Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
12Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
AVC

AVC

Ratings: (0)|Views: 1,555|Likes:
Published by Uruchimaru

More info:

Published by: Uruchimaru on Mar 19, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOCX, TXT or read online from Scribd
See More
See less

01/21/2013

pdf

text

original

 
 
Trabalho realizado por:
Juliana V. S ZinniFormada em Fisioterapia pela UniversidadeCamilo Castelo Branco - UNICASTELO
ACIDEN
T
E
V
ASCULAR
 
CEREBRAL
(
A
V
C)
 
1-
 
IN
T
RODUÇÃO
 
 A interrupção do fluxo sangüíneo, em determinada parte do cérebro, resulta em súbita lesãoda mesma, ocasionando o conjunto de sintomas que caracterizam o "derrame". é freqüente ouso de outros nomes, tais como: choque, apoplexia, espasmo cerebral, trombose cerebral eacidente vascular cerebral.O termo AVC denota a instalação súbita da afecção, e representa um dos aspectos maisgraves da doença que o paciente se vê obrigado a enfrentar, ou seja, o profundo choque quo mesmo sofre, ao perceber que, de um momento para outro, e sem aviso prévio, perdeu acapacidade funcional de metade do seu corpo, aquela que fica ao lado oposto ao da sede dalesão (a explicação desse fato é o cruzamento das fibras que emergem do cérebro, dirigindo-se para a metade oposta do corpo).O paciente perde o controle dos movimentos e seus membros lhe recusam a obediência.Não é de se estranhar, pois, que ele se apresente deprimido, irritadiço, às vezes atéagressivo: ele está profundamente apreensivo, já que é incapaz de prover às própriasnecessidades, ou de enfrentar as tarefas normais cotidianas.O AVC pode ser causado pela hemorragia dentro da massa cerebral, tendo como ponto departida a ruptura de um vaso sangüíneo; outras vezes, ele é causado pelo bloqueio devido aespessamento da parede interna de uma artéria que irriga o cérebro, ou por um coágulosangüíneo que se formou no interior do coração (ou de uma artéria), deslocando-se do seuponto de origem e "caminhando" até o cérebro.No primeiro caso, a lesão é provocada pela própria hemorragia. A hemorragia no interior docérebro significa que a ruptura de algum vaso sangüíneo provocou o vazamento de sangueem meio as células cerebrais, causando destruição local: é a hemorragia cerebral. No segundo caso, temos um coágulo que se desloca, chamado êmbolo: instala-se o AVC,quando o êmbolo ocupa uma posição em que efetivamente interrompe a irrigação sangüíneade parte do cérebro. o bloqueio da irrigação sangüínea, que resulta do espessamentoprogressivo da parede de uma artéria de importância vital, ou da migração de em coágulo ouêmbolo, recebe o nome de trombose cerebral ou AVC Isquêmico.Seja qual for a causa, as conseqüências se instalam sempre com rapidez dramática,provocando efeitos devastadores no tocante à capacidade física, e ao estado emocional dopaciente.
2
-
T
IPOS
 
DE
 
A
V
C
 
a) AVC Isquêmico
 
Os neurônios são muito sensíveis a alterações no fluxo sangüíneo cerebral. As célulascerebrais morrem alguns minutos após a interrupção completa do fluxo sangüíneo.Entretanto, apesar de ocorrer uma oclusão completa de um vaso cerebral durante um AVCisquêmico agudo, persiste algum grau de perfusão, mesmo no centro da região cerebral
 
isquêmica, em virtude do fluxo colateral e de variações nos gradientes de pressão teciduallocais. As células variam de neurônios com lesões irreversíveis no centro da regiãoisquêmica até neurônios com lesões reversíveis na periferia (a penumbra). O grau e aduração da oclusão determinam a viabilidade das células na penumbra. Teoricamente,quanto mais precoce a reperfusão, maior a probabilidade de sobrevivência da célula. O usorecente de terapia trombolítica intravenosa e intra-arterial no AVC isquêmico baseia-se nestefundamento.b) AVC Hemorrágico
 
Na hemorragia intracerebral e subaracnóide, ocorrem a ruptura de um vaso sangüíneocerebral com um aumento drástico na pressão intracraniana e uma redução na perfusãocerebral global que pode durar alguns minutos. Após essas alterações imediatas, ocorre umamelhora gradual na pressão intracraniana e na pressão de perfusão, apesar desses valoresnão retornarem aos valores de base. Ocorre uma redução acentuada da perfusão cerebralpróxima ao hematoma e por isso provavelmente se deve à compressão local. As regiões docérebro afastadas do sangramento também apresentam alterações da perfusão, que sãoatribuídas à vasoconstrição causada pela liberação química de produtos de degradação dosangue ou por mediação neuronal.
2.
1-
 
