Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
77Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Eneagrama - Princípios Básicos Pontos de Equilíbrio e Estresse

Eneagrama - Princípios Básicos Pontos de Equilíbrio e Estresse

Ratings:

4.86

(7)
|Views: 10,857 |Likes:
Published by jfernandovn
Princípios Básicos Pontos de Equilíbrio e Estresse
Princípios Básicos Pontos de Equilíbrio e Estresse

More info:

Published by: jfernandovn on May 03, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

 
ENEAGRAMA
 PRINCÍPIOS BÁSICOSOs princípios básicos do Eneagrama surgiram no Oriente dio, deantigas culturas. No entanto, sua dinâmica acompanha os anseios e asnecessidades mais contemponeos, que seu desenvolvimentobaseia-se em quase 30 anos de depoimentos reais que formam uma‘tradição oral’. Isso possibilita que o conhecimento ancestral esteja empermanente adaptação aos nossos tempos, e o coloca entre o que há demais atual em termos de recursos utilizados para a compreensão docomportamento humano e para o crescimento pessoal.A palavra Eneagrama se origina do grego
ennea
, que significa nove, e
grammos
, sinônimo de pontos. O símbolo é uma estrela de nove pontas,que descreve nove tipos de personalidade, suas inúmeras nuances einter-relações. Partindo do princípio de que o tipo representa a formacom que cada um se percebe no mundo, ao identificar nosso própriotipo, ampliamos nosso ponto de vista sobre nós mesmos: podemosentender nossas fraquezas e limitações, ao mesmo tempo em quevislumbramos novas perspectivas de ação que levam ao crescimentopessoal. A partir dos tipos, também passamos a compreender as outraspessoas, vendo-as como elas o para si mesmas, e o a nossaprojeção carregada de expectativas.O Eneagrama não é um sistema fixo. Suas linhas interligadas indicammovimento, o que significa que, além da identificação mais forte comdeterminado tipo, temos os potenciais de todos os outros. Através daslinhas conectadas, é possível identificar inúmeras combinações, queresultam nas diferenças sutis entre pessoas do mesmo tipo, além dascaracterísticas marcantes que assumimos de acordo com situações deestresse ou, ao contrário, de segurança - dados preciosos no processodo conhecimento de si mesmo e dos outros, e do crescimento pessoal. 
Estrutura do diagrama: o símbolo - Lei do Sete - Lei do Três -Sete pecados no Cristianismo
O Eneagrama é representado por um círculo com nove pontoseqüidistantes e numerados de um a nove. Cada um deles identifica os
 
principais modos de funcionamento possíveis da pessoa humana, e queé denominado ‘tipo’ - ao todo, nove tipos básicos. Diferentes linhasunem esses pontos, indicando todos os movimentos dos tipos e suasinterligações. As flechas descrevem a possível evolução dapersonalidade de acordo com o grau do estresse ou do sentimento desegurança vivido por cada um de nós. No Eneagrama, as linhas formam,também, os dois conjuntos distintos inscritos no círculo: um triânguloeqüilátero formado pelos pontos 3, 9 e 6, na seqüência das flechas; euma espécie de hexágono que agrupa os pontos 1, 4, 2, 8, 5 e 7.A estrela de nove pontas que representa o Eneagrama é muito antiga.Acredita-se que vem sendo apresentada, pelo menos, a partir do séculoXV e mapeia a relação de duas leis fundamentais: a do Ts, queidentifica três forças presentes no início de um evento, e a do Sete, quegoverna a fase de implementação desse evento, à medida que sedesenrola. Ao contrário das duas forças visíveis que norteiam o mundocontemporâneo, Causa e Efeito, o Eneagrama acredita na necessidadeda união de três forças: ativa, receptiva e reconciliadora (Pai, Filho eEsrito Santo, na trindade cris; e Brahma, Vishnu e Shiva, nohinduísmo). Representada no triângulo central da estrela, a lei do Trêssugere a exisncia de três preocupões mentais nucleares(esquecimento de si mesmo, paranóia e imagem) e três preocupaçõesemocionais nucleares (raiva, medo e ‘o que estou sentindo?’). Na formada segunda figura, o hexágono, a lei do Sete está preservada nos seispontos que a formam, sendo que o sétimo se repete como acontece coma escala musical de Dó. Juntas, as leis formam a estrela completa.Segundo o Eneagrama, o ser humano tem nove traços principais da vidaemocional, ou ‘paixões’: preguiça, raiva, orgulho, inveja, avareza, gula eluria, que fazem um paralelo com os Sete Pecados Capitais doCristianismo, mais o enganoe o medo. Esses nove traçosdesenvolvem-se no momento em que saímos de um estado de graça eentramos no mundo material - na mais tenra infância, quando iniciamosnossa vida familiar. Se nos desenvolvemos de maneira saudável, essas‘paixões’ serão apenas tendências sem destaque. Mas se, ao contrário,crescermos com problemas psicológicos, esse traço ganha proporçãocapaz de tomar o controle de nossa vida. Por outro lado, o Eneagramavê essa ‘sombra emocional’ como um aliado, um mestre pessoal, quenos faz lembrar o que perdemos lá atrás e entender como nosdesenvolvemos até nos tornar adultos.
A Tradição Oral: A escola de Gurdjieff 
 
