Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
27Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
cultivo shitake

cultivo shitake

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 8,316|Likes:

More info:

Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/21/2013

pdf

text

original

 
CULTIVO DE COGUMELOSFICHA TÉCNICA
Setor da Economia:primário Ramo de Atividade:agrícola Tipo de Negócio:cultivo de cogumelos Produtos Ofertados/Produzidos:cogumelos in natura e em conserva Investimento inicial:30mil reais Área:500m²
 APRESENTAÇÃO
Esculturas delicadas e delirantes, cogumelos são espetáculos de difícil definição doplano arquitetônico a que pertencem. Estima-se que existe 1,5 milhão de espéciesidentificadas, número que representa apenas 30% dos fungos existentes. AMicologia, ciência que os estuda, não dá conta de identificar tanta variedade. Háfungos que nascem e morrem em poucas horas. Uns são deliciosas iguarias, outrossão venenos fatais e existem ainda aqueles que funcionam como poderososalucinógenos, também há aqueles que impulsionam inovações na medicina.Alimentam-se das substâncias que degradam, devolvendo-as ao solo processadasna forma de humus, que fertiliza o solo promovendo assim reciclagem eregeneração do ambiente.Nem vegetal, nem animal, fungos são considerados um caso à parte na natureza;pertencem, digamos assim, ao “reino dos fungos”. Sua composição é 70 a 90%água e fora isso são filamentos cujas membranas contêm quitina (componente dapele humana e de insetos). Os cogumelos são enfim, fungos que se transformaramem frutos. A matriz do cogumelo desenvolve-se num "composto" provenientedaquela matéria que ajudam a decompor. Uma linha de produção inicia-se com opreparo do "composto", segue até a colheita chegando ao beneficiamento.
MERCADO
Atualmente, as cidades paulistas de Mogi das Cruzes, Suzano e Atibaia constituemum pólo produtor. A estimativa de consumo mensal brasileira é de 30 mil quilos docogumelo "champignons de Paris”. A variedade “shiitake”, muito utilizada naculinária japonesa, por ter conquistado o paladar do consumidor brasileiro, podehoje ser encontrada tanto em lojas especializadas quanto em feiras livres(comercializados, em sua grande maioria, frescos). A tendência é de crescimentoda demanda, alimentada pela continuidade no fornecimento mola mestra doestabelecimento de um hábito de consumo.
LOCALIZAÇÃO
O local ideal para se cultivar o Shiitake deve ser bastante úmido, algo em torno de90%, com temperaturas amenas entre10 e 30 graus e com altitude média de 800 metros. A área mínima para se iniciar ocultivo deve ser de aproximadamente500 m².
ESTRUTURA
O cultivo requer uma área de aproximadamente 500m², divida entre galpão decompostagem câmara de pasteurização; incubadora (opcional); galpão de cultivo;sala de limpeza e sala de processamento. Especialmente o galpão deve oferecercondições indispensáveis como proteção do sol, chuvas e ventos, além detemperatura e umidade adequadas.
1 - Galpão de Compostagem -
barracão coberto, com ou sem paredes lateraispiso de concreto (resistência ao peso), levemente inclinado para haver acúmulo deágua, com um canal lateral de coleta de água (que a recolhe em um tanque e abombeia, fazendo com que retorne ao composto, eliminando o desperdício denutrientes). Na produção em pequena escala, pode-se improvisar um barracão de
 
compostagem com uma lona plástica estendida no chão e uma cobertura rústica(base de sapé ou mesmo lona plástica) com dimensões para 12 toneladas decomposto inicial, ou seja, 20m x 6m e 4m de altura.
2 - Câmara de Pasteurização -
túnel de pasteurização feito em alvenaria, comparedes e teto isolados termicamente (blocos de cimento celular ou paredes duplas,com uma camada intermediária de ar, isopor ou lã de vidro). Suas dimensões são:2,5 a 3,0 m de altura. 2 m3 para cada tonelada de composto. Piso do túnel: duplo(base de alvenaria e, 30 ou 50 cm acima, um tablado (caibros de 5 cm deespessura, com 1 a 2 cm de espaçamento) onde será colocado o composto. Otablado com espaçamento permite a passagem do vapor de água. Uma casa decultivo, nas condições ideais, necessita de investimento inicial muito elevado. Porisso, alguns produtores utilizam galpões mais simples. A estrutura mais comum éde barracões de madeira forrados com papel aluminizado que reflete o calor eimpede que a elevação excessiva da temperatura interna.
3 – Incubadora (opcional) -
pode ser o próprio galpão de cultivo. Local fechado,com temperatura e umidade controladas, para colocação dos sacos depois desemeados e antes de receber a terra de cobertura.
4 - Galpão de Cultivo -
deve oferecer condições ambientais controladas,principalmente quanto à temperatura, fator que oferece maior dificuldade demanutenção - entre 16-18º C. Em construções de alvenaria, protege-se paredes eteto com tinta impermeável, para que não deteriorem com o passar do tempo emantenham seu poder isolante. Em galpões mais rústicos, feitos de madeira epapel aluminizado, esta proteção é reforçada com plástico.
5 – Sala de Limpeza -
onde são tratados os cogumelos após a colheita - momentoem que precisam ser imediatamente cuidados. Sua localização deve ser ao mesmotempo próxima da saída da propriedade e dos galpões de cultivo, conservandoainda a facilidade para acesso. No local deverão estar disponíveis todos os meios eutensílios para limpeza dos cogumelos.
6 – Sala de Processamento -
onde é feito o cozimento, o envase e a rotulagemdos cogumelos. A tendência é, cada vez mais, terceirizar esta etapa.
EQUIPAMENTOS
Garfos e pás para a formação de pilhas, mangueira para umedecimento,termômetro para acompanhar a compostagem, barracões para cultivo, estufa edesidratadora. Exige ainda veículo utilitário.
INVESTIMENTOS
O investimento varia muito de acordo com o porte do empreendimento e doquantitativo de que dispõe o investidor. Considerando uma produção, montadanuma área de 500m², será necessário um investimento de R$30milaproximadamente.
 Obs.:
os valores apresentados são indicativos e servem de base para o empresáriodecidir se vale ou não a pena aprofundar a análise de investimento e nãocontempla a aquisição do terreno.
 
