Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
12Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
FOTOS DE CASAMENTOS

FOTOS DE CASAMENTOS

Ratings: (0)|Views: 337 |Likes:
Published by murhail

More info:

Published by: murhail on Feb 10, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/26/2010

pdf

text

original

 
FOTOS DE CASAMENTOSA fotografia de casamentos é um dos caminhos que exigem mais responsabilidade e cuidadosdo fotógrafo. Não se pode repetir um casamento ou pedir que se repita algo que você nãofotografou direito, como a entrada da noiva por exemplo.Iremos ver algumas idéias e reflexões sobre este tipo de fotografia. São conclusões pessoais evocê pode nem concordar com boa parte delas, mas algumas são de grande valia para se buscarbons resultados. Recebi algumas mensagens pedindo dicas e aqui vai o início de algumasopiniões. Antes de ir à cerimônia vou tratar do “antes”. Depois escrevo mais. BYEANTESPara começar a oferecer seus serviços você precisa de um mostruário. Como ter um se vocêestá entrando no ramo agora? Você pode se oferecer para fotografar o casamento de algumamigo, mas desaconselho fazer qualquer casal de cobaia em tão significativa data. O mais fácil évocê começar auxiliando um profissional estabelecido. Desta forma aprenderá dicas essenciaisao trabalho e poderá, em algum tempo, ser designado para fazer parte do evento e, apósdemonstrar talento, fará tudo sozinho. Poderás então negociar o uso de algum serviço feitocomo mostruário. Lembre que precisa de autorização por escrito dos fotografados para direitode uso das imagens.Não compensa ir logo abrindo micro empresa. Você pode buscar um registro de autônomo naPrefeitura da cidade. Paga-se uma taxa anual e só. Imposto só o IR. Quando crescer aí abre-se aempresa. O cliente não poderá exigir nota fiscal, só recibo (que você indicará ao IR).Caso não possa alugar um local evite atender clientes em sua casa. Vá até ele com tudo emmãos para uma visita em domicílio. Se possível com o casal, pois os dois poderão expressarmelhor que tipo de foto eles esperam que você faça.Faça um modelo de contrato em duas vias onde descreverá todos os direitos e deveres deambas as partes, bem como uma descrição do tipo de serviço(incluindo aí a escolha entre fotosformais, fotojornalismo ou ambos), preço e forma de pagamento.Caso não tenha um bom capital de giro peça antecipado um valor que cubra todo seu custo, olucro (segunda parte do valor) fica para quando você entregar tudo pronto. É comum os casaisficarem “sem nenhuma banda” após a festa, o que poderá fazê-los adiar a encomenda final,ficando muito tempo com as provas sem haver uma definição. Enquanto isso nada de dinheiro.Se for indicar outros profissionais conhecidos, ligue a eles avisando que o cliente irá procurá-los.A indicação é um caminho de duas mãos. Se tiver sido indicado ligue agradecendo. Evite indicarcinegrafistas que fotografem. O pacote de serviços deles pode te por pra fora do evento.PRIMEIRO CONTATOA primeira pergunta que te fazem normalmente por telefone é: quanto custa? Evite estecaminho. Explique que você não pode informar o preço de algo que a pessoa não está vendo,não conhece. Se insistirem desista. Cliente que só vê preço normalmente causa problemas.Afinal você busca oferecer algo mais, um trabalho focado na qualidade.Ao mostrar o mostruário explique que você mesmo fará as fotos. Mostruários de empresas sãofeitos pelo melhor fotógrafo e na hora mandam outro da equipe, dizendo que é tudo igual.Explique que este é o “calcanhar de aquiles” de grandes empresas e que o cliente, com você,receberá exatamente o que está sendo oferecido. É bom que se faça um albinho 10X15 ou 9X12com poses e efeitos artísticos. Cada foto é numerada. O cliente irá dizer de quais gostou mais.Anote e leve as provinhas no dia. Nem você nem ele esquecerão o que foi combinado. Mostraras fotos na hora das pose vai facilitar o serviço. Os noivos, olhando a prova fazem a pose
 
