Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A Peleja do Cérebro com o Coração cordel

A Peleja do Cérebro com o Coração cordel

Ratings: (0)|Views: 59|Likes:
Published by Marisane

More info:

Published by: Marisane on Mar 30, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/14/2010

pdf

text

original

 
 
A Peleja do Cérebro com o Coração
Autor:
Marcus Lucenna
O Cérebro e o CoraçãoUm dia marcaram encontroE como dois violeirosPelejaram num confrontoPra disputar qual dos doisPra vida estava mais pronto
 Essa história agora eu contoMeu leitor sinta e entendaCom o coração e o cérebroPra que você compreendaQue essa briga é verdadeira Não é invenção ou lenda
O Cérebro abriu a contendaDizendo pro CoraçãoEu fiz o homem crescerTer lucidez e razãoGraças a mim ele pôdeDominar a criação
 Retrucou o CoraçãoCérebro deixe de heresiaA evolução da vidaAntes de ti já existiaAntes de um cérebro pensar Um coração já batia
Isso de nada valiaFaltava minha influênciaA vida era primitivaSem matemática ou ciênciaEu cheguei e dei a elaO poder da consciência
 É muita maledicênciaTambém muita pretensãoChegar por último e querer Ser dono da evoluçãoCérebro, você só existe,
 
Por causa do coração
Sou a fonte da razãoEm mim nasce o pensamentoSou o pai da inteligênciaDa criação, do invento,Dou ao homem lucidezA competência e o talento
 Já eu, sou o sentimento,Que eleva a sabedoriaEu tenho cinco sentidosTrabalhando noite e diaPra dotar a existênciaDe prazer, sonho, magia.
Os neurônios seguem a guiaDas ordens que me apetecemGlândulas e conexõesSensoriais me obedecemOs músculos fazem o que mandoMinhas ordens reconhecem
 Os neurônios adoecemGraças a sua imposturaO pensamento enlouqueceVem depressão e amarguraA dor que o cérebro causaÉ o coração quem cura
Isso é mentira puraSó vindo do coraçãoQue é o órgão da frescuraDa fraqueza e da ilusãoDizer que o cérebro é culpadoDa loucura e depressão
 Eu sou o pai da emoçãoDa paixão e do amor Em mim nascem sentimentos,Esse é meu maior valor Meu pulsar marca os momentos,Da vida saiba o senhor 
Sou o cérebro pensadorMoro dentro da cabeçaPonto mais alto do corpoPra que ele não se esqueçaSou eu quem comanda ele
 
É
bom que ele me obedeça
 Cérebro, não se aborreça,Sou a fonte da ternuraMoro no meio do peitoOnde a alma se depura Nem acima nem abaixo No equilíbrio da altura
É
s um músculo sem posturaDisso eu nunca me esqueçoBomba de bombear sangueContigo não me aborreço
É
pobre a sua funçãoMas tem valor, reconheço.
 Sou músculo e não lhe obedeçoBato à sua reveliaSe eu parar a vida acabaCessa a sua serventiaReconheço o seu valor Mas tu, não é o meu guia
Mas sou eu quem te alumiaQuando você se apaixonaFica tonto, perde o rumoCirco com fogo na lonaTe dou o meu equilíbrioSe não você desmorona
 Eu trago você à tonaQuando te vejo afundar Ao imaginar ser DeusPor ser capaz de criar Se eu não te desse humildadeTeu ego ia nos matar 
Coração vou te falarVocê é digno de penaE vive dando trabalhoAo pobre Marcus LucennaDe tanto cair do galhoSofre mais que Madalena
 Cérebro o Marcus LucennaPor mim se tornou poetaPor você ele seriaUm matemático, um atletaFazia tudo certinho

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->