Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
34Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Platão e o belo

Platão e o belo

Ratings: (0)|Views: 13,468|Likes:
Published by Fabiano Conterato
filosofia do belo ou estética em platão
filosofia do belo ou estética em platão

More info:

Published by: Fabiano Conterato on Mar 23, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOCX, TXT or read online from Scribd
See More
See less

06/07/2013

pdf

text

original

 
Fabiano Conterato
1
 Resenha
2
 Platão e o belo
³Admitamos pois ± o que me servirá de ponto de partida e de base ± que existe umbelo em si e por si, um bom em si e por si, um grande, e assim por diante´
3
. É este odialogo que Platão exige que Sócrates faça no
Fédon
com Cebes. O belo, o grande e obom são qualidades que existem de fato, contudo cabe a nós não negá-las.³Os fenômenos da verdade, do bem e do belo são questões fundamentais dopensamento´
4
. É neste sentido que
Platão, em seu livro III de
 A República,
 buscaresponder a pergunta o que é o belo, além de questões que envolvam a arte de formadireta, mas para que isto aconteça faz júz e necessário entrar no mundo das idéias para poder responder a esta questão. No mundo das idéias platônicas, o filosofo em questão nos faz entender que paradesignar o que é belo ou bom é uma questão de estilos, os quais completam, e mais propriamente, nos fazem entender e conhecer a forma dos objetos.Para o filósofo, todo e qualquer objeto possui uma forma de beleza, tanto em suacoloração quanto em seu formato. Platão entende que o belo é semelhante à justiça e avirtude, ou seja, o admirável é apenas um ideal pelo qual o ser humano deveria buscar ealcançar em suas atividades. Contudo o belo aqui referido é o de um único objeto.O filosofo inicia o seu texto afirmando que o belo é apenas a imitação do real,mas que a idéia em si de belo é algo absoluto e eterno, pelo qual não dependeria do próprio objeto que o demonstra para existir, ou melhor, para que a idéia de perfeiçãoexista.Porém a única coisa capaz de poder imitar perfeitamente este belo em questão éa alma humana, que se sente atraída pela sensibilidade das cores, dos sons, que estãoexpressos em uma música ou gravura.É neste sentido que se pode afirmar que este ideal de belo se encontra além domundo material, pois é fora deste mundo, onde a alma se encontra, onde a beleza se
1
Acadêmico do VI nível de filosofia do Instituto Superior de Filosofia Berthier.
2
Trabalho apresentado ao Instituto Superior de Filosofia Berthier para aprovação parcial da matéria deEstética.
3
Trecho retirado da
coleção os pensadores. Platão. capitulo 3 p 55
.
4
Trecho retirado do siteHTTP://www.algosobre.com.br/index2.php?options=com_content&task=vew&id=637&pop=1&page=0&itemid=59. Acesso em 18 de março 2010.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->