Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword or section
Like this
2Activity
×
P. 1
Escatologia PDF

Escatologia PDF

Ratings: (0)|Views: 3,649|Likes:
Published by vcontaifer

More info:

Published by: vcontaifer on Feb 09, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

01/18/2013

pdf

text

original

 
 ESCATOLOGIA
O que é Escatologia.
O termo escatologia origina-se de duas palavras gregas, "éschatos" e "lógos"."Éschatos" significa: Último de uma série, fim de uma era, extremo de uma jornada,ponto final de um acontecimento, alvo a ser atingido, meta. A palavra "lógos" temvariadíssimo uso, mas aqui é tomada no sentido de estudo. Portando, "escatologia" é oestudo das últimas coisas, dos acontecimentos do fim dos tempos, o termo final da atualordem mundial e da presente história humana. Tal fim se dará, segundo as Escrituras,com a volta de Cristo, a ressurreição de todos os mortos, a transformação dos eleitos, queestiverem vivos na ocasião do evento, o juízo final, a glorificação dos justos, a perpétuacondenação e detenção de Satanás com seus anjos e súditos.
Correntes Escatológicas.
Há quatro principais correntes escatológicas. Ei-las:
01- Amilenismo:
 Sustenta que o milênio está em curso. Começou com a ressurreição e exaltação de Cristoe criação da Igreja. Terminará com a segunda vinda do Cordeiro.
02- Pré-milenismo:
 Prega que o reino milenário do Messias será implantado na terra, material, social, políticae religiosamente, por ocasião de sua volta e com a ressurreição dos justos. O reinomilerário terminará com a ressurreição e a condenação final dos ímpios.
03- Pré-milenismo dispensacionalista, tribulacionista:
Ensina o arrebatamento secreto daIgreja; a volta de Cristo em dois tempos; dois distintos povos de Deus, Igreja e Israel;dois reinos; duas ou mais ressurreições; mais de um juízo; tribulação somente para Israel.
04- Pós-milenismo:
Divulga um crescimento numérico e espiritual da Igreja até chegarao ponto ideal, preconizado por Deus, quando se implantará o reino milenário do Messiascujo término se dará com a ressurreição geral, juízo final e reinado eterno de Cristo. AIgreja, dizem os pós-milenistas, pela pregação do evangelho promoverá a conversão dasnações e a conseqüente paz milenária no mundo.
Definições ideológicas sintéticas:
a-
 Amilenismo:
Cristo instaurou o reinomilenário na sua primeira vinda, estabelecendo a nova era, o tempo da Igreja. b-
Pré-milenismo:
O milênio virá depois da segunda volta de Cristo e será um reinado terreno epolítico do Messias com sua Igreja. c-
Pré-milenismo dispensacionalista, tribulacionista:
 Cristo virá para cumprir a septuagésima semana da Daniel. Primeiro, arrebatará a Igreja.Depois, durante três anos e meio, congregará Israel. A seguir, haverá a grande tribulação,durante mais três anos e meio. Então Cristo retornará e dará início ao reino milenário,regendo de Jerusalám o mundo. d-
Pós-milenismo:
O reino milenário será implantadopaulatinamente pela pregação universal do evangelho e pelo crescimento e santificação daIgreja.
 
Escatologia na Revelação.
A escatologia faz parte integrante e integral da revelação. Toda e qualquersolução efetiva na ordenação, correção, condução, preservação e habilitação dos eleitospossuía dimensão futura, um tipo de imagem ou esboço do que haveria de acontecerplena, definitiva e perfeitamente. O conteúdo escatológico do Velho Testamento,portanto, sob o foco do Novo, pode ser fácil e claramente percebido em todos os seus
 
principais e fundamentais eventos reveladores. Exemplos: 01-
Na criação do homem.
 Previsões futuras para o homem e a humanidade: Fecundidade, proliferação, povoamentoda terra, comando da natureza
,
domínio sobre todos os seres criados, guarda da ordemnatural e atividades ergológicas criativas ( Gn 1.28 e 2.15 ). 02-
Na queda:
Anúncio doadvento de um ser humano poderoso, capaz de esmagar a cabeça da serpente, apontandopara o futuro Redentor, Jesus Cristo ( Gn 3,15 ). 03-
No dilúvio:
Houve uma recriação domundo, um restabelecimento da aliança feita com Adão e uma promessa, sinalizada peloarco-íris, da não reincidência da catástrofe diluviana. O Novo Testamento vê a Arca deNoé como símbolo escatológico da Igreja ( Mt 24.38; Hb 11.7; I Pe 3.20,21; II Pe 2.5 ).04-
Em Abraão:
Início do povo da promessa e embrião da doutrina da graça percebidona imagem tipológica de Isaque. ( Rm 4. 1-25; Gl 3.6-8; 3.16).
05-
 
