Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
18Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
As vanguardas européias

As vanguardas européias

Ratings: (0)|Views: 3,733 |Likes:
Published by Érica Lima

More info:

Published by: Érica Lima on Mar 18, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/04/2013

pdf

text

original

 
Vanguardas EuropéiasDesde as últimas décadas do Século XIX, a História da Arte assistia a profundas modificações e rupturas. Os modelos quevinham sendo valorizados desde a época do Renascimento Italiano pelas academias começavam a ser realmente questionados.Nesse período, a Europa estava em clima propício para o surgimento das novas concepções artísticas sobre a realidade,diante dos progressos industriais, dos avanços tecnológicos, das descobertas científicas e médicas, como a eletricidade, otelefone, o rádio, a vacina anti-rábica, os tipos sanguíneos, o cinema, etc.. Surgiram inúmeras tendências na arte,principalmente manifestos advindos do contraste social: de um lado a burguesia eufórica pela emergente economia industriale, de outro lado, a marginalização e descontentamento da classe proletária e a intensificação do desemprego (especialmenteapós a queda da bolsa de Nova Iorque em 1929).Os artistas, acompanhando as mudanças sociais, econômicas, políticas e filosóficas do mundo, passaram a desejar novasexpressões artísticas, o que levou ao surgimento de diversos movimentos que buscavam expressar sua revolta contra asregras e imposições e mostrar uma nova maneira de ver o mundo. Estes movimentos, pioneiros da arte e da cultura, foramdenominados vanguardas européias, que começaram na Europa no início do século XX e iniciaram um tempo de ruptura com asestéticas precedentes, como o Simbolismo. Dentre eles, os mais destacados, responsáveis por uma série de manifestos,foram: Futurismo, Cubismo, Dadaísmo, Surrealismo e Expressionismo. O Construtivismo, o Suprematismo e o Neoplasticismo,originados principalmente do Cubismo, também foram movimentos importantes do início do século.Os Fauves (as Feras), liderados pela figura de Henri Matisse (1869-1954) começaram com uma reação ao divisionismometódico (ver Neo-Impressionismo) e assumiram características expressionistas.O Fauvismo pode ser classificado entre os primeiros grupos de vanguarda, pois, apesar da curta duração (1905 a 1908) e daincoerência associada a ele, agrupou e influenciou figuras importantes da arte moderna, como André Durain (1880-1954),Georges Braque e exerceu influência, por exemplo, sobre Picasso.Fundado em 1909, na Itália por Marinetti, o Futurismo pregava o ´verso livreµ, a ´imaginação sem fioµ e a ´palavra emliberdadeµ, como visão dinâmica da realidade. O autor do movimento propunha a negação total dos valores estéticos vigentesna época, destruindo a sintaxe da gramática (não usando adjetivos, conjunções e pontuação).A grande novidade domovimento foi a ´escrita automáticaµ, o artista de coloca no estado mais passível e receptivo que conseguir, escrevedepressa, sem assunto pré-estabelecido. Coragem, audácia e revolta deveriam ser os elementos essenciais da poesiafuturista e seus seguidores devotariam o amor à velocidade, ao perigo, à pátria e à guerra. O futurismo identificou-se nasdécadas seguintes com o fascismo.Criado em 1910, o Expressionismo, como o próprio nome sugere, é a expressão das emoções e do mundo interior do homem,usando a distorção violenta, a cor forte e o traço exagerado. O artista não escreve, ele acumula convivências, usa apercepção. Neste movimento, Van Gogh, que pode ser considerado uma terceira influência decisiva sobre a arte do séculoXX, e Anita Malfatti, se destacam na pintura.Os expressionistas alemães, agrupados no Die Brücke, Dresdem e Der Blaue Reiter, Munique foram outras importantesinfluências para a Arte Moderna.O Cubismo (fundado em 1913) é decorrente da pintura. O artista ´fraciona a realidade e depois a remonta em planossobrepostos e simultâneosµ (como em recortes de revistas espalhados e colados aleatoriamente). Usa de uma escrituranominal, subjetivismo, invenção de palavras e humor (através de uma linguagem como que caótica). Picasso na pintura eApollinaire na literatura são os grandes representantes do Cubismo.Em 1916, para protestar contra a Primeira Guerra Mundial, Tristan Tzara e um grupo de artistas refugiados em Zuriquelançam o manifesto Dadá, um dos mais importantes do Modernismo, que daria origem ao Dadaísmo, um movimento, queexpressa a negação total, a ´apologia do absurdo e do incoerenteµ, a destruição do ambiente e a construção de uma anti-arte.Versos declamados em várias línguas, obscenos e agressivos eram um das formas do Dadaísmo escandalizar e denunciar ummundo sem sentido.Em 1924, o escritor francês André Breton lançou o manifesto Surrealista, um dos mais famosos do movimento modernista.Nele propunha a recriação da sociedade sob novas técnicas, com uma arte feita a partir do inconsciente, que possibilitasseuma livre associação entre os sonhos, as alucinações e a realidade. A realidade do Surrealismo é a do subconsciente, a dosonho. O pintor Salvador Dali é um dos principais nomes desse movimento.

Activity (18)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
krisjoia liked this
Marilsa Costa liked this
Rodrigo Elias added this note
Muitooo Bomm foi o mais bem resumido !
Luana Nunes liked this
Julia Côrtes liked this
Rozevania César liked this
Bruno Medeiros liked this
Dilma Figueiredo liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->