Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword or section
Like this
121Activity

Table Of Contents

0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
DICAS PORTUGUÊS PARA CONCURSOS

DICAS PORTUGUÊS PARA CONCURSOS

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 4,784 |Likes:
Published by Mauricio R Souza
Apostila dicas de português para concursos público,
http://www.primeiroelemento.com
Apostila dicas de português para concursos público,
http://www.primeiroelemento.com

More info:

Published by: Mauricio R Souza on Feb 12, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/15/2014

pdf

text

original

 
 
Dica nº 1Estilística – Pronomes (pessoais, possessivos), artigos (definidos e indefinidos) e “que” – Use só o estritamente necessário. Assim, sua escrita ficará mais enxuta eelegante.Como fazer isso? Observe as substituições abaixo:·• Eu gosto de massas. ® Gosto de massas.•Tu sabes o que aconteceu? ® Sabes o que aconteceu?•O garoto chegou acompanhado de sua mãe, que o trouxe bem arrumadinho. ® Ogaroto chegou acompanhado da mãe, que o trouxe bem arrumadinho.•Tenho pelo menos uma idéia na minha cabeça. ® Tenho pelo menos uma idéia nacabeça. (“Uma” aí não é artigo indefinido, mas numeral.)•Quero ouvir uma opinião sua. ® Quero ouvir sua opinião.•Preparei um relatório circunstanciado sobre o assunto. ® Preparei relatóriocircunstanciado sobre o assunto.•Isto é para a sua apreciação. ® Isto é para sua apreciação.•O meu nariz ardeu ontem. ® Meu nariz ardeu ontem.•Ele disse que estava pronto para vir. ® Ele disse estar pronto para vir. (Substitui-se a conjunção integrante “que” e o verbo na forma modal pelo verbo na formainfinitiva.)•O secretário-adjunto, que foi nomeado secretário titular, ainda não foi empossadono novo cargo. ® O secretário-adjunto, nomeado secretário titular, ainda não foiempossado no novo cargo.Não há erro gramatical nas frases acima, mas elas ficam mais bem apresentadasdepois de efetuadas as substituições. A frase “Tenho pelo menos uma idéia naminha cabeça” é pleonástica, isto é, redundante, pois alguém só pode ter idéias naprópria cabeça, não é?Lembre-se de que as construções pleonásticas viciosas constituem defeito de estilo.No geral, essas recomendações não necessitam ser seguidas rigidamente, já que hásituações nas quais quem escreve “sente” que com a colocação do artigo indefinido,por exemplo, o texto fica melhor. Há outras situações em que a interposição doartigo definido evita cacofonia (sonoridade desagradável), como neste exemplo: “Enriqueça seu texto”, onde surge o encontro cacofônico “sasseu”. Isto pode serevitado desta forma: “Enriqueça o seu texto”.Dica nº 2Sintaxe - Crase– Em princípio, crase é a fusão de duas vogais iguais. Mas quando isso acontece?Nos textos que você lê ou escreve, a crase ocorre na fusão da preposição “a” com:• o artigo feminino “a” ® a + a: “Entreguei o documento à diretora”;
 
 
• o pronome “a” (equivalente a “aquela”) ® a + a: “Prefiro esta fita à que vimosontem”.• a primeira vogal dos pronomes demonstrativos aquele, aqueles, aquela, aquelas,aquilo ® àquele (s), àquela (s), àquilo: “Somente entregarei a bola àquelegaroto”.Essa fusão não fica aparente na pronúncia, mas, sim, na escrita, pois se assinala acrase com acento grave (`), como se vê nos exemplos acima. Portanto, a + a = à.Lembre-se: do fenômeno da crase participam, na maior parte do casos, umapreposição e um artigo ou pronome feminino. Isso traz algumas conseqüências,como:1. ocorre crase diante de nomes femininos: “Dei o lápis à Joaninha” ou “Refiro-me à carta de ontem”. (Única exceção: a + aquele = àquele, porque nestecaso não houve fusão da preposição com artigo, mas com a primeira vogal depronome demonstrativo.)2. ocorre crase diante de nomes de Estados se eles costumam ser usadoscom artigo: “Viajarei à Bahia” ou “Vamos à Paraíba nas férias” , porque dizemos : “A Bahia fica na região Nordeste” e “A Paraíba tem lindas praias”. Mas nãodizemos: “Viajaremos Santa Catarina” nem “Vamos Rondônia nas férias”, porqueesses nomes são usados sem artigo: “Santa Catarina é Estado sulista” e “Rondôniaé bastante quente”.3. ocorre crase diante de nomes de cidades se eles forem precedidos porqualificativos, como bela, vibrante, pitoresca, etc.: “Refiro-me à bela Londrina”,mas “Refiro-me a Londrina”; “Viajou à vibrante São Paulo”, mas “Viajou a SãoPaulo”. Observe que este “a” é preposição = para. Aí surge uma questão: por quehouve crase em “Viajou à vibrante São Paulo”, se a crase é a fusão da preposição “a” com o artigo feminino “a” e São Paulo é nome masculino? Por quê, hem?Elementar, meu caro internauta: porque aí está subentendida a palavra cidade. Épor isso que poderíamos, sem problema algum, dizer: “Vamos à bela São Paulo”, “Dirigimo-nos à linda Lençóis”, etc.4. Não ocorre crase diante de pronomes pessoais (retos ou oblíquos): “Dê a elaeste livro”, não “Dê ela este livro”; “Dê a mim o que me cabe”, mas não “Dê mimo que me cabe”, porque esses pronomes não são usados acompanhados de artigo.Você já viu que para haver crase tem de haver preposição mais artigo. Se a palavranão é usada acompanhada de artigo, nada de crase.5. Não ocorre crase diante de numerais: “Ponte a 50 metros”, mas não “Ponte50 metros”; “Daqui a 20 anos”, mas não “Daqui vinte anos”. Isto pela mesmarazão do caso 4, ou seja, os numerais não são acompanhados de artigo, já que nãose diz “o dois”, “os 50”. Se alguém disser, estará subentendendo alguma palavra,como “o dois (o número dois)” e “os 50 (os anos 50)”. Nesses casos, o artigoestará acompanhando aqueles nomes (número, anos) e não os numerais.Dica nº 3Semântica – Paronímia

Activity (121)

You've already reviewed this. Edit your review.
anamalva liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
Saulo Bueno liked this
MrCraw liked this
Luiz Silva Silva liked this
Ruane Brum liked this
Jorge Bruno Maia liked this
jango1983 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->