O Eneagrama é um antigo sistema de autoconhecimento intimamenteligado à filosofia Sufi, surgido no Oriente dio. Sua trajetória,entretanto, o foi registrada em documentos. Tudo o que s,ocidentais, sabemos a respeito do Eneagrama, devemos ao estudioso eprofessor George Ivanovitch Gurdjieff (1872-1949). Seu enormemagnetismo pessoal e sabedoria possibilitaram-lhe aplicar, desenvolvere ‘formatar’ o Eneagrama ao universo do Ocidente. Embora tivessempouca compreensão psicológica de si mesmos, os alunos entregaram-seaos seus ensinamentos, certos de que este poderia inic-los noconhecimento próprio e no da psique humana.Gurdjieff utilizou o Eneagrama como um instrumento precioso para‘retirar as scaras’ de seus alunos e identificar suas verdadeirasaptidões e potencialidades, e obter outras informações que pudessemajudá-lo m seus estudos e treinamentos. Nesse período, não houvereferência escrita sobre o Eneagrama de personalidades. A partir deGurdjieff e ao seu legado, as escolas que o sucederam puderam darprosseguimento aos seus estudos. Mas, diferentemente do mestre,tendiam a ver as preocupações da personalidade como dadossecundários na busca de uma conscientização superior, e não como umafonte valiosa de informações para atingir esses estados de consciênciamais plena. Hoje sabemos, como Gurdjieff já sabia, que dependemos dedefesas psicológicas para manter a essência da nossa personalidade -mecanismos que podem ser identificados com a utilizão doEneagrama.
Oscar Ichazo/Claudio Naranjo/Helen Palmer
Com formação no Sufismo e conhecimentos do Zen e da Cabala, OscarIchazo rearranjou o Eneagrama das Personalidades, tornando o modeloacessível e a relação entre os tipos verificável por meio de entrevistas.Na sua contribuição ao Eneagrama, Ichazo aplicou o conceito Sufi de queas preocupações da personalidade indicam as características perdidasde nossa essência. Assim, facilitou a detecção e a compreensão dascaracterísticas superiores da vida às quais cada um de s espredisposto - a Idéia Sagrada, referindo-se à característica superiormental, e a Virtude, para a emocional. Quanto mais próximos à nossaessência, mais temos presentes esses traços, e vice-versa.Logo após assistir ao treinamento psico-espiritual de Ichazo em Arica, opsiquiatra Claudio Naranjo entrevistou indivíduos psicologicamentesofisticados e capazes de descrever suas preocupações mentais eemocionais. Num de seus estudos sobre o Eneagrama, Naranjo mapeou

Activity (77)

You've already reviewed this. Edit your review.
jorge mato added this note
Compilação bastante útil!
jorge mato added this note
Very useful compilation!
jorge mato liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
Rafael De Cristo liked this
ftassinari liked this
Ticiany Pinto liked this
Justin Henry liked this
Nathan Fernandes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->