Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
9Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
EU SOU CAMILLE DESMOULINS - Crítica ao livro de Luciano dos Anjos

EU SOU CAMILLE DESMOULINS - Crítica ao livro de Luciano dos Anjos

Ratings: (0)|Views: 873 |Likes:
Published by moizes-rio

More info:

Published by: moizes-rio on Mar 31, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/26/2013

pdf

text

original

 
ANÁLISE E CRÍTICA DO LIVRO “EU SOU CAMILLEDESMOULINS”, de Hermínio C. Miranda e Luciano dosAnjos.
Observação1: os grifados, sublinhados, negritos,nas citações de textos de outros autores, são denossa autoria. Textos [entre colchetes] oinserções explicativas, de nossa autoria.Observação2: algumas citações ilustrativas sãorelativamente longas. A inteão é mostraclaramente o pensamento do autor, evitandodistorções, o que é comum ocorrer comreferências curtas.Observação3: alusões à reencarnação emediunidade são inevitáveis na presente análise.Conseqüentemente, referências ao espiritismotambém seo inevitáveis. o qualquer intento em agredir crenças, as quais respeitamoscom muita seriedade. Discutimos, sim, idéias, proposições, teorias.
OBJETIVO:
analisar a alegão de que as recordõesexperienciadas por Luciano dos Anjos, sob o acompanhamento deHermínio Miranda, demonstram um autêntico caso dereencarnação.
 
COMENTÁRIOS INICIAIS
Os protagonistas da obra sob aprecião o Hermínio Correa deMiranda e Luciano dos Anjos. O evento teria ocorrido durantes alguns meses,no ano de 1967 e, segundo os autores, foi gravado em fita e das gravaçõesproduziu-se o livro.Tanto Hermínio quanto Luciano são pessoas dotadas de elevada cultura.Hermínio domina quatro ou cinco idiomas, escreveu muitos livros, nos quaismostra familiaridade com variados assuntos. Luciano atuou como jornalista por longo tempo e também escreveu diversas obras. Portanto, estamos lidandocom pessoas do mais alto gabarito, cuja formação intelectual é inatacável e, aoque tudo indica, são figuras ilibadas, não dadas a dissimulações ou fraudesconscientes.Desse modo, as apreciações que faremos não têm por objetivo denegrir a imagem dos autores, sim avaliar a experiência de regressão que, segundodefendem, atestaria indubitavelmente um evento reencarnacionista. O objetivodeste trabalho é verificar se tal declaração é suficientemente firme para ser acatada sem receios.Antes de falarmos da experiência propriamente dita, necessário se fazconhecer a metodologia utilizada, bem como a base teórica que ampara aprática regressionista, nos moldes praticados por Hermínio Miranda. Estasestão detalhadas na obra
“A Memória e o Tempo” 
, de autoria de Hermínio, naqual, logo no início, se lê:
Regressão da memória é o processo espontâneo ou provocado, pormeio do qual, o esrito encarnado ou desencarnado fica emcondições de retornar ao passado, na vida atual ou em existênciasanteriores, próximas ou remotas.Estou bem certo de que a definição proposta pressupõe aceitação dealguns dos preceitos básicos da doutrina espírita, organizada porAllan Kardec na segunda metade do século XIX, na França. (p. 13,14)
Aqui deparamos um dificultador:
 para se aceitar a definição proposta por Hermínio necessário se faz aceitar pressupostos da doutrina espírita
.O que constitui um problema e uma limitação. Hermínio Miranda assevera que
 
a melhor maneira (e talvez a única aceitável) de explicar o fenômeno seja por meio da teoria espírita. Como se pode ver no trecho a seguir:
“Os pressupostos implícitos na definição oferecida não são...invençãodo espiritismo nem surgiram de revelações transcendentaisrevestidas de caráter místico ou dogmático, a exigir sustentação da fécega. São princípios eminentemente lógicos que podemos aceitar semnenhuma forma de violência à razão e que têm sido exaustivamentepesquisados e confirmados por inúmeros investigadores qualificados.(...)Sugerimos, portanto, aos mais renitentes e obstinados negadores queos aceitem, provisoriamente, como hiteses de trabalho e ossubmetam aos testes e aplicações que julgarem necessários. Aindaque o os aceitem, pom, o como negar que eles esoimplicitamente contidos na vio integrada do femeno daregressão da memória.Estão, assim, embutidos na estrutura do fenômeno os seguintesconceitos fundamentais que aqui alinhamos como premissas básicas:- existência do espírito, ser consciente em evolução.- existência de um corpo energético, organizador biológico, a quechamamos de perispírito.- preexistência do espírito à sua vida na carne.- sobrevivência do espírito à morte do corpo físico.- sua permanência por algum tempo numa dimensão que escapa aosnossos sentidos habituais.- seu retorno em novo corpo físico para nova existência na carne.- sua responsabilidade pessoal pelos atos praticados, no bem ou nomal. (p. 14)
Essas “exincias” dificultariam ao investigador o-esrita aaveriguação do caso, pelo menos dentro da abordagem realizada pelo autor.Praticantes do regressionismo, o adeptos da doutrina esrita, teriamdificuldades em acatar alguns dos quesitos especificados, notadamente aexistência do perispírito. De certo modo, o que Hermínio Miranda intima é maisou menos o seguinte:
analisem a experiência de Luciano dos Anjos e

Activity (9)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Roberto Gandara liked this
gbhmayer3679 liked this
gdcosta024553 liked this
emanuno liked this
Leonardobmf10 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->