Ac
idente vas
cu
lar 
c
erebral isq
uêm
i
c
o
O AVC isquêmico associa-se ao processo aterotrombótico no território carotídeo e basilar oua embolia cardíaca. A hemorragia intracerebral pode estar associada a malformaçõesvasculares e ao uso de drogas em indivíduos com idade inferior a 40 anos; a hipertensãoarterial predomina no grupo mais afetado entre os 40-69 anos.a) AVC Isquêmico Trombótico
 
C
a
u
sas de
A
V
C
 
I
sq
uêm
i
c
o Tro
m
bóti
c
o
Causas mais comuns
 
 Aterioesclerose
 
Vasculites
 
Dissecção
 
Estados de hipercoagulabilidade
 
Policitemia
 
Causas menos comuns
 
Doenças Infecciosas A maior parte dos Acidentes Vasculares Cerebrais é causada por trombose vascular, queocorre quando a formação de um coágulo superpõe a um estreitamento gradual do vaso ou aalterações no revestimento luminal do vaso. A doença aterioesclerótica é uma das causasmais comuns de AVC na atualidade. A Aterioesclerose afeta basicamente as artériasintracranianas e extracranianas de maior porte e causa hiperplasia e fibrose na regiãosubíntima, com formação de uma placa. As placas reduzem a luz dos vasos e promovemadesão plaquetária com conseqüente trombose vascular. Outras causas de tromboseincluem vasculite, dissecção, policitemia e estados de hipercoagulabilidade. Causas menoscomuns incluem doenças infecciosas, como a Sífilis e a Triquinose, que geram uma lesão naparede vascular.
 
Os sinais e sintomas de AVC trombótico costumam se desenvolver gradualmente ao longode minutos a horas e podem apresentar uma gravidade oscilante, ou seja, melhoras e piorasdo quadro durante esse período. Ao serem questionados, ospacientes com freqüênciarelatam problemas semelhantes, porém transitórios, ocorridos no passado e que sugerem um Ataque Isquêmico Transitório na mesma distribuição vascular. A gravidade do quadro vaidepender principalmente da presença de uma rede de colaterais capaz de manter algumfluxo para a região.b) AVC Isquêmico Embólico
 
C
a
u
sas de
A
V
C
 
I
sq
uêm
i
c
o de orige
m
e
m
bóli
c
a
 
Causas maiscomuns
 
 Arritmias (F.A.)
 
Causas menoscomuns
 
Mixomas Cardíacos
 
Trombo Mural (I.A.M.)
 
Doença CardíacaReumática
 
MiocardiopatiasDilatatas
 
EndocarditesInfecciosas
 
Quase 20% dos Acidentes Vasculares Cerebrais são de origem embólica. Na embolia, omaterial intravascular de origem proximal é liberado e passa a ocluir um vaso distal. Aocontrário do AVC trombótico, não existe doença intrínseca no vaso ocluído. Portanto, osêmbolos são menos aderentes e têm uma tendência maior a se fragmentar e a se deslocar distalmente do que os coágulos secundários à trombose. As fontes mais comuns de êmbolossão o coração e os grandes vasos (aorta, carótidas e artérias vertebrais). As fontes cardíacasde êmbolos incluem vegetações valvulares, trombos murais, êmbolos originados por Fibrilação Atrial, êmbolos paradoxais (devidos a CIA ou CIV) ou tumor cardíaco. Êmbolosartério-arteriais costumam ocorrer quando um agregado de plaquetas e fibrina é deslocadode uma região estenótica estreita ou de uma placa aterioesclerótica em um grande vaso.Causas menos comuns de êmbolos incluem Miocardiopatias Dilatadas, êmbolos gordurosose partículas embolizadas por injeções de drogas intravenosas.Os Acidentes Vasculares Cerebrais de origem cardíaca, em geral, têm duas tendênciasimportantes:* Tendem a ser mais graves (maior volume de infarto);* Tendem à hemorragia (podendo ocorrer em até 71% dos casos). O AVC de origem embólica ocorre de modo súbito e não há tendência para que hajasintomas pregressos.c) AVC Isquêmico Lacunar 
 
C
a
u
sas de
A
V
C
 
I
sq
uêm
i
c
o
L
a
cu
nar 
 
Causas mais comuns
 
Hipertensão Arterial Crônica
 
Diabetes Mellitus
 

Activity (12)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Cristina Silva liked this
Edson Pereira liked this
nayaravsr liked this
juniorjsdj liked this
docinhoeueu liked this
rsenf liked this
Liliana Prado liked this
tatianasofia liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->