Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
JP_2007

JP_2007

Ratings: (0)|Views: 416 |Likes:
Published by Póvoa de cervães
Jornal Paroquial de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães 2007
Jornal Paroquial de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães 2007

More info:

Published by: Póvoa de cervães on Apr 01, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/22/2013

pdf

text

original

 
 
JANEIRO 2007
Nº 553
 AVENÇA PORTE PAGO
3530 MANGUALDE
TAXA PAGA
 
 PREÇO 0,55 - MENSAL
PORTUGAL
CORREIOEDITORIALMANGUALDE *TAXA PAGA
Proprietário:
 
Fábrica da Igreja de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães
Director:
P. Celestino Correia Ferreira
Sede de Administração
:
 
Santiago de Cassurrães - Telef. 232 614224
Composição e Impressão:
-
Mangualde
 
FamíliaFamília
Santiago de Cassurrães Póvoa de Cervães 
Telef.232 622622 Fax: 232 612 878
E-Mail: tipografia-central@mail.telepac.pt
Durão Barroso eleito “Europeu 2006” 
O presidente da ComissãoEuropeia, José Manuel DurãoBarroso, foi eleito “Europeu do Ano2006” numa iniciativa promovidapelo semanário European Voice. A chanceler alemã, AngelaMerkel venceu na categoria de“Governante do Ano”, o teólogoTariq Said Ramadan na de “CidadãoNão Europeu do Ano” e o francêsJean-Marc de la Babiére foiconsiderado o “Diplomata do Ano”. A distinção é um prémio para odifícil trabalho da instituição queprocura criar uma Europa unida eforte”, disse Durão Barroso, nacerimónia dos prémios, quedecorreu em Bruxelas.
NÃO MATARÁS 
Encontro do Papa como Arcebispo Ortodoxoda Grécia
No dia 17 deDezembro o metropolitaChristodoulos, primaz daIgreja Ortodoxa daGrécia encontrou-se comBento XVI no Vaticano.É um sinal deesperança nas relaçõesentre a Igreja Católica ea Ortodoxa Grega.
 Istambul (Turquia) - Stª Sofia
Palavra do nosso Bispo:
VOCAÇÃO À VIDA
(cont. pág. 2)(cont. pág. 6)
1.
A vida emerge na forma de uma célula.
É fruto de uma vocaçãoque começa com o início da existência, anterior, na vontade do Criador, àprópria consciência dos pais biológicos, incapazes de criarem a vida e deserem seus autores. Esta célula, fruto da união de amor entre um homem euma mulher, aloja-se no seu espaço natural, intra-uterino, mas não se diluinem se confunde com o líquido envolvente. É preenchida pelo ADN, capazde se reproduzir a si própria, subdividindo-se: 2 / 4 / 8 / 16 / 32... Esta célulaesférica começa e aprende a conhecer o “mundo” à sua volta. É uma célulaviva que “negoceia”, com o exterior, a sua própria sobrevivência. Porquetem a vocação de viver e de se multiplicar, subdivide-se sem morrer, dandoorigem sempre a células vivas, a construir um organismo vivo (podem sermais do que um - gémeos).O ser humano procede de uma única célula.
Cada um de nós já foi,um dia, uma única célula, isolada, irrepetível, habitando um meiolíquido...
Em 9 meses, esta única célula percorre, no tempo, o que a espéciehumana percorreu em 9 milhões de anos, uma vez que a espécie humana foisempre evoluindo ao longo destes milhões de anos. O zigoto, desde afecundação, imediatamente desde a união do espermatozóide com o óvulo,contém toda a informação genética do ser humano que vai nascer,precisamente no hoje do desenvolvimento civilizacional.O ser humano começa por ser tão simples (uma única célula!) quesomente se vê ao microscópio. Aqui, e com estes meios técnicos, pode fazer-se a primeira apresentação do corpo do homem. Sendo um corpo humano,tem toda a dignidade de um corpo humano... Em qualquer estádio em que seconsidere o seu desenvolvimento, é um corpo humano, com toda a informaçãogenética do ser humano. Mais nada do exterior vai intervir para acrescentar,melhorar ou modificar esta realidade...Com toda a evidência científica, nunca pode dizer-se que o “respeito”devido à pessoa humana tem a ver com o “tamanho” ou a idade do seu corpo...
 A Santa Sé anunciou estar aestudar a hipótese de abrir osarcófago de São Paulo,conservado na Basílica romana deSão Paulo fora de muros. Numaconferência de imprensapromovida no Vaticano, paraexplicar os trabalhos de extracçãoe análise do sarcófago, o arcipresteda referida Basílica, Cardeal Andrea di Montezemolo, referiuque o mesmo “nunca foi abertonem explorado”, em parte devidoao facto de ter sido revestido por um bloco de betão algures entre1838 e 1840. A sua exploraçãopoderá acontecer, desde quesejam dadas as devidasautorizações por parte do Papa,satisfazendo assim a curiosidadede quantos se interrogam sobre se,no seu interior, estarão os restosmortais do Apóstolo.
T
ÚMULO
 
