Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
97Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
REDAÇAO PROPOSTA DE TEMA ATUAIS

REDAÇAO PROPOSTA DE TEMA ATUAIS

Ratings: (0)|Views: 18,110 |Likes:
Published by sammyejhere

More info:

Published by: sammyejhere on Feb 23, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/10/2013

pdf

text

original

 
REDAÇAO: TÓPICOS PARA ESTUDOBrasil tem melhor clima econômicoentre países da América Latina
Escrito por O Estado de S.Paulo
22-Feb-2010
Índice da região atingiu 5,6 pontos em janeiro, enquanto o indicador brasileiro foi de 7,8 pontosNo primeiro mês de 2010, a economia da América Latina continuou em recuperação após acrise global, que marcou o ano passado. Apesar de o ritmo econômico da região ainda não ter alcançado os bons resultados que eram registrados no cenário pré-crise, em meados de 2008,
 
no Brasil a pesquisa mostrou um cenário positivo. O País apresentou o melhor climaeconômico entre as 11 nações pesquisadas pela Sondagem Econômica da América Latina,feita em parceria entre o Institute for Economic Research at the University of Munich, ouInstituto IFO, e a Fundação Getúlio Vargas (FGV).Segundo as duas instituições, o Índice de Clima Econômico (ICE) da América Latina atingiupatamar de 5,6 pontos em janeiro deste ano, acima do desempenho de 5,2 pontos apurado napesquisa anterior, referente a outubro de 2009. As entidades consideram que resultadosabaixo de cinco pontos nos índices indicam "clima ruim", e desempenhos acima de cincopontos são considerados positivos.O clima econômico do Brasil foi o melhor da América Latina pela segunda vez consecutiva. OÍndice de Clima Econômico do País foi de 7,8 pontos, acima do desempenho anterior,referente a outubro do ano passado, de 7,4 pontos, e o mais elevado entre as naçõesutilizadas na pesquisa referente ao primeiro mês do ano. Como no levantamento anterior, odesempenho de clima econômico do Brasil em janeiro (5,6 pontos) também ficou acima damédia do ICE da América Latina para o mesmo mês (de 5,2 pontos).De acordo com o informe, o Brasil ainda permanece em segundo no ranking de climaeconômico dos países da América Latina, perdendo para o Peru, que permanece na primeiraposição. Isso porque o ranking não leva em conta apenas o resultado mais recente do ICE, esim a média de pontuação do indicador nos últimos quatro trimestres. Ao se comparar Brasil ePeru, este último país continua a apresentar um clima econômico médio superior ao dobrasileiro, nos últimos quatro trimestres.
América Latina
Na prática, o ritmo de recuperação da economia da América Latina acompanha a velocidadede recuperação da economia mundial, após a crise global. O resultado de janeiro, de acordocom as instituições, foi impulsionado por uma melhora na avaliação sobre o momento presentena economia. De outubro do ano passado a janeiro deste ano, o Índice de Expectativas (IE),um dos dois sub-indicadores componentes do ICE, avançou de 3,3 para 4 pontos, enquanto oÍndice da Situação Atual (ISA), outro sub-índice do ICE, subiu de 7 para 7,1 pontos. Para asduas instituições, o ISA mostra uma sinalização de otimismo do mercado financeiro com aseconomias latino-americanas em seus desempenhos durante o primeiro semestre de 2010.Ao analisar o desempenho de clima econômico nos 11 países pesquisados, as entidadescomentam que, em janeiro, cinco nações estão em fase de expansão econômica. Além doBrasil, é o caso de Argentina, Chile, Peru e Uruguai. Bolívia, Colômbia, Equador, México eParaguai estão em fase de recuperação na economia. Por fim, a Venezuela é o único país daAmérica Latina, entre os analisados para o levantamento, que permanece em recessão naregião.A Sondagem Econômica da América Latina é trimestral. Para a pesquisa de janeiro foramconsultados 139 especialistas em 17 países.
 
Autoridades acreditam que a Copa de 2014proporcionará aumento do PIB e outros ganhospara os brasileiros
10
 
fev
 
2010
 Do aumento do PIB aos ganhos intangíveis. Por que a Copa doMundo será um grande negócio para o BrasilOs meros de uma Copa do Mundo o sempre volumosos edesafiadores. O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) empaíses que sediaram o Mundial dá a dimensão do que representa onegócio do futebol. Em 2002, por exemplo, na Copa da Coréia do Sule Japão, o aumento chegou a 3,2% nos dois anos subseqüentes aoevento. A média mundial varia de 2 a 2,5%.Por outro lado, há os benefícios intangíveis que os indicadores sãoincapazes de mensurar. Caio Luiz de Carvalho, presidente daSPTuris, estima que os jogos criem um refoo da autoestimanacional e do sentimento de brasilidade, o que impacta o setorturístico no curto, médio e longo prazo. A questão do bem-estar, o contato com vários povos e ovoluntariado somam um retorno muito positivo, ainda não totalmenteconhecido, que podem gerar um efeito cascata. Isso representa umimportante fortalecimento da marca Brasil”, analisou. Mais de 50setores impactados direta ou indiretamente pelo turismo seofavorecidos pela nova imagem do Brasil s-Copa. A difusão demarcas e a sensibilização dos mercados também se tornam maispromissoras.A cidade de o Paulo oferta, hoje, cerca de 42 mil leitos dehospedagem, e até 2014 pretende ampliar esse número para 50 mil,segundo o presidente da SPTuris. A capital paulista possui uma das

Activity (97)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
neiltonlins liked this
Douglas Pinho liked this
Marcia Teixeira liked this
lennne liked this
Fernanda Moura liked this
Renato Souza liked this
sandro_ritner liked this
Ravana Almeida added this note
ESTOU PREUCUPADA!

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->