Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
28Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Fascículo 7: O papel e a função do Ministério Público de servir ao cidadão e à comunidade

Fascículo 7: O papel e a função do Ministério Público de servir ao cidadão e à comunidade

Ratings: (0)|Views: 1,320 |Likes:
Published by dasuaconta
O TCM/CE disponibiliza na íntegra o material de seu curso à distância "Controle Social das Contas Públicas". Aprenda a exercer sua cidadania e fiscalizar o município onde você mora.

No sétimo fascículo o tema é: "O papel e a função do Ministério Público de servir ao cidadão e à comunidade"
O TCM/CE disponibiliza na íntegra o material de seu curso à distância "Controle Social das Contas Públicas". Aprenda a exercer sua cidadania e fiscalizar o município onde você mora.

No sétimo fascículo o tema é: "O papel e a função do Ministério Público de servir ao cidadão e à comunidade"

More info:

Categories:Types, Brochures
Published by: dasuaconta on Feb 09, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/23/2012

pdf

text

original

 
07
O papel e a função do Ministério PúblicoComo buscar o Ministério PúblicoO Ministério Público no CearáO Ministério Público de Contas junto aos Tribunais de Contase o Ministério Público Estadual
O papel e a função doMinistério Público de servirao cidadão e à comunidade
Socorro FrançaLeilyanne Brandão Feitosa
 F i s c a l i z e  s e u  m u n i c í p i o E x e r ç a  s u a  c i d a d a n i a
UNIVERSIDADE ABERTA DO NORDESTE -
ensino a distância
®
www.controlesocial.fdr.com.br
Universidade Aberta do Nordeste e Ensino a Distância são marcas registradas da Fundação Demócrito Rocha.
É proibida a duplicação ou reprodução deste fascículo. Cópia não autorizada é Crime.
 
Curso Controle Social das Contas Públicas
106
Filósofa e cientista políticaalemã,
Hannah Arendt
 (1906-1975) é consideradaa maior estudiosa daformação dos regimestotalitários – além de tersentido pessoalmente osefeitos do stalinismo edo nazismo. Entre suasprincipais obras estão
 Asorigens do Totalitarismo
,
Eichman em Jerusalém
,quando cunhou a expressão“a banalidade do mal”.
Explicitar a importância da Constituição Federal de 1988 para tornar o Ministério Públicoum dos mais importantes protagonistas do Estado Social.Explorar como funciona o Ministério Público e como utilizá-lo.Apresentar as atribuçiõesdo Ministério Público de Contas junto aos Tribunais de Contas erefletir sobre sua relevância para o exercício da democracia.
Objetivos
O papel e a função do Ministério Público
O Ministério Público foi consagrado pela Constituição Federal de1988 como função essencial à administração da justiça. Recebeu a ele-vada missão de defender a ordem jurídica, os direitos sociais e indi-viduais indisponíveis, tendo a natural vocação de defender todos osdireitos que abrangem a noção de cidadania, que na clássica definiçãode
Hannah Arendt
, uma das mais célebres filósofas do século XX,significa “direito a ter direitos”.Surge assim o Ministério Público como instituição desvinculada dequaisquer dos poderes republicanos (Executivo, Legislativo e Judiciá-rio), com o claro objetivo de manter os seus membros livres de qualquerinterferência de autoridades ou grupos econômicos, fortalecendo-os naconcretização das promessas veiculadas na Constituição e nas leis.É certo que o Ministério Público, muitas vezes, serviu de braço ins-titucional do regime militar, tendo em vista que, àquela época som- bria, o Procurador-Geral da República monopolizava o controle deconstitucionalidade de leis e atos normativos em face da Constituiçãoda República. Não se tinha, verdadeiramente, um Ministério Públicona concepção de um defensor da sociedade, mas um defensor de umalegalidade que, não raro, traduzia os anseios da elite militar que go-vernou o Brasil de 1964 a 1985.Bem expressa essa verdade Hugo Nigro Mazzili, um dos maioresestudiosos da instituição do Ministério Público:
Em rigor, portanto, o Ministério Público pode existir seja num regime autoritá-rio, seja num regime democrático; poderá ser forte tanto num como noutro caso; porém, só será verdadeiramente independente num regime democrático, porquenão convém a governo totalitário algum que haja uma instituição ainda que do próprio Estado, que possa tomar, com liberdade, a decisão de acusar até mesmoos próprios governantes ou de não processar os inimigos destes últimos. (ApudPEDRO RUI DA FONTOURA PORTO, p. 159)
Portanto, sendo a democracia o único regime compatível com adignidade humana, e sendo o Ministério Público um de seus maiorese ardorosos vigilantes, não se pode admitir que a instituição seja cria-
 