DE
S. P
 AULOEM
OMA 
João Paulo II foi um defensor corajoso da vidasobretudo dos mais fracos.Em 1995 publicou uma encíclica com um título muitosignificativo:
O Evangelho da Vida.
Nela deixa clara não só a doutrina da Igreja sobre oquinto mandamento, mas também sobre a lei naturalinscrita no coração de todo o homem mesmo não cristão.Sua palavra não ficou sem fruto e muitos homens deboa vontade pelo mundo fora redescobriram o valor davida humana.Na encíclica fala da cultura da morte que se espalhouem muitos ambientes e até na legislação de vários países.Os meios de comunicação social são frequentementecúmplices dessa conjura contra a vida. “Ao abonarem junto da opinião pública aquela cultura que apresenta orecurso à contracepção,à esterilização, ao aborto e àprópria eutanásia como sinal do progresso e conquistada liberdade, enquanto classificam como inimigas daliberdade e do progresso as posições incondicionalmentea favor da vida” (nº17).Num século em que se puseram em destaque os direitosdo homem muitos querem espezinhar o direito à vida“particularmente nos momentos mais simbólicos daexistência, como são o nascer e o morrer” (nº 18).É uma contradição surpreendente.
 Doutrina clara
João Paulo II, depois de ter consultado os bispos detodo o mundo, quis afirmar de forma clara e solene adoutrina sobre o quinto mandamento.
Bento XVI lembra a Viagem Apostólica à Turquia
(cont. pág. 2)
Amados irmãos e irmãsComo já é tradição depois de cada Viagem Apostólica, duranteesta Audiência geral gostaria de percorrer de novo várias etapas daperegrinação que realizei à Turquia. Uma visita que, como sabeis, seapresentava não fácil sob diversos aspectos, mas que Deus acompanhoudesde o início e que assim pôde realizar-se felizmente. Portanto, comoeu tinha pedido para a preparar e acompanhar com a oração, agorapeço-vos que vos unais a mim na acção de graças ao Senhor pela suarealização e pela sua feliz conclusão. Confio-lhe os frutos que delaespero que possam brotar, tanto no que se refere aos relacionamentoscom os nossos irmãos ortodoxos, como ao diálogo com os muçulmanos.O segundo dia levou-me a Éfeso e, portanto, encontrei-merapidamente no “círculo” mais interno da viagem, em contacto
 
2
Família Paroquial
FICHA TÉCNICA
 Nome:
Família Paroquialde Santiago de Cassurrães e Póvoade Cervães
 Director e Editor:
 
- P. Celestino Correia Ferreira
 Proprietário:
-
Fábrica da Igreja de Santiago deCassurrães e Póvoa de Cervães - Tel.232 614224, Fax 232614185
 Número de registo de pessoa colectiva:
 
501437751 e501152717
 Nº de Registo do título:
 
