Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
9Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A Paz na Família

A Paz na Família

Ratings: (0)|Views: 1,892 |Likes:
Published by Maite Tosta
Livro do Padre Francisco Faus sobre Família
Livro do Padre Francisco Faus sobre Família

More info:

Published by: Maite Tosta on Jan 19, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as RTF, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/16/2013

pdf

text

original

 
FRANCISCO FAUS
A PAZ NA FAMÍLIA
QUADRANTESão Paulo1997
 
Copyright © 1997 QUADRANTE, Sociedade de Publicações CulturaisCapaJosé C. PradoIlustração da capa
Mother and child 
(1922), de Pablo Picasso;The Baltimore Museum of Art.Francisco Faus é licenciado em Direito pela Universidade de Barcelona e Doutor emDireito Canônico pela Universidade de São Tomás de Aquino de Roma. Ordenadosacerdote em 1955, reside em São Paulo, onde exerce uma intensa atividade de atençãoespiritual entre estudantes universitários e profissionais. Autor de diversas obras literárias,algumas delas premiadas, já publicou na coleção Temas Cristãos, os títulos
O valor dasdificuldades
,
O homem bom
,
 Lágrimas de Cristo, lágrimas dos homens
,
 A língua
,
A paciência e A voz da consciência
.Distribuidor exclusivo em Portugal: REI DOS LIVROS,Rua dos Fanqueiros, 77-79, 1100 – LisboaTodos os direitos reservados aQUADRANTE, Sociedade de Publicações CulturaisRua Iperoig, 604 – Tel. 3873-2270 – Fax: 3673-0750CEP 05016-000 – São Paulo – SP
 
INTRODUÇÃODESEJOS DE PAZSe perguntarmos a uma pessoa recém-casada qual é o bem que mais deseja nafamília, provavelmente responderá: – O amor.Se fizermos a mesma pergunta a um homem ou a uma mulher já maduros, comlongos anos de convivência familiar, é provável que nos responda: – A paz. Nem todos dirão isso, certamente, mas muitos, sim. É que os anos de convívio entremarido e mulher, e entre pais e filhos, vão evidenciando, com luminosa clareza, que a paz éum bem inestimável, tanto mais precioso quanto mais frágil e difícil é de conseguir e deconservar. – Paz! Pelo amor de Deus, quero paz lá em casa! – dizem alguns, com gemidos denáufrago que já não agüenta mais segurar-se numa tábua no meio da tormenta.Têm ampla experiência das agruras da “guerra”: desavenças, incompreensões, brigas, maus humores, recriminações, injustiças, teimosias, desafios, reclamaçõesmonótonas... A esses, a harmonia parece-lhes um sonho que lhes escapou das mãos hámuito tempo, como se fosse um balão perdido no espaço, sem meio algum de o recuperar.A harmonia familiar é um ideal que essas pessoas entristecidas amam, com umamor ardente e dolorido, unido à convicção amarga de que a paz familiar estável não existena terra ou, caso exista, é uma loteria que não os contemplou.Uma loteria, uma questão de sorte. É assim que muitos vêem as alegrias da pazfamiliar. Uns são agraciados e outros não. Qualquer pessoa – pai, mãe, filho – que sequeixa da falta de paz familiar costuma dispor de uma explicação para essa infelicidade: amá sorte de ter que conviver com um cônjuge ou filhos – ou pais – de caráter difícil, detemperamento insuportável, de... Instintivamente, o queixume pela falta de paz toma aforma de uma acusação. Sabemos bem quem são os culpados, e sabemos bem de que malessão culpados. É a grosseria do marido, é a indisciplina e o desrespeito dos filhos, é a tiraniairracional dos pais... Ou, então: “É que não me compreendem, não me escutam, nãoacreditam em mim, não têm responsabilidade, não têm ordem, gritam à toa, ofendem...

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->