Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Disciplina e Domínio do Pensamento

Disciplina e Domínio do Pensamento

Ratings: (0)|Views: 6 |Likes:
Published by Juliana Zuliani

More info:

Published by: Juliana Zuliani on Mar 29, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/07/2010

pdf

text

original

 
CONTROLE DO PENSAMENTODeixar seus pensamentos vagar sempre para onde ele quiser e nãoconseguir sequer alguns minutos de concentração é um grandebloqueio para aqueles que buscam a magia.Para ter sucesso em qualquer ato mágico é preciso ter suaconcentração e sua imaginação extremamente "afiada", se sua mentevagar diante de algum ato mágico, você pode botar tudo a perder.A baixo segue um texto simples e básico de como começar acontrolar seus pensamentos e não o contrário.Boa Leitura!!!Disciplina do Pensamento, Domínio do PensamentoSente-se confortavelmente numa cadeira ou deite-se num divã.Relaxe todo o corpo, feche os olhos durante cinco minutos eobserve o curso dos pensamentos que você tenta fixar. No inícioirá perceber que uma grande quantidade desses pensamentosprecipitar-se-ão em sua mente, na sua maioria pensamentosrelativos a coisas e situações do dia-a-dia, às suas atividadesprofissionais, suas preocupações em geral. Imagine-se na posiçãode um observador silencioso, totalmente livre e independente.Conforme o estado de ânimo e a situação em que você se encontrarno momento, esse exercício será mais ou menos difícil de realizar.Não se trata de perder o curso do pensamento ou de esquece-lo, masde acompanhá-lo com atenção. Devemos sobretudo evitar pegar nosono durante o exercício. Ao nos sentirmos cansados, devemosinterromper o exercício imediatamente e adiá-lo para uma outraocasião, quando então assumiremos o compromisso de não nosdeixarmos dominar pelo cansaço. Para não perder o seu tempoprecioso, os indianos, por exemplo, borrifaram ou esfregam águafria no rosto e no peito, e assim conseguem permanecer despertos.Algumas respirações profundas antes do exercício também eliminam eprevinem o cansaço e a sonolência. Com o tempo, o aprendizdescobrirá por si mesmo essas e outras pequenas medidasauxiliares. Esse exercício de controle de pensamento deverá serfeito de manhã e de noite, e a cada dias do seu tempo deverá serprolongado em um minuto, para que em uma semana possamosacompanhar e controlar o curso de nossos pensamentos por no máximodez minutos sem nos dispersamos. Esse período de tempo foideterminado para o homem mediano, comum. Quem achá-lo insuficientepode prolongá-lo de acordo com a própria avaliação. De qualquermodo deve-se avançar com prudência, pois não há motivos parapressa; em cada pessoa o desenvolvimento ocorre de forma bastanteindividual. Mas não se deve de jeito nenhum seguir adiante antesde dominar o exercício anterior. O aprendiz atencioso perceberácomo inicialmente os pensamentos irão sobressaltá-lo, passando porsua mente em grande velocidade e dificultando a sua captação. Masde um exercício a outro ele constatará que o caos inicial irádesaparecendo aos poucos e eles ficarão mais ordenados, até que só
 
uns poucos surgirão na sua mente como que vindos de muito longe.Devemos dedicar a máxima atenção a esse trabalho de controle dopensamento, pois ele é extremamente importante para a evoluçãomágica, o que mais tarde se evidenciará por si mesmo. Pressupondo-se que o exercício em questão foi suficientemente elaborado e quetodos já conseguem dominar a sua prática, podemos prosseguir commais uma instrução mental. Já aprendemos a controlar nossospensamentos. O exercício seguinte consiste em não permitir quepensamentos insistentes e indesejados aflorem em nossas mentes.Por exemplo, ao retornarmos à nossa vida privada e familiar,devemos estar em condições de evitar as preocupações ligadas aonosso trabalho profissional. Todos os pensamentos que nãopertencem à nossa vida privada devem ser desligados, e devemosimediatamente nos transformar em outras pessoas. E vice-versa, nanossa atividade profissional devemos direcionar nossos pensamentosexclusivamente ao trabalho e não permitir que se desviem paraoutros locais, como o ambiente doméstico ou privativo, ou qualqueroutro. Isso deve ser exercitado até transformar-se num hábito.Devemos sobretudo habituar-nos a executar nossas tarefas, notrabalho ou na vida privada, com a máxima consciência, sem levarem conta o fato de se tratar de algo grande, importante, ou de umacoisa insignificante, pequena. Esse exercício deve ser cultivadoao longo de toda vida, pois aguça a mente e fortaleça a memória ea consciência. Depois de obtermos uma certa prática na execuçãodesse exercício, podemos passar ao próximo, que consiste em fixaruma única idéia por um certo período de tempo, e reprimir comfirmeza outros pensamentos que vêm se ajustar a ela na mente, comviolentos sobressaltos. Escolha um pensamento ou uma idéiaqualquer de sua preferência, ou então uma imagem. Fixe-a com todaa força, e rejeite energicamente todos os outros pensamentos nãotenham nada a ver com os do exercício. No início, você sóconseguirá fazer isso por alguns segundos, e posteriormente, poralguns minutos. Você tem que conseguir fixar um único pensamento eacompanhá-lo por no mínimo dez minutos seguidos. Se for bemsucedido em seu intento, estará maduro para mais um exercício, queconsistirá no aprendizado do esvaziamento total da mente. Deite-seconfortavelmente num sofá ou numa cama, ou então sobre uma cadeirareclinável, e relaxe o corpo inteiro. Feche os olhos. Rejeiteenergicamente todos os pensamentos emergentes. Em sua mente nãodeve haver nada, somente o vazio total. Fixe esse estado de vaziototal, sem desviar ou se distrair. No início você só conseguirámanter isso durante alguns segundos, mas exercitando-seconstantemente conseguirá um melhor desempenho. O objetivo doexercício será alcançado quando você conseguir manter-se nesseestado durante dez minutos completos, sem se distrair ouadormecer. Seus sucessos, fracassos, tempo de duração dosexercícios e eventuais perturbações deverão ser anotadoscuidadosamente num diário mágico. Esse diário servirá para ocontrole pessoal de sua escalada. Quando mais consciencioso vocêfor na consecução dos exercícios aqui descritos, tanto melhor seráa sua assimilação dos restantes.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->