Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
7ª Vara Do Trabalho de BrasÍlia/Df

7ª Vara Do Trabalho de BrasÍlia/Df

Ratings: (0)|Views: 1,350 |Likes:
Published by claudioosti

More info:

Published by: claudioosti on Feb 24, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/06/2011

pdf

text

original

 
7ª VARA DO TRABALHO DE BRASÍLIA/DF
 
PROCESSO Nº:
01022-2008-007-10-00-2
  AUTORA/RECONVINDA:
FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DOSTRABA- LHADORES EM EMPRESAS DE TELECOMUNICA- ÇÃO -FITTEL
 
RÉS
: FEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES EMEMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES E OPERADORES DE MESASTELEFÔNICAS -
 
FENATTEL
(RECONVINTE)
 
UNIÃO FEDERAL
 
SENTENÇA 
 
RELATÓRIO
 
FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DOS TRABALHADORES EMEMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÃO - FITTEL, identificadaàs fls. 02, propôs a presente Ação Desconstitutivade Base Territorial de Representação de EntidadeSindical em desfavor da FEDERAÇÃO NACIONAL DOSTRABALHADORES EM EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES EOPERADORES DE MESAS TELEFÔNICAS - FENATTEL e UNIÃOFEDERAL, também qualificadas às fls. 02, alegando,em síntese, que: em fevereiro de 1990, requereu oseu registro sindical junto ao Ministério doTrabalho e Emprego; o pedido foi impugnado pelaprimeira ré; foram movidas ações judiciais peladisputa da representação da categoria dostrabalhadores em telecomunicações, que culminou coma interposição do Recurso Extraordinário nº 331173,de autoria da demandante; a autora desistiu doRecurso Extraordinário em comento; com adesistência, houve o trânsito em julgado da decisãoprolatada pelo Tribunal de Justiça do DF eTerritórios, que reconheceu a legitimidade da
 
primeira vindicada para representar os trabalhadoresem empresas de telecomunicações e operadores demesas telefônicas em todo o território nacional; asentença citada apenas abordou a extensão da base daprimeira ré, à época, como sendo todo o territórionacional, amplitude que consta impropriamente dacarta sindical da primeira ré, pois váriossindicatos se desfiliaram da FENATTEL e se filiaramà autora; na ação mencionada, a FITTEL não disputavaa representação da categoria em base nacional, masapenas na sua área de atuação, que corresponde aalguns estados da União; a base territorialconstante da carta sindical da FENATTEL impede oregistro sindical da demandante; existem quinzesindicatos filiados à autora; a definição da basenacional da FENATTEL, em tempos idos, já representoua vontade dos fundadores, mas, hoje, a vontade de umelevado número de trabalhadores do ramo dastelecomunicações se volta para sustentar aexistência da autora, como entidade sindical de grausuperior agregadora de seus sindicatos; a demandanteparticipa de acordos coletivos, seminários,congressos e negociações outras, como legítimarepresentante da categoria, às vezes, ao lado daprópria FENATTEL; foram realizadas assembléias com ofito de ratificar a filiação à FITTEL, além deassembléia geral nacional, resultando daí asustentação das deliberações tomadas nas assembléiassindicais independentes; as contribuições sindicaisrecolhidas dos trabalhadores filiados aossindicatos, que, por sua vez, são filiados à autora,estão sendo indevidamente destinadas à primeira ré eà Confederação Nacional dos Trabalhadores emComunicação e Publicidade. Formulou os pedidoselencados às fls. 14/15. Atribuiu à causa o valor deR$ 10.000,00 (dez mil reais). Instruiu a exordialcom documentos.
 
Foi indeferido o pedido formulado em sede de liminarpela requerente (fls. 84).
 
Por ocasião da audiência inaugural (fls. 89), apóster sido rejeitada a primeira propostaconciliatória, as requeridas apresentaram defesasescritas (fls. 90/112 e 177/189), refutando as
 
alegações da autora e requerendo a improcedência dospedidos veiculados na presente ação. Juntaramdocumentos para corroborar as defesas.
 
Na mesma oportunidade, a primeira ré apresentouReconvenção (fls. 139/154), aduzindo, em síntese,que: a representatividade da reconvinte foireconhecida judicialmente em duas instâncias, naApelação nº 40.388/96 pelo Tribunal de Justiça do DFe Territórios e no Agravo de Instrumento nº 302.700-5, pelo Supremo Tribunal Federal; tal decisãotransitou em julgado no dia 30/08/2002; a reconvinteé a única representante hierarquicamente superiordos trabalhadores da categoria das telecomunicações;os estados de São Paulo e Rio de Janeiro representam85% da categoria profissional; a reconvinda vemrepresentando ilegalmente a categoria, fato por elaconfessado; os recolhimentos das contribuiçõessindicais devem se dar em favor da FENATTEL.Formulou os pedidos elencados às fls. 150/153.Atribuiu à Reconvenção o valor de R$ 10.000,00 (dezmil reais).Em réplica (fls. 241/244 e 269/283), a requerenterechaçou os argumentos das defesas e reiterou ospedidos contidos na exordial.A reconvinte apresentou defesa à Reconvenção (fls.245/261), refutando as alegações contidas na peça deingresso e requerendo a improcedência dos pedidosveiculados na Reconvenção. Juntou documentos.
 
A primeira ré pronunciou-se sobre a réplica às fls.290/298 e apresentou réplica à defesa produzida naação reconvencional (fls. 299/306), juntandodocumentos.
 
Restou indeferido o pedido feito na Reconvenção emcaráter liminar (fls. 322).
 
Sem mais provas, encerrou-se a instrução processual(fls. 323).
 

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->