100344
Sede de composição e Impressão:
Rua Nova 14-16 - Apart. 873534-909 MangualdeTelef. 232 622622 e Fax 232 612878
Tiragem:
—2.000 exemp.
Assinatura:Normal .................. 5,50Amigo ...................... 7,50Benfeitor..... ..Mais de 7,5
Papa publica novo livro
“Jesus de Nazaré”
Bento XVI acabou deescrever o seu primeiro livrocomo Papa. O primeiro vol-ume da obra intitula-se “Je-sus de Nazaré. Do Baptismoà Transfiguração” e é umaespécie de suma teológicasobre a figura de Cristo.No prefácio ao primeirovolume, o Papa diz que o livro“não é, em absoluto, umaobra magisterial, masunicamente a expressão daminha pesquisa pessoal dorosto do Senhor”. Apublicação da obra deverá ter lugar na Primavera de 2007.
(cont. pág. 1)
Em Angola
Miséria preocupa Igreja
A miséria que afecta 70por cento da população de An-gola constitui uma das maiorespreocupações da Igreja Católicalocal, segundo declarou oarcebispo do Huambo, defen-dendo o direito dos angolanos aviverem com dignidade. Numabase doutrinal, em que oobjectivo não é apontar o dedoa ninguém, mas sobretudoacordar consciências há muitoadormecidas, D. José deQueirós refere que “em Luandahá pessoas que vivem muitobem, mas a maioria está namiséria, habitando casas deadobe, sem o mínimo decondições.
 de “O Mensageiro”
A propósito do homicidio proclama: “com a autoridadeque Cristo conferiu a Pedro e aos seus sucessores, emcomunhão com os bispos da Igreja Católica,
confirmo quea morte directa ou voluntária de um ser humanoinocente é sempre gravemente imoral
. Esta doutrina,fundada naquela lei não escrita que todo o homem, pelaluz da razão, encontra no próprio coração, é confirmadapela Sagrada Escritura, transmitida pela Tradição da Igrejae ensinada pelo Magistério ordinário e universal” (nº 57).Mais adiante a respeito do aborto afirma no mesmo tomsolene; “
declaro que o aborto directo, isto é, queridocomo fim ou como meio, constitui sempre umadesordem moral grave
” (nº 62).Depois de explicar o que se entende por eutanásiaproclama: “
confirmo que a eutanásia é uma violaçãograve da lei de Deus
” (nº 65). “O suicídio é sempremoralmente inaceitável, tal como o homicídio” (nº 66).
 Evangelho da vida
João Paulo II convida todos os cristãos e todos oshomens de boa vontade a proclamar por toda a parte oEvangelho da vida.“Na Catequese e nas diversas formas de pregação, nodiálogo pessoal e em toda a acção educativa” (nº82).“A celebração do Evangelho da vida requer a suaconcretização sobretudo na existência quotidiana, vividano amor pelos outros e na doação de si próprio”.E lembra o heroismo quotidiano de tantas mãescorajosas, que se dedicam sem reservas às suas famílias.(nº 86).Depois de falar de uma extraordinária história de caridadeque introduziu na vida eclesial e civil, numerosas estruturase serviços à vida”, o Santo Padre anima a criar novas formasde acompanhamento da vida nascente (nº 87).João Paulo II convida os profissionais da saúde e ospolíticos a empenharem-se no apoio à vida e à família.“Urge uma mobilização geral das conciências... todos juntos devemos construir uma nova cultura da vida” (nº 95).“Não pode haver verdadeira democracia se não éreconhecida a dignidade de cada pessoa e não se respeitamos seus direitos”- lembra ainda o Santo Padre.
NÃO MATARÁS 
(cont. pág. 1)
2. Quanto à animação do ser humano deve dizer-se que, nomomento em que está constituída a identidade genética (concepção),está constituída a alma “potencialmente”. Quer isto dizer que
a“alma” existe no ser humano desde o primeiro momento da suaidentidade com o corpo, embora o seu exercício vá acontecerbastante mais tarde...
Qualquer lei que venha a interromper este processo da vida éuma lei abortiva cujo resultado é a morte de um ser humano. Justificaro contrário é ir contra a ciência, é ir contra o direito à vida, defendidona Constituição da República; é reconhecer que o Estado se põe dolado do crime contra os mais frágeis da sociedade; ainda, é ir contraa tendência demográfica, que pede o aumento dos nascimentos.Apoiar esta lei é negar aos nascituros o direito de nascer; énegar às pessoas com deficiências o direito de apoio e de vida so-cial; é abrir precedentes para a eliminação de todos os que não sãocontribuintes líquidos para a sociedade, cada vez mais intolerante edesigual.3. A proposta de referendo prevê que a interrupção desteprocesso, causando a morte de um ser humano, possa ser a pedidoda mulher. Pergunta-se: pode a mulher decidir do seu corpo? Sim,pode. A mulher pode sempre decidir do seu corpo, pela autonomia aque tem direito, para se realizar bem e para se valorizar, como pessoa,na totalidade do seu ‘ser corpo’ e do seu ‘ser pessoa’... Porém,
namulher grávida, existe um outro corpo
: autónomo também eindependente do seu corpo de mulher. O pai e a mãe são os garantesda vida deste corpo sobre o qual têm “responsabilidade”, mais doque “poder”.
As decisões sobre este corpo têm que ser éticas,baseadas nos valores e não na violência e na destruição...
Mas, quem concorda que a mulher seja penalizada? Ninguémquer penalizar a mulher e o Estado deve tornar-se a garantia darealização da mulher e da criança - dois seres humanos perante osquais o Estado deve intervir em defesa da sua vida e do seu futuro.Porquê não criar condições - tornadas legítimas, conhecidas eapoiadas - para que a mulher que não queira a criança, a entregue ea doe para adopção? Porquê não criar condições para um “banco”de crianças (em vez de outros “bancos” muito mais dispendiosos -de esperma e de embriões), com as inscrições de mães (pais) que asentreguem e pais que as aceitem para adopção? Não seria este uminvestimento do Estado, no futuro da sociedade e no respeito paratodos os cidadãos?
Ou será a liberalização das leis eliminadorasda vida, a alternativa que o Estado tem para as violências sobreos cidadãos do nosso país?
Votar SIM no referendo é aceitar esta alternativa como a única;votar NÃO é exigir do Estado e de todos os cidadãos, a defesa justae a protecção necessária para todos, a começar pelos mais frágeis epelos mais inocentes.VISEU, 23 de Novembro de 2006Ilídio Pinto LeandroBispo de Viseu
Palavra do nosso Bispo:
VOCAÇÃO À VIDA
VOLVO
A empresa Volvo ofereceu aoPapa Bento XVI um veículobranco que será utilizado naCidade do Vaticano para diversosserviços logísticos. O veículo foientregue ao Santo Padre poralguns directores da empresasueca e pelo embaixador daSuécia na Santa Sé.
C. Ferreira
 
