só pode ser alterado por sentença judicial, depois dopedido justificado. A sentença tem natureza jurídica constitutiva positiva, pois é criado um outronome. O nome de família pode ser mudado no caso de adoção, quando a criança é menor. A partir da sentença que declara a adoção.Nomes Comerciais – tem que ser registrados.Todas as alterações de nome são feitas judicialmente.2.4.Proteção ao Nome3.Pessoa Judica3.1.Conceito ente que tem atributos morais e psicológicos e patrimoniais. Psicológico honrasubjetiva – quando a imagem da empresa é maculada.3.2.Requisitos
Vontade da Criação da pessoa jurídica;
Forma – implícita no registro;
Objeto Verdadeiramente declarado e lícito – não se pode registrar uma coisa e desenvolver atividade diversa.3.3.Natureza Jurídica – realidade técnica (art. 30 CC). Também absorve deveres e direitos e cumpreobrigações.
página 2
 
3.4.Tipos
Pessoa Jurídica de Direito Público – Art. 40 c/c art. 42 CC
Internos: União, Estados Membros, Distrito Federal, Territórios (não existe hoje, maspoderá ser criado e deve ser considerado), Municípios.
Externos: Autarquias (criadas por lei DL 200/67), Fundações Públicas – autorizadas por lei.
Pessoa Jurídica de Direito Privado - art. 44 CC (os bens podem ser penhorados) –empresas privadas, fundações públicas, ONGs, empresa públicas, sociedade de economiamista - DL 200/67 autorizadas por lei. Somente Lei Ordinária pode autorizar sua criação –medida provisória não pode.
Entes Despersonalizados - personalidade formal ou anômala. Não são titulares de direitos.Ex.: O espólio, família não tem capacidade sozinho de adquirir ou realizar atos da vida civil,necessita de representação. Ex.: Inventariante no espólio; sindico de massa falida.3.5.Personalidade Jurídica3.5.1.Inicio – com o registro;3.5.2.Fim – por vontade (convencional) pede-se o cancelamento do registro, para falência judicial.3.5.3. Administrativamente quando é exercida atividade diversa da registrada, o registro écassado.3.6.Tipos de Cancelamento3.6.1.Convencional3.6.2.Legal3.6.3.Administrativo3.6.4.JudicialDesconsideração da Personalidade Jurídica art. 28 do Codecon. A pessoa jurídica é representadaadministrativamente, comercial. É utilizada para a pessoa física que está para trás da empresa. Tem que seprovar: má aplicação de recursos na prestação dos serviços, fraude, má administração de serviços. Éatingido o patrimônio pessoal da pessoa física.Pode ser pedida dentro da ação rescisória? Sim, pois a fraude leva a ação rescisória. Depois de exaurida a jurisdição, não há como se pedir a desconsideração. Ocorre nas relações de consumo e nas relaçõestrabalhistas.4.Domicílio4.1.Conceito – residência com âmbito de permanência.4.1.1.Funcionário público – onde trabalhar e onde morar.4.1.2.Militar - Pode – se ter vários domicílios ânimos de permanência – caracteriza o domicílio – ese configura para relações sociais e financeiras na região (reações sociais conta no bancopróximo ex) (relação financeira – compra de comercio, compra da casa etc).4.2.Tipos
Natural – Aquele em que a pessoa opta, para vontade.
Eleitoral: comumente é o domicilio voluntário. Mas também é opcional.
Pode – se mudar de domicilio, mas continuar votando em outro.4.3.Características: Art. 50 Código Civil.
Quando a pessoa tem mais de um domicilio, seu domicilio processual será onde for encontrada.
Quando não houver domicilio fixado qualquer local em que foi encontrado valerá comodomicilio civil ou processual.5.Bem5.1.Conceito - tudo aquilo que serem para satisfazer uma necessidade. Podem ter ou não cunhopecuniário.5.2.Classificação:
página 3

Activity (70)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
hermionejesus liked this
josoell liked this
Iremar de Lima liked this
JoaoMartineli liked this
Documentos_rca liked this
edivaldo_jp liked this
rlb013 liked this
Celis Danieli liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->