rapidinho. Não vai parecer amadorismo de sua parte, mas uso da inteligência para agilizar oserviço. É comum os noivos não terem paciência para perder muito tempo nas poses. Tudo queagilizar é bem vindo. E você não corre o risco de esquecer as poses escolhidas quanto fecharamo negócio.Mas cuidado. Se você mostar poses tiradas de fotos escaneadas de revistas de noivos (uma boafonte de inspirão e plágio) tenha cuidado para estudar com cuidado a iluminão.Normalmente é feita estilo clássico(não sei o termo técnico). Uma luz principal a 45 graus damodelo e a luz da camera sendo de enchimento. Treine bem com o auxiliar e no ajuste doequipamento para obter o resultado esperado.Ofereça para que o cliente coloque no álbum umas cinco fotos manipuladas artísticamente. Eque escolha logo as que deseja, de umas vinte possibilidades que você vai oferecer. Assim vocêanota e não esquece depois. Não venda dezenas de fotos manipuladas artísticamente numevento. O álbum vai parecer um carnaval e vovai ficar muitas horas trabalhando nocomputador sem o retorno financeiro viável, a não ser que se cobre a mais por fotos extasmanipuladas. Mas lembre que o álbum busca mostrar um evento real, não um mundo defantasia com imagens que são bonitas mas não existem, na realidade é uma beleza virtualcriada para embelezar o álbum e não mudar a realidade totalmente.EQUIPAMENTONão importa que marca de euipamento vá usar, mas tenha os devidos cuidados. Tem um ditadoque diz: “quem tem duas cameras tem uma e quem tem uma não tem nenhuma”. Procura levarduas cameras ao serviço. Se uma pifar na hora e não houver outra será um desastre. Lembreque você escolheu um tipo de foto de grande responsabilidade. Se usar digital e só tiver uma,busque comprar uma de filme, aprenda a usá-la e leve alguns rolos de filme junto. Enfim nuncaleve só um equipamento, se não quiser correr o risco de ter sérios problemas no dia e depois docasamento.Baterias e pilhas de reserva. Filmes e cartões de memória a mais. Flashes, fotocélulas e cabossobrando. Faça uma lista padrão do equipamento e principalmente cheque tudo ANTES de sair enão na véspera. Ninguém é prefeito e você pode esquecer algo.Lembre que vovai precisar de um equipamento que te um ângulo de coberturaequivalente a 28mm em filme. Fotos de grandes grupos, como família e padrinhos, em recintospequenos são comuns. Cobertura de 24mm seria ideal. E veja se seus flashes iluminam todaimagem.VOCÊ E A EQUIPEEscolha bons auxiliares, que saibam se concentrar e que tenham reponsabilidade para nãosumirem no dia do evento e te deixarem na mão. Treine-os com antecedência, não só como seposicionar mas como se portar. Normalmente são jovens e precisam saber se portar comprofissionalismo. Nada de conversinhas, paqueras e risadinhas no evento, principalmente nacerimônia. Comer na recepção. Eis algo que divide opiniões. Alguns obrigam a toda a equipe auma abstinência total. Outros permitem um refrigerante, quando oferecido pelo garçom, lá pelomeio da recepção. Se for comer, só se conhecer o dono do buffet e ele por tudo em localreservado. Mas somente quando terminar o serviço e estiver naquela hora de “estar àdisposição” do cliente para fotos eventuais.Use terno e gravata. Todos estarão assim e você tem que se misturar visualmente. Quem temque chamar a atenção são os noivos. Os auxiliares poderão usar blusa de manga comprida comgravata. Tudo limpo, arrumado, discreto e elegante.
 
