Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
112Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Enfermagem Em Saude Coletiva

Enfermagem Em Saude Coletiva

Ratings: (0)|Views: 27,139|Likes:
Published by Alciris Correa

More info:

Published by: Alciris Correa on Feb 17, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/15/2013

pdf

text

original

 
ENFERMAGEM EM SDE COLETIVAPROFESSORA : IRIS MARINHO CORRÊA RODRIGUES
1
 
ENFERMAGEM EM SDE COLETIVA
1-Definições Gerais
1.1--A expressão saúde coletiva
 
é umainvenção tipicamente brasileira quesurgiu em fins da década de 1970, na perspectiva de constituir uma novaarticulação entre as diferentesinstituições do campo da saúde.
1.2--Definição atual
:
Compreende um conjunto complexo desaberes e práticas relacionados aocampo da saúde, envolvendo desdeorganizações que prestam assistência àsaúde da população até instituições deensino e pesquisa e organizações dasociedade civil. Compreende práticascnicas, científicas, culturais,ideológicas, políticas e econômicas(Carvalho, 2002).
1.3-Enfermagem em saúde Coletiva
:É o ramo da enfermagem que estádirecionado a saberes e práticasaplicados em prol da coletividade.
2- SUS SISTEMA ÚNICO DESAÚDE :2.1-DEFINIÇÃO :O Sistema Único de Saúde
- SUS- foi criado pela Lei Orgânica da Saúde n.º 8.080/90
com o objetivo de alterar acircunstância de disparidade naassistência à Saúde da população,tornando obrigatório a assistência desaúde, sem ônus a qualquer cidadão,não sendo permitido qualquer cobrançade dinheiro sob qualquer pretexto.Assim, o SUS não é um serviço ou umainstituição, mas um
Sistema
quesignifica um conjunto de unidades, deserviços e ações que interagem para umfim comum. Esses elementosintegrantes do sistema referem-se aomesmo tempo, às atividades de
promoção, proteção e recuperação dasaúde.2.2- Componentes do SUS :
DoSistema Único de Saúde fazem parte oscentros e postos de saúde, hospitais -incluindo os universitários, laboratórios,hemocentros (bancos de sangue), alémde fundações e institutos de pesquisa,como a FIOCRUZ - Fundação OswaldoCruz e o Instituto Vital Brazil.
2.3- Benefícios para o cidadão
: Por meio do Sistema Único de Saúde, todosos cidaos m direito a consultas,exames, internações e tratamentos nasUnidades de Saúde vinculadas ao SUS,sejam públicas (da esfera municipal,estadual e federal) ou privadas,contratadas pelo gestor blico desaúde.
2.4-Financiamento do SUS
: O SUS édestinado a todos os cidadãos e é
PROFESSORA : IRIS MARINHO CORRÊA RODRIGUES
2
 
ENFERMAGEM EM SDE COLETIVA
financiado com recursos arrecadadosatras de impostos e contribuõessociais pagos pela população em geral ecompõem os recursos do governofederal, estadual e municipal.
2.5-Doutrinas do SUS:
Baseado nos preceitos constitucionais aconstrão do SUS se norteia pelosseguintes princípios doutrinários:1.
UNIVERSALIDADE
É agarantia de atenção à saúde por  parte do sistema, a todo equalquer cidadão. Com auniversalidade, o indiduo passa a ter direito de acesso atodos os serviços públicos desaúde, assim como àquelescontratados pelo poder público.Saúde é direito de cidadania edever do Governo: municipal,estadual e federal.2.
EQÜIDADE – 
É asseguraões e servos de todos osníveis de acordo com acomplexidade que cada casorequeira, more o cidadão ondemorar, sem privilégios e sem barreiras. Todo cidadão é igual perante o SUS e será atendidoconforme suas necessidades atéo limite do que o sistema puder oferecer para todos.3.
INTEGRALIDADE -
É oreconhecimento na prática dosserviços de que: cada pessoa éum todo indivisível e integrantede uma comunidade; as ações de promoção, proteção erecuperação da saúde formamtambém um todo indivisível e prestar assistência integral.
2.6-Princípios que regem aOrganização do SUS
1.
REGIONALIZAÇÃO eHIERARQUIZAÇÃO
-Os servos devem seorganizados em níveis decomplexidadetecnológica crescente,dispostos numa áreageográfica delimitada ecom a definição da população a ser atendida.Isto implica nacapacidade dos serviçosem oferecer a umadeterminada populaçãotodas as modalidades deassistência, bem como oacesso a todo tipo detecnologia disponível, possibilitando um ótimograu de resolubilidade
PROFESSORA : IRIS MARINHO CORRÊA RODRIGUES
3

Activity (112)

You've already reviewed this. Edit your review.
Silvana Alves added this note|
Adorei a materia,vai me ajudar muito em meus estudos!Obrigada.
1 thousand reads
1 hundred reads
Marione Bonatto liked this
Aline Azevedo liked this
Maiara Rocha liked this
Bethania Werly liked this
Luíza Brito liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->