Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
17Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O propósito das dificuldades na peregrinação cristã. Estudo sobre Deutoronomio 8.1-10

O propósito das dificuldades na peregrinação cristã. Estudo sobre Deutoronomio 8.1-10

Ratings: (0)|Views: 3,647 |Likes:
Published by basebiblica
www.base-biblica.blogspot.com
Um blog dedicado à publicação de estudos bíblicos
www.base-biblica.blogspot.com
Um blog dedicado à publicação de estudos bíblicos

More info:

Categories:Types, Speeches
Published by: basebiblica on Mar 27, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/21/2013

pdf

text

original

 
Base Bíblica para a vida cristã – www. base‐biblica.blogspot.com
O
 
propósito
 
das
 
dificuldades
 
na
 
peregrinação
 
cristã
 
Estudo
 
 sobre
 
Deuteronômio
 
cap.
 
8.1
-
10
 
Israel foi um povo escravo no Egito. 400 anos foram servos de um povo pagão, amarrados aeles, subjugados, fazendo os trabalhos servis e nojentos, mastigando povo, suando ebebendo suas próprias lágrimas. Até que chegou o dia em que o Senhor os tirou desse paíscom poderosa mão.O Senhor derramou sua ira sobre Egito para libertar ao povo que Ele tinha escolhido porpura graça e nada mais do que graça. Ele abriu o mar vermelho e fez que o povoatravessasse do Egito para o deserto, na peregrinação à Terra prometida. Uma peregrinaçãolonga, mas não tão longa se eles não tivessem caído, não tivessem pecado várias vezescontra o Senhor, esquecendo da sua graça e misericórdia, esquecendo das grandesmaravilhas que o Senhor tinha feito com eles quando os tirou de Egito sem terem merecidonada.A peregrinação curta se tornou um deserto sombrio, cheio de lutas e guerras, cheio dedificuldades e às vezes sem uma certeza de um rumo bem definido. Uma peregrinação quese estendeu por 40 anos para chegar à terra prometida. Uma geração inteira pereceu nocaminho, por seus próprios pecados e por sua dureza, por não ter acreditado o que o Senhortinha prometido. Os filhos dessa geração, ainda pequenos quando tinham saído de Egito,agora estavam chegando à Terra prometida.Depois de tantas provas e guerras ali estavam eles, de frente à terra prometida, de frente àspromessas que o Senhor tinha feito para eles por tanto tempo. Estavam a ponto de tomarposse do que o Senhor tanto os fez esperar, tanto os prometeu e o que eles tanto desejaram.E nesse momento, muitos deles poderiam ter se perguntado: Por que o Senhor nos fezpassar por tudo isto? Para que tanto sofrimento? Para que tantas lutas, tantas guerras, tantochoro e lamento, tantas perdas e fracassos? Era necessário tudo isso para chegar a estelugar? Por acaso Deus não tinha poder para ter-nos dado isto sem tanto esforço? Paraque?...Conseguem fazer um paralelo com nossas vidas? O Senhor nos tirou do mundo, de Egito,da escravidão, quando ainda estávamos mortos no pecado, como diz em Efésios 2.1-8:
1 Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados.2 nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência;
 