Investindo em AUTOMAÇÃOUma tendência cada vez mais presente nas empresas que buscam o sucesso éautomatizar as diversas atividades desenvolvidas. A automação melhora odinamismo dos serviços oferecidos, reduzindo filas, tempo de espera, agilizando aemissão de notas fiscais, entre outros. Existem muitas opções que possibilitam essafacilidade: caixas eletrônicas isoladas ou integradas, impressoras parapreenchimento automático de cheques, impressoras de notas fiscais nos caixas,código de barras nos produtos, banco de dados sobre cada produto ou serviço ecadastro de clientes.Investigue de que forma a adoção de um equipamento dessa natureza pode sercapaz de incrementar seus lucros.
PESSOAL
 
Na hora de selecionar as pessoas que irão trabalhar na sua empresa, você develevar em consideração as habilidades específicas exigidas para cada tipo deatividade que desenvolverão. No cultivo de cogumelos exige além de dedicaçãoconhecimentos técnicos especializados. O empreendedor pode trabalhar apenascom o auxílio de um empregado.
PROCESSOS PRODUTIVOS
O segredo da produção está na escolha das toras de eucalipto: com pouca resina eserradas de acordo com normas técnicas (poderão também ser usadas, além doeucalipto, árvores frutíferas como a mangueira, abacateiro e noz pecã). O cultivodo “shiitake” em serragem também é rentável, mas exige mais tecnologia.Para cultivar comercialmente cogumelo, o produtor não deve se preocupar emproduzir suas próprias matrizes, que é uma área específica e especializada, porqueexistem laboratórios especializados no fornecimento de matrizes de boa qualidade.Outra opção é adquirir o composto já semeado, junto a outro produtor, restandoapenas o trabalho de cultivar os cogumelos. Neste sistema, o produtor podetambém vender total ou parcialmente sua produção in natura, terceirizando asetapas comerciais e industriais do processo.ETAPAS:a) Obtenção ou preparação da matriz;b) Preparação do composto e compostagem;c) Compostagem livre;d) Pasteurização;e) Preparo da terra de cobertura;f) Semeadura;g) Incubação;h) Colocação da terra de cobertura;i) Produção e colheita; j) Limpeza.
Cultivo em toras:a)
O eucalipto deve ser cortado em toras de 0,8m a 1m, com diâmetro entre 10cme 15cm, para facilitar o manejo. Os furos, com profundidade de 2cm, são feitos emzigue-zague nas toras. Uma tora de 15cm deverá ter entre 45 e 60 furos. Após ainoculação, os furos são cobertos com parafina e breu (para evitar a contaminaçãodas sementes ou o ataque de formigas) derretidos a 120º C e empilhados emcamadas de cinco, até uma altura de 1,5 m e mantidas em temperatura de 25ºCumidade relativa do ar entre 80% e 100% (ambas alcançadas através de irrigaçãocom água sem cloro). É fundamental que as pilhas não estejam em contato diretocom o solo, para evitar a contaminação. Três meses depois, as pilhas são refeitas eas toras, invertidas, possibilitando desenvolvimento uniforme dos cogumelos.
b)
A inoculação do “shiitake” deve ocorrer de três a sete dias depois do corte,período em que ocorrerá o escorrimento da seiva, com as toras inclinadas. Apósseis meses, está na hora do choque térmico, com a imersão (variando de 8 a 24horas) das toras em tanques de água a uma temperatura 5º C inferior à doambiente.
c)
Depois do choque vem o período de incubação: as toras são levadas ao barracãode frutificação, onde serão mantidas inclinadas, amparadas em cavaletes, semirrigação.
d)
A colheita começa três dias após o choque térmico, estendendo-se por até dezdias, quando as toras recebem novo choque. Uma tora rende entre seis e oitocolheitas.
e)
Após a colheita, re-empilhar as toras, e voltar a rega-las regularmente como naincubação, por mais ou menos 2 meses até que apareçam novamente osprimórdios, que indicam o momento de um novo choque. Esse procedimentodeverá ocorrer por mais 5 a 10 vezes até que o Shiitake esgote todos os nutrientes

Activity (27)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
paulordacosta liked this
Rui Almeida liked this
Prema Pérez liked this
Sidnei Santana liked this
Loirita Marques liked this
Loirita Marques liked this
Fernando Bessa liked this
cmcernea liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->