Nas mensagensproféticas e na figura ungida de Davi:
As grandes profecias de Israel, especialmente asde Isaias, apontam para um "Servo de Deus", sofredor e vicário, triunfador e libertador deseu povo, herdeiro do trono de Davi, sucessor de Moisés. Os autores neotestamentáriosidentificaram inequivocamente o Messias prometido de que falaram os profetas comJesus Cristo; e próprio Jesus assim o faz ao reformular a lei e ao admitir perante asautoridades judaicas e romanas ser Rei, ter nascido para isso.
 
 
O REINO ESCATOLÓGICO
VISÃO VETOTESTAMENTÁRIA.
 O Velho Testamento desconhece completamente a escatologia em doisestágios, estabelecida no Novo Testamento. Todas as profecias vetotestamentárias apontampara um reino messiânico de base judaica e domínio universal. Por outro lado, o aspetopuramente espiritual é muito escasso e confuso na pregação dos profetas do VelhoTestamento. A ênfase recai num novo rei verdadeiramente ungido, sem as fraquezas e asinjustiças dos anteriores; preconizando um reinado universal do Messias prometido, onde a justiça, a paz, a submissão, a ordem e o respeito são marcas salientes e permanentes. Aesperança profética do Velho Testamento firma-se na promessa de recriação cósmica emque tudo se fará novo: " Pois eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverálembranças das coisas passadas, jamais haverá memória delas" ( Is 65.17 ). Essa esperançaescatológica não inclui o fim da morte e do pecado, mas uma renovação da atual criaçãocom o prolongamento da vida humana e a eliminação dos conflitos entre os seres criados:"Não haverá mais nela ( a nova terra), criança para viver poucos dias, nem velho que nãocumpra os seus; porque morrer aos cem anos é morrer ainda jovem, e quem pecar, só aoscem anos será amaldiçoado" ( Is 65.20 ). " O lobo e o cordeiro pastarão juntos, e o leãocomerá palha como o boi; pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum emtodo o meu santo monte, diz o Senhor" ( Is. 65.25 ). Como se nota, o reino escatológicoprofetizado por Isaias, com a presença do pecado e da morte, nenhuma semelhança temcom o
 
preconizado por Jesus Cristo e pelos apóstolos no Novo Testamento, a serestabelecido, num novo céu e numa nova terra, com e a partir da segunda vinda doCordeiro, onde o pecado e a morte não mais existirão.A esperança de uma terra da promissão para os eleitos começa com Abraão;intensifica-se com Moisés; parece cumprir-se com Josué e realizar-se com Salomão. Noentanto, a promessa é renovada a Davi, mediante aliança, de que o rei do reino a serestabelecido por Javé seria de sua descendência, referindo-se a Jesus Cristo, o Filho doHomem, título que Jesus assumiu, contido na visão de Daniel ( Dn 7.13,14 ), ou rei divino,da preconização de Isaias ( Is 7.14; 9.6 ), que fala ainda do servo sofredor, identificado noNovo Testamento com Jesus Cristo ( Is 42.1-4; 49.5-7; 52.13-15, com destaque do capítulo53 ).
TRIBULAÇÕES.
Os profetas do Velho Testamento previram grandes e intensas tribulaçõesnos tempos antecedentes ao reino escatológico messiânico. O surgimento da nova era seriapenoso para os gentios, inimigos dos eleitos, quando Deus executaria a terrível destruiçãode todos os oponentes de Israel, especialmente os da Babilônia ( Is 13.6-8, 17-22 ).Operíodo tribulacional previsto recebe, geralmente, a designação de "Dia do Senhor" e édescrito com imagens e figuras hiperbólicas. Exemplos: " Uivai, pois está perto o dia doSenhor; vem o todo-poderoso como assolação. Pelo que todos os braços frouxos, e ocoração de todos os homens se derreterá. Assombrar-se-ão, e apoderar-se-ão deles dores eais, e terão contorções como a mulher parturiente; olharão atônitos uns para os outros; os

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->