Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Animais Companhia

Animais Companhia

Ratings: (0)|Views: 7 |Likes:
Published by crisseica
Resolução Para 2010: Ajudar Animais Sem Rosto /
http://www.pelosanimais.org.pt/blogue/animais_sem_rosto
Resolução Para 2010: Ajudar Animais Sem Rosto /
http://www.pelosanimais.org.pt/blogue/animais_sem_rosto

More info:

Categories:Types, Brochures
Published by: crisseica on Mar 27, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/17/2012

pdf

text

original

 
 ©
2009 Associa
ç
ão Pelos AnimaisPágina na Internet: www.pelosanimais.org.ptEndere
ç
o Postal: Apartado 7051, 4051-901 Porto, Portugal
Tem
 Animais de Companhia
ou Pretende Vir a Ter?
Ter um animal de companhia pode ser uma experiênciaincrivelmente compensadora e enriquecer a nossa vida deuma forma incomparável. Além de nos oferecerem amorincondicional e companhia fantástica, os animais tambémfavorecem a nossa saúde e o nosso bem-estar psicológico.Contudo, embora os nossos amigos de quatro patas nosofereçam tudo sem pedir nada em troca, ter um animal decompanhia exige um compromisso responsável da nossa parte.
Dirija-se ao veterinário ao primeiro sintoma!
Os animais são muito mais resistentes dos que os humanos e, muitas vezes, só apresentamsintomas evidentes de estarem doentes quando a doença já está em estado muito avançado.Muitas pessoas ignoram os primeiros sintomas de doença ou mal-estar e só sedirigem ao veterinário quando já é demasiado tarde. Além disso, nunca deverámedicar o seu animal por conta própria, pois estará a colocar a vida dele emsério risco. Procurar assistência veterinária imediatamente após detectar algumsinal de doença poderá salvar a vida do seu animal.
Nunca deixe o seu animal reproduzir-se!
Permitir-se irreflectidamente o acasalamento de animais é uma das principaiscausas do gravíssimo problema de superpopulação de animais de companhia.Ao contrário do que ainda é comum pensar-se, as fêmeas não têm nenhumanecessidade de terem uma ninhada, tal não passa de um mito. Também no casodos machos, a procriação não é necessária nem tão-pouco significa saúde.
Ofereça ao seu animal abrigo e segurança!
Essencialmente no caso de ter gatos, tenha o cuidado de manter as janelas e portas bem fechadasou resguardadas com uma rede mosquiteira. Infelizmente, as quedas de gatos são muito frequentes,tendo a maioria delas consequências muito graves. Se não pretender manter o seu animal dentro decasa, deverá proporcionar-lhe um local abrigado e protegido das temperaturas extremas; deveráainda ter um muro/vedação com altura suficiente para impedir a saída do seu animal e a entrada deoutros animais. N
UNCA
mantenha um animal acorrentado nem confinado a um espaço pequeno!
Leve o seu cão a passear todos os dias!
A menos que o seu cão disponha de um extenso espaço murado/vedado onde se possa exercitar efazer as necessidades, leve-o a passear todos os dias. Os cães adoram passear, porque podeminvestigar novos cheiros e, além disso, passear ajuda-os a socializar com outros cães e pessoas.Ajude a manter as ruas limpas: não se esqueça do saquinho para recolher as fezes do seu animal!
Brinque com o seu animal e faça-lhe companhia!
Tanto os gatos como os cães adoram brincar connosco! A brincadeira ajuda-os a exercitarem-se,funciona como estímulo mental e fortalece a relação familiar. Não deverá deixar o seu animalsozinho por longos períodos de tempo. Os cães, em particular, por serem animais extremamentesociáveis, precisam de bastante interacção com a família para terem uma vida saudável. Se tiver as condições necessárias para tal, poderá também considerar adoptar outro animal da mesmaespécie, para que o primeiro não se sinta tão sozinho.
Ofereça ao seu animal uma dieta adequada!
Mantenha sempre água fresca à disposição do animal e dê-lhe uma alimentação de boaqualidade, evitando a “ração de supermercado” (de qualidade inferior e que poderácolocar em causa a saúde do seu animal a longo prazo). Evite ainda dar-lherestos de comida, pois tal resulta quase sempre numa dietadesequilibrada. Deverá vigiar o peso do seu animal e adequar aquantidade de alimento às suas necessidades. Éimportante actuar logo aos primeiros sinais deobesidade, evitando assim problemas de saúde sériose difíceis de solucionar.
Leve regularmente o seu animal ao veterinário!
Os animais devem ser levados com regularidade ao veterinário (pelo menos uma vez por ano, parauma consulta de rotina). Tal como nos humanos, a prevenção é sempre a melhor opção, permitindodetectar uma doença ou um problema antes de se desenvolverem. É também recomendávelefectuar regularmente a desparasitação interna e externa do seu animal.
Associa
ç
ão Pelos Animais • www.pelosanimais.org.pt

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->