P. 1
Reologia de Fluidos e Suspensões de Partículas análogas ao Sangue

Reologia de Fluidos e Suspensões de Partículas análogas ao Sangue

Ratings: (0)|Views: 8,264 |Likes:
Published by nunoaguiar8
Relatório da Bolsa de Integração à Investigação do Centro de Estudos de Fenómenos de Transporte - CEFT, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, FEUP
Relatório da Bolsa de Integração à Investigação do Centro de Estudos de Fenómenos de Transporte - CEFT, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, FEUP

More info:

Published by: nunoaguiar8 on Mar 29, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/01/2014

pdf

text

original

 
 
Bolsa de Integração à Investigação (BII) financiada pelaFundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) 
2008-2009
Centro de Estudos de Fenómenos de Transporte (CEFT)
Estudo da Reologia de FluidosAnálogos ao Sangue
Orientadores:
Prof. Fernando Manuel Coutinho Tavares de PinhoProfª. Mónica Sofia Neves de Freitas Oliveira
Agradecimentos:
Prof. Adélio Manuel de Sousa CavadasProf.ª Maria Josefina Figueira Ferreira
Trabalho Realizado por:
Nuno António Aguiar dos Santos – em07177
 
Reologia de Fluidos Análogos ao Sangue
 
BII – 2008/2009Nuno António Aguiar dos Santos2
 Agradecimentos
Em primeiro lugar, não há que deixar de agradecer à Fundação para a Ciência eTecnologia (FCT) por me ter dado a oportunidade de realizar o presente trabalho noâmbito da Bolsa de Integração à Investigação BII/UNI/532/EME/2008: “Reologia deFluidos Análogos ao Sangue e Suspensões de Partículas Sensíveis a Campos Eléctricos”e ao meu coordenador Prof
.
Fernando Manuel Coutinho Tavares de Pinho, Professorassociado da secção de Fluidos e Calor do Departamento de Engenharia Mecânica daFaculdade de Engenharia da Universidade do Porto e membro do Centro de Estudosde Fenómenos de Transporte (CEFT), pelos conhecimentos transmitidos e peladisponibilidade em abordar os problemas expostos durante as reuniões, nãoesquecendo a coordenadora Prof.ª Mónica Sofia Neves de Freitas de Oliveira,Investigadora auxiliar do Centro de Estudos de Fenómenos de Transporte (CEFT), peladisponibilidade demonstrada no esclarecimento de qualquer dúvida e peloacompanhamento nas actividades experimentais.Um agradecimento especial aos professores do Centro de Estudos deFenómenos de Transporte (CEFT): Prof. Adélio Manuel de Sousa Cavadas e Prof.ªMaria Josefina Figueira Ferreira, pela monitorização e auxilio prestado nolaboratório.Um último agradecimento aos meus pais, à minha namorada e aos meus irmãos,pela compreensão e pelo apoio prestado durante a execução deste trabalho, assimcomo a todos aqueles que de uma forma indirecta contribuíram para ele.
 
Reologia de Fluidos Análogos ao Sangue
 
BII – 2008/2009Nuno António Aguiar dos Santos3
Índice
1. Objectivos .................................................................................................................................. 42. Introdução ................................................................................................................................. 53. Metodologia .............................................................................................................................. 63.1 Reometria de Corte ............................................................................................................. 73.1.1 Regimes de escoamento para um fluido ...................................................................... 73.1.2 Lei de Newton da Viscosidade ..................................................................................... 73.1.3 Tipos de Fluidos ............................................................................................................ 83.1.4 Principais Modelos Usados em Reologia...................................................................... 93.1.5. Materiais viscoelásticos............................................................................................. 113.1.6- Reometria utilizando geometrias de medição .......................................................... 203.1.7- Generalidades sobre o reómetro rotacional usado .................................................. 253.2-Reometria extensional ...................................................................................................... 284. Generalidades sobre o sangue ................................................................................................ 324.1- Hemoreologia ................................................................................................................... 324.2 Cuidados a ter com o sangue ............................................................................................ 324.3 Constituição do sangue ..................................................................................................... 334.4 Circulação do sangue......................................................................................................... 354.5 Reologia do sangue – Alguns modelos utilizados ............................................................. 385 Resultados dos ensaios ............................................................................................................ 425.1 Análise reológica ............................................................................................................... 425.1.1 Ensaio extensional ...................................................................................................... 425.1.2 Ensaio de corte ........................................................................................................... 455.2 Análise Electroreológica .................................................................................................... 645.2.1- Suspensão de amido de milho em óleo de linhaça ................................................... 695.2.2- Suspensão de CarboxiMetilCelulose em óleo de linhaça ......................................... 715.2.3- Suspensão de óxido de alumínio em óleo de linhaça ............................................... 735.2.4- Efeito da intensidade do campo eléctrico nas suspensões electroreológicas .......... 766. Conclusões ............................................................................................................................... 797. Bibliografia consultada ............................................................................................................ 818. Anexos ..................................................................................................................................... 84

Activity (67)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Caique Cassell liked this
Nara Fernandes liked this
janaina andrade liked this
Renata Lopes liked this
Raissa Tavares liked this
Paulo Farias liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->