Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
70Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
DA CONTABILIDADE FINANCEIRA X CONTABILIDADE DE CUSTOS

DA CONTABILIDADE FINANCEIRA X CONTABILIDADE DE CUSTOS

Ratings:

4.7

(10)
|Views: 40,956|Likes:
Published by Drix

More info:

Published by: Drix on Apr 30, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/12/2013

pdf

text

original

 
FACULDADES INTEGRADAS DA ASSOCIAÇÃO DE ENSINO DE SANTACATARINA-FASSESCCURSO DE GASTRONOMIA-5ª FASEDISCIPLINA DE GERENCIAMENTO DE CUSTOSACADÊMICA: ADRIANA M. MERINI SILVACONTABILIDADE GERENCIALCONTABILIDADE DE CUSTOSFlorianópolisJunho/2007
 
1. INTRODUÇÃO1.1
 
A importância da Contabilidade
A primeira publicação voltada para a ciência que hoje é chamada de Contabilidade, datade 1494 e foi elaborada pelo monge veneziano Luca Pacioli, que se interessava pelasquestões matemáticas. Esta obra versava sobre o uso dos sistemas contábeis de partidasdobradas
"Summa de arithmetica, geometrica, proportioni e proportionalita." 
A partidadobrada era tão importante para os contadores, quanto a invenção dos zeros pelos árabes para os matemáticos.O desenvolvimento da contabilidade teve sua origem no mesmo período em que surgiuo Capitalismo, sendo que a metodologia utilizada servia como forma quantitativa demensurar acréscimos ou decréscimos dos investimentos iniciais a alguma exploraçãocomercial ou industrial.A Contabilidade tem estreitas relações com diversas áreas de trabalho e foi definida por diversos autores, entre eles Henri Fayol (1841-1925):
"É o órgão visual da empresa; deve permitir, a qualquer momento, que se saiba com precisão onde se está e para onde se vai; e deve fornecer, sobre a situação econômicada empresa, dados os mais claros e exatos." 
Outro autor a definir a Contabilidade foi Giuseppe Cerboni:
"A Contabilidade indaga as funções administrativas; determina sobre que critério sedevem basear os administradores; fornece os meios mediante os quais se conhecem, semedem, se computam e se demonstram os resultados obtidos num determinadoexercício." 
A Contabilidade é uma ciência aplicada e o trabalho que ela realiza é captar, registrar,acumular, resumir e interpretar os fenômenos que afetam as situações patrimoniais,financeiras e econômicas dos mais variados órgãos da sociedade – pessoas físicas e jurídicas, instituições sem fins lucrativos e pessoas de Direito Público, como Município,Estado e União.O principal foco da Contabilidade é a apuração do resultado econômico e financeiro dasempresas, mas a atividade contábil não é um fim nela mesma, já que os dados por elalevantados só serão válidos quando utilizados por diversos usuários dos dados contábeis – internos e externos - e não somente pelo contador. Enquanto a área da ContabilidadeFinanceira é voltada para os princípios e procedimentos contábeis que se relacionam à2
 
elaboração de documentos para os usuários externos - acionistas e credores - dasinformações contábeis. Já a Contabilidade Gerencial tem o seu foco voltado para os princípios e medidas contábeis que são indispensáveis para o bom andamento dostrabalhos a serem desenvolvidos pelos usuários internos – gerentes empresariais - dasinformações contábeis.Existem similaridades entre a Contabilidade Gerencial e a Contabilidade Financeira eJIAMBALVO (2001), define:
"Não devemos superestimar as diferenças entre contabilidade financeira econtabilidade gerencial em função dos seus respectivos grupos de usuários. Osrelatórios de contabilidade financeira visam principalmente aos usuários externos e osrelatórios de contabilidade gerencial visam principalmente aos usuários internos. Noentanto, os gerentes também fazem uso significativo dos relatórios de contabilidade financeira e os usuários externos ocasionalmente requerem informações financeirasque o normalmente consideradas apropriadas para os usuários internos. Por exemplo, os credores podem pedir à administração que lhes forneça projeçõesdetalhadas de fluxo de caixa." 
A moderna gestão empresarial não seria viável sem um sistema de débito e crédito para possibilitar uma idéia coerente de muitos fluxos diferentes de mercadorias e dinheiroque passam pelas empresas.Até a Revolução Industrial ( século XVIII ), quase só existia a Contabilidade Financeira( ou Geral ), que, desenvolvida na Era Mercantilista, estava bem estrutura para servir asempresas comerciais.Para a apuração dos resultados de cada período, bem como para o levantamento do balanço em seu final, bastava o levantamento dos estoques em termos físicos, já que suamedida em valores monetários era extremamente simples: o Contador verificava omontante pago por item estocado, e dessa maneira valorava as mercadorias. Fazendo ocálculo basicamente por diferença, computando o quanto possuía de estoques iniciais,adicionando as compras do período e comparando com o que ainda restava, apurava ovalor de aquisição das mercadorias vendidas, na clássica disposição:Estoques iniciais( + ) compras( - ) estoques finais( = ) custo das mercadorias vendidas3

Activity (70)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
AradiaPacheco liked this
AradiaPacheco liked this
AradiaPacheco liked this
Noemi Marques liked this
AradiaPacheco liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->