Com o passar do tempo você conhecerá cerimonialistas, decoradores, cinegrafistas, donos debuffet, maquiadores, enfim profissionais que, como você, estão ali para ganhar o seu pão. Asamizades irão surgir e no fim você verá que, mesmo sendo independentes, vocês estarãoentrosados e trabalharão em conjunto para o êxito total do evento. Além de que poderá fazerparcerias do tipo “eu te indico, tu me indicas”. Faça fotos da decoração para uso do buffet, é umbom início de amizade profissional.A CERIMÔNIAProcure saber com antecedencia quem fará o cerimonial. Desta forma você pode informar-sequanto ao desenrolar da cerimônia. Algumas são triviais, outras completamentes fora doconvencional. Voe os auxiliares tem que fazer um planejamento prévio de posições edeslocamentos na hora da cerimônia. Se não conhecer o local é bom fazer uma visita antes. Oscerimonialistas fazem ensaios com os noivos no local. Comparecer será ótimo para definir oplano de trabalho. Com o passar do tempo você adquire prática e pode dispensar isto, comexceção dos cerimoniais muito elaborados.Nas entradas você pode fotografar de frente à quem entra ou um pouco deslocado para o lado,principalmente se tiver alguém filmando com tripé a partir do altar. Em locais apertados éinevitável que você atrapalhe um pouco o cinegrafista e ele a você, mas nada que o bom sensoe a boa comunicação não resolvam. Nunca fotografe de pé, ao nível do olho. Procure agacharum pouco e manter a camera na altura do tórax do fotografado. O ângulo deste nível é bemmelhor. Fotogarafar as entradas de forma horizontal mostra mais a decoração. Na verticalcentraliza a atenção e evita obstruções laterais. Tudo depende de gosto pessoal e do local. Evitefazer de forma diferente do que foi mostrado previamente ao cliente. Use velocidade de pelomenos 1/90. Nesta fase é preferível perder um pouco da luz ambiente em troca de imagensestáveis.Hoje em dia todo mundo leva compactas digitais aos eventos. Ter suas fotocélulas disparadaspelos intrusos é bem desagradável. Se possível use radio flash ou tenha certeza de seus flashesauxiliares estarem com carga ok. Se for um Metz é melhor pois carrega quaseinstantaneamente. Nos eventos cobertos pela imprensa este problema se agrava. Alguns fazemuma cobertura para a fotocélula ficar bem direcional, aí ela tem que ser apontada para seuflash. Um cuidado. Os flashes com cabeça de ângulo variável (zoom interno) costumam fechar aabrangência da luz, o que pode dificultar que a fotocélula seja disparada. Novamente o uso deflashes Metz com capa difusora minimiza este risco.No altar procuro ficar do lado em que a noiva está, desta forma nas fotos ela fica em primeiroplano. O noivo é coadjuvante e, sendo normalmente mais alto, não fica encoberto. Procure saberdo cerimonial se na hora dos votos eles vão ficar de frente um para o outro, pois você tem que irao corredo e enquadrá-los juntamente com o padre e o altar. Na hora do beijo, idem. Se o padrefor do tipo que fala muito pode dar tempo ir ao fundo da igreja fazer uma panorâmica do altar.Se for de cima melhor ainda. Cuidado onde pisa. O vestido longo da noiva e o véu, caso pisadospode ocorrer grande desastre. Um dia, ao passa por trás da noiva pisei nas continhas do véu.Escorreguei e quase caí, foi um quase desastre e todo mundo olhou pra mim...Já pensou se vocêou seu auxiliar pisa no véu e arranca tudo da cabeça da noiva?Saiba se o celebrante permite sua estada próximo a ele no altar. Já fui a igrejas onde uma 70-210(em 35mm) foi essencial porque ningm podeia chegar perto. Saiba disto com bemantecedência para avisar aos noivos das consequencias inevitáveis ao seu trabalho. Celebraçõesem religiões que você não conhece possuem momentos importantes que não podem ficar semregistro. O cerimonial pode lhe alertar de tudo. Alguns cerimonialistas ficam um pouco arrediosse tiverem indicado um fotógrafo que foi preterido. Busque a cordialidade e o diálogo diplomatapara quebrar barreiras.

Activity (12)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
menphislagash liked this
theboy_pr liked this
malvii liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->