107
da ou remodelada para servir a interesses ditatoriais, massacrando os
direitos fundamentais
da pessoa humana.É para servir à cidadania que existe o Ministério Público.Para exercitar essas nobres funções, com a necessária serenidadee altivez, aos membros do
Ministério Público Nacional
foi definidauma pauta mínima de garantias, a fim de que homens e mulheres queo compõem não sejam constrangidos no enfrentamento das causaseconômicas e políticas que fragilizem os avanços sociais alcançadospelas lutas democráticas.Nesse contexto, o Ministério Público aparece como um dos maisimportantes protagonistas do denominado Estado Social. Este Estadoprocura concretizar as liberdades públicas, a partir da regulação deatividades estatais e privadas, em especial no que tange à ordem eco-nômica e social, para assegurar a todos existência digna, conforme osditames da justiça social como vem expressado, em fortes tintas, noTítulo VII, da
Constituição Federal
eternizada por Ulysses Guima-rães como “Constituição Cidadã”.Assim, o Ministério Público recebeu a missão de propor as açõespenais públicas, representando a sociedade nos processos de:Punição dos infratores da legislação criminal.Proteger os direitos relacionados à infância e juventude.Velar pelos interesses das pessoas idosas e deficientes.Fiscalizar, de maneira permanente, o processo de criação e fun-cionamento das fundações e entidades de interesse social.Buscar mecanismos que viabilizem a proteção.Recuperação do meio ambiente, do patrimônio histórico, cultu-ral e paisagístico.Também lhe foi conferida a atribuição de zelar pelo patrimônio públi-co, propiciando a adequada destinação dos recursos financeiros e orça-mentários no atendimento das
necessidades básicas
da população.Nesta concepção, a sociedade é parceira imprescindível do processode controle das atividades da Administração Pública, através de seg-mentos civis organizados. Utiliza dos mecanismos de controle socialdisponíveis, dentre eles a provocação ao Ministério Público para queinvestigue e promova a responsabilização de autoridades públicas quese omitem na execução das políticas públicas a que estão constitucional-mente obrigados. Atua também junto aos agentes que desviam recursospúblicos em proveito próprio ou de outrem, enriquecendo de forma ilí-cita, às custas do sacrifício tributário a que está obrigada a população quepaga tributos e preços públicos para formação da receita estatal.A Carta de 1988 prevê, em seu artigo 71, a existência de órgão doMinistério Público junto aos Tribunais de Contas, com a missão defiscalizar e promover, perante aquelas cortes de contas, providênciascom o objetivo de zelar pela correta aplicação dos dinheiros públicos,
Entre os
direitos
 fudamentais estão aliberdade de expressão,o direito de associação,liberdade de credo,liberdade de imprensa eoutras liberdades públicassufocadas pelos regimesautoritários.
O Ministério PúblicoNacional
compreende seusdiversos ramos: MinistérioPúblico Federal, MinistérioPúblico do Trabalho eMinistérios Públicos estaduais.A
Constituição Federal
de 1988 foi chamadade ConstituiçãoCidadã, quando da suapromulgação, em 5 deoutubro, pelo presidenteda Assembléia NacionalConstituinte, o deputadopaulista Ulysses Guimarães(1916-1992).As necessidades básicassão: acesso aos serviços desaúde, inclusão na redeoficial de educação, direitoao saneamento básico,previdência de qualidade,segurança pública e outrosdireitos sociais.

Activity (28)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Paulo Jaimiro added this note
devemos nos importa tudo que tem a ver com o ministerio publico
nathalialimma liked this
Sunny Kelma liked this
Neemarcel liked this
Anderson Venera liked this
andrezzaohana liked this
2010odonto liked this
lunnaltica liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->