Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Dinamicas de Grupo - Auto-estima

Dinamicas de Grupo - Auto-estima

Ratings: (0)|Views: 11,683 |Likes:

More info:

Published by: valoracrescentadosoc on Mar 25, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/07/2013

pdf

text

original

 
1
ORIGEM DO NOME
 
Objetivo: Dar oportunidade aos jovens para a reconstrução da sua identidade e daauto-estima.O que você irá precisar: Sala ampla, cadeiras em círculo.Tempo: 20 minutos.O que você faz:1 ± O facilitador solicita que cada participante informe o seu nome, se o mesmo lheagrada e de quem foi a escolha (pai, mãe, amigo da família, etc).2 ± Ele ainda terá a liberdade de optar pelo nome que mais lhe agradar. A origem donome deverá ser esclarecida.Pontos para discussão:a) Por que o nome identifica uma determinação da pessoa e atrás disso há sempreuma origem?b) Por que, antes de nascermos, já existem expectativas de «Resultados esperados:Reflexões sobre a origem do nome, a história que cada indivíduo carrega consigo.Despertar a sensibilidade, a afetividade e a auto-estima dos participantes.
AS
SCA
R
AS
 
Objetivo: Refletir sobre AIDS e auto-estima.Estimular o pensamento sobre ³como estou´, ³qual a cara que eu passo´.O que você irá precisar: Sala ampla, aparelho de som, músicas, máscaras em gessoou papel machê, cosméticos, purpurina, etc.Tempo: 80 minutos.O que você faz:1 ± Os participantes entram na sala e recebem um balão e um coração. No coraçãoestá escrito de um lado um sentimento (diferente para cada coração) e do outro afrase: ³Prevenção é vida´.2 ± O facilitador sugere aos participantes que marquem no seus rostos algo querepresente a AIDS.3 ± No momento seguinte, o facilitador trabalha com a expressão corporal e osentimento expressado no rosto com a pintura.
 
2
 
4
± O facilitador sugere transformar e olhar melhor o mundo.
5
± O facilitador entrega uma máscara de gêsso para cada um, juntamente com oscosméticos, deixando que criem e evoluam com as máscaras.6 ± Dançando com as máscaras, contracenar, olhar-se, trocar de máscara.7 ± A cada intervalo da dinâmica, o facilitador chama um grupo de balões, observandoa seguinte ordem: vermelho, azul, amarelo, verde.8 ± Os participantes devem encher os balões, falar sobre o sentimento que recebem,amarram todos e decoram a sala. Os balões brancos são os últimos a seremchamados e seguem o mesmo procedimento.9 ± O facilitador ouve os participantes.10 ± Todos os balões são reunidos no centro da sala, sugere-se ao grupo que cadaum pegue novamente um balão, leia atentamente o que está escrito no coração ereflita sobre este sentimento.11 ± Toca-se a música final e distribui-se uma mensagem sobre o treina-mento.
DINÂMI
CAS
DE DE
SC
ONTR
AÇÃ
O
 
A
REDE
 
Objetivo:Integrar o grupo de adolescentes entre si e em relação ao treinamento.Refletir sobre informação, integração e comunicação.O que você irá precisar:Sala ampla, rolo de cordão ou barbante.Tempo: 30 minutos.O que você faz:1 ± O facilitador solicita que o grupo fique em pé e se disponha em cír-culo.2 ± O facilitador pede que cada participante se apresente, dizendo seu nome e umsentimento.3 ± Em seguida, prende o cordão em um dedo e joga o rolo para outro participante.
4
± Ao faltar cordão para alguns componentes do grupo, pede-se suges-tão deinclusão dos mesmos.Pontos para discussão:a) Qual a importância da rede?
 
3
 
b) O que a forma da rede simboliza para o grupo?Resultados esperados:Ter proporcionado a reflexão sobre comunicação, a importância da rede,responsabilidade em relação ao outro.
J
OGO DO TOQUE
Objetivo:Permitir maior interação e contato entre os adolescentes para descontração.O que você precisa:Sala ampla, aparelho de som, fita cassete.O que você faz:1 ± O facilitador solicita que o grupo fique no centro da sala, à vontade.2 ± Os participantes circulam, dançam, respondendo ao código do faci-litador, como:pé com pé, braço com braço, etc.Pontos para discussão:a) Sensações captadas pelo contato com o outro.b) Pessoas que sentem dificuldade de proximidade com os outros.c) Houve sentimentos agradáveis durante o contato com diversos parti-cipantes?Resultados esperados:Proporcionar o contato entre os adolescentes, de forma agradável e sem preconceito.
MEN
SA
GEM N
AS
 
C
O
S
T
AS
 
Objetivo:Promover a descontração do grupo.O que você irá precisar:Sala ampla, aparelho de som, fita cassete, cartões tipo visita com mensagens.Tempo: 10 minutos.O que você faz:1 ± O facilitador pede que o grupo se coloque em círculo, no centro da sala.

Activity (0)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Gabriel Orciole liked this
Naiane Andrade liked this
Carol Mendes liked this
Lília Araújo liked this
Dilse Manera liked this
Valeria Ferreira liked this
Laisa Medeiros liked this
Yara Oliveira added this note
Essas dinamicas são divertidas, mas preciso de uma mais para mitivação.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->