Base Bíblica para a vida cristã – www. base‐biblica.blogspot.com
3 entre os quais também todos nós andamos outrora, segundo as inclinações da nossacarne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos, por natureza, filhos daira, como também os demais.4 Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou,5 e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, - pelagraça sois salvos,6 e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais emCristo Jesus;7 para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus.8 Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus;
A partir daí começamos a caminhar com Ele na nossa peregrinação. Nós somos peregrinosnesta terra, como diz em Hebreus 11.13-16:
13 Todos estes morreram na fé, sem ter obtido as promessas; vendo-as, porém, delonge, e saudando-as,
e confessando que eram estrangeiros e peregrinos sobre a terra.14 Porque os que falam desse modo manifestam estar procurando uma pátria.
 15 E, se, na verdade, se lembrassem daquela de onde saíram, teriam oportunidade devoltar.16 Mas, agora, aspiram a uma pátria superior, isto é, celestial. Por isso, Deus não seenvergonha deles, de ser chamado o seu Deus, porquanto lhes preparou uma cidade.
Da mesma maneira que a Israel, a nossa peregrinação na vida cristã é uma peregrinação queàs vezes nos custa caro, a muitas pessoas custou o sangue, a outros fracassos. Como Paulodizia aos Corintos acerca da sua peregrinação e ministério em 2 Coríntios.6.4-10:
4 Pelo contrário, em tudo recomendando-nos a nós mesmos como ministros de Deus: namuita paciência, nas aflições, nas privações, nas angústias,5 nos açoites, nas prisões, nos tumultos, nos trabalhos, nas vigílias, nos jejuns,6 na pureza, no saber, na longanimidade, na bondade, no Espírito Santo, no amor não fingido,7 na palavra da verdade, no poder de Deus, pelas armas da justiça, quer ofensivas, quer defensivas;8 por honra e por desonra, por infâmia e por boa fama, como enganadores e sendoverdadeiros;9 como desconhecidos e, entretanto, bem conhecidos; como se estivéssemos morrendo e,contudo, eis que vivemos; como castigados, porém não mortos;10 entristecidos, mas sempre alegres; pobres, mas enriquecendo a muitos; nada tendo,mas possuindo tudo.
 
Base Bíblica para a vida cristã – www. base‐biblica.blogspot.com
E agora nós... Termos de namoros? quedas em pecado? sofrimentos por causa de Cristo?perdas de familiares? Por acaso nós como jovens não passamos por algumas destas provascomo o povo de Israel quando ia pelo deserto? Por acaso não temos guerras como teveIsrael? Por acaso não somos muitas vezes néscios como eles, esquecendo do que o Senhorfez nas nossas vidas? E ai o Senhor tem diante de nós esse grande galardão preparado,aquela coroa de vida que ele promete para quem lhe ama. Então nos perguntamos: para quêtanto sofrimento pelo caminho? Para quê todas essas lutas? São realmente necessárias?Têm algum propósito ou apenas é parte deste mundo pecaminoso e devemos apenas aceitá-las como parte da vida humana?Nesse ponto, podemos voltar para o povo de Israel se perguntando isto antes de receber aspromessas. Lá em Deuteronômio, as últimas palavras de Moisés, que os tinha dirigidonesses 40 anos de peregrinação. O povo está por tomar posse das promessas e Moisés osexorta, dando o Senhor através dele a resposta para quem se pergunta: para quê tantasdificuldades na minha vida cristã até chegar ao final da carreira?:Vejam Deuteronômio 8.1-10 e pensem o Senhor falando também para nós, façam umparalelo entre a peregrinação do povo de Israel, as suas dificuldades e as nossas em nossaperegrinação cristã:
1 Cuidareis de cumprir todos os mandamentos que hoje vos ordeno, para que vivais, evos multipliqueis, e entreis, e possuais a terra que o SENHOR prometeu sob juramento avossos pais.2 Recordar-te-ás de todo o caminho pelo qual o SENHOR, teu Deus, te guiou no desertoestes quarenta anos, para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teucoração, se guardarias ou não os seus mandamentos.3 Ele te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu nãoconhecias, nem teus pais o conheciam, para te dar a entender que não só de pão viverá ohomem, mas de tudo o que procede da boca do SENHOR viverá o homem.4 Nunca envelheceu a tua veste sobre ti, nem se inchou o teu pé nestes quarenta anos.5 Sabe, pois, no teu coração, que, como um homem disciplina a seu filho, assim tedisciplina o SENHOR, teu Deus.6 Guarda os mandamentos do SENHOR, teu Deus, para andares nos seus caminhos e otemeres;7 porque o SENHOR, teu Deus, te faz entrar numa boa terra, terra de ribeiros de águas,de fontes, de mananciais profundos, que saem dos vales e das montanhas;8 terra de trigo e cevada, de vides, figueiras e romeiras; terra de oliveiras, de azeite emel;9 terra em que comerás o pão sem escassez, e nada te faltará nela; terra cujas pedrassão ferro e de cujos montes cavarás o cobre.10 Comerás, e te fartarás, e louvarás o SENHOR, teu Deus, pela boa terra que te deu.

Activity (17)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Bispoalberto liked this
Anaide Oliveira liked this
Rony Souza liked this
Thais Lasse liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->