Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
35Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Planejamento Escolar 2010

Planejamento Escolar 2010

Ratings: (0)|Views: 21,392|Likes:
planejamento
planejamento

More info:

Published by: Equipe Ciclo I - DE Leste 3 on Feb 10, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

04/20/2013

pdf

text

original

 
Planejamento Escolar
2010
 
1
SEE/SP – C E N P – PLANEJAMENTO ESCOLAR 2010A ESCOLA E O PLANEJAMENTO
Parte IEscola e Planejamento- Avaliação, Decisão e Planejamento- Participação, Identidade e Planejamento- Intenção, Registro e Planejamento
 
Parte IIPlanejar: É Preciso- Caixa de ferramentas para a viagem- Quem está a bordo?- Proposta Pedagógica e Currículo: A carta e a bússola- Ou a viagem é boa para todos ou se perdem navegantes pelo caminho- Checando as coordenadas- A viagem é longa e todos precisam se sentir respeitados e acolhidos- Demarcando etapas, organizando a participação e definindo funções- Os viajantes
 
Parte IIIMateriais de Apoio- Proposta Pedagógica da Escola- Plano de Gestão- Regimento Escolar- Relatório Final da Escola do Ano Anterior- Currículo da Rede Estadual de São Paulo – Ensino Fundamental e Médio- Matrizes de Referência para a Avaliação – SARESP- Relatórios Pedagógicos do SARESP- Indicadores de Avaliação Externa e Interna- Sítios do São Paulo Faz Escola e Ler e Escrever- Cadernos do Gestor
 
 
Planejamento Escolar
2010
 
2
- Manual de Proteção Escolar e Promoção da Cidadania e Normas Gerais de CondutaEscolar- Subsídios Específicos para Segmentos, Níveis, Modalidades, Disciplinas, Programas eProjetos
 
Parte IVPlanejar o Planejamento
A ESCOLA E O PLANEJAMENTOPARTE IESCOLA E PLANEJAMENTO
Avaliação, Decisão e Planejamento 
Planejamento é uma palavra transitiva que, ao ser qualificada, ganha sentido plenoe direciona procedimentos e estratégias específicas, para que se alcancem objetivos emetas. Nesse sentido, acrescentar à palavra PLANEJAMENTO o adjetivoEDUCACIONAL implica assumir, de forma radical e abrangente, a postura de educadorque pensa e age em função de uma educação traduzida em aprendizagem real e sucessodo aluno.Por isso, a atividade de planejar as ações da escola precisa ser sempre umaresposta consequente, a favor do aluno, vinda de uma necessidade detectada. Odiagnóstico dessa necessidade deve ser resultado de um processo avaliativo, em que oobjeto de análise seja a instituição educacional, em suas diversas dimensões:Pedagógica, Participativa, Resultados Educacionais, Gestão de Pessoas, Serviços,Recursos e Financeira.Planejamento e Avaliação são procedimentos indissociáveis, uma vez que todaavaliação pressupõe uma tomada de decisão planejada e intencional, na busca da
 
Planejamento Escolar
2010
 
3
melhoria do que está sendo avaliado e, por conseguinte, todo ato de planejar deve estarsustentado em dados relevantes, colhidos em processos de avaliação diagnósticaorganizados para esse fim.Uma avaliação diagnóstica bem embasada ao final do ano escolar é essencial parainiciar, com competência, um novo ano letivo. Portanto, os dados relevantes que servirãode subsídios para o planejamento de 2010 deverão ser aqueles que foram identificadosna avaliação final da escola, em dezembro de 2009.As legislações que orientam a elaboração do Calendário Escolar e os Conselhosde Classe/Série e a HTPC incluem momentos voltados a atividades de avaliação; e aqui éde suma importância garantir a realização da
avaliação anual da escola 
. Nesse momento,a equipe que nela atuou, em 2009, deve avaliar o processo que vivenciou para darsubsídios a quem vai construir o “fazer” escolar em 2010.Esse processo avaliativo deve se constituir não somente por meio de instrumentosque, como espelhos, reflitam a realidade momentânea da escola, mas também que, comolâmpadas, iluminem e indiquem caminhos possíveis e seguros para uma atuaçãocompetente a favor da melhoria do processo de aprendizagem do aluno.A priorização desse momento, destinado a identificar as
fragilidades
e pontos deatenção que dificultam a organização da escola, bem como os pontos fortes e as
potencialidades
existentes, é fundamental para que o processo de avaliar/planejar seconcretize de maneira consequente. É nesse momento que a escola se vê, constrói sua“identidade” e exercita sua autonomia.A Secretaria de Estado da Educação de São Paulo, ao propor um currículo oficial edefinir metas para as escolas estaduais, optou por um trabalho articulado entre asunidades escolares e os órgãos regionais e centrais do sistema, visando à equidade notrabalho desenvolvido na rede, sem desconsiderar as especificidades locais. Dessaforma, caminhar juntos significa construir um espaço de autonomia compartilhada, em quetodos os sujeitos desse processo tenham participação efetiva e igualitária.

Activity (35)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
roleol liked this
Sandra Lima liked this
Eneci Vieira liked this
anabrosch liked this
Cida Andrade liked this
Cida Andrade liked this
Andréia Ribeiro liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->