Família Paroquial
3
Santiago de Cassurrães
Cursos de Cristandade
-
No dia 25 de Novembro realizou-se a reuniãomensal de cursistas da paróquia. De 29 a 2 de Dezembro participaramem mais um cursilho, em Viseu, 6 homens da nossa paróquia.
C
ENTRO
P
AROQUIAL
FUNCIONÁRIAS -
O Centro Paroquial foi bom não apenas para osidosos e crianças. Muitas mulheres de Santiago de Cassurrães e Póvoade Cervães encontraram um posto de trabalho à porta de casa.São ao todo 41 funcionárias. A elas se deve em boa parte o êxito dasactividades de apoio.A grande maioria merece louvor pela sua dedicação e competência.
Festa de Natal das crianças -
No dia 17 realizou-se a festade Natal das crianças do Jardim de Infância.
 DONATIVOS-
 
Recebemos: José João Marinho + 25€,anónima + 900 €. Deus pague a todos.
CASAL MUNDINHOCASAL MUNDINHOCASAL MUNDINHOCASAL MUNDINHOCASAL MUNDINHO
De Lisboa
, esteve a SenhoraLúcia Rodrigues e família.
De Vila da Feira
, a SenhoraD. Aurora Henriques, seu irmãoe cunhada.
SANTIAGOSANTIAGOSANTIAGOSANTIAGOSANTIAGO
Póvoa de Cervães
BODAS DE OURO DE CASADOS
-
 
Fazem 50 anos de casados em 2007
:7 de Setembro - Artur Andrade e Marcelina Amaral.
SENHOR DO ARCO -
 No dia 21 de Janeiro será o leilão doSenhor do Arco.Constituem a Comissão deste ano: os senhores João Santos Marquese Carlos Nunes Andrade; as senhoras D. Lúcia Oliveira e D. LuisaInácio; os jovens Fátima Isabel Sousa Nunes e Tobias Andrade.
ESCUTISMO
Magusto do 1034
-
no passado dia 26 de Dezembro de 2006realizou-se mais um Magusto dos Escuteiros do Agrupamento 1034.Neste evento a boa disposição, os petiscos e as tradicionaiscastanhas foram os ingredientes principais para que se tornasse numbom momento de convívio e animação entre os escuteiros presentes.
Acantonamento do 1034
- Em busca do Vale Encantado...
Realizou-se nos dias 1, 2 e 3 de Dezembro de 2006 umacantonamento dos escuteiros do Agrupamento 1034. Apesar dascondições climatéricas não terem sido as mais favoráveis, asactividades planeadas e organizadas decorreram normalmente.Foram vários os jogos e caminhadas realizadas, acompanhadassempre da animação e boa disposição, tornando assim oacantonamento bem atractivo. Todas estas actividades tinham comoobjectivo primordial a aprendizagem de alguns conceitos e algumasacções a praticar por qualquer Escuteiro.No sábado à noite, realizou-se o habitual e animado Fogo Conselho,em que a notável presença dos pais e alguns familiares dos escuteiroscontribuiu para o enriquecimento do acantonamento.Queremos agradecer a todos aqueles que colaboraram connosco,para que a concretização desta actividade fosse bem sucedida.
Ceia de Natal -
Realizou-se no passado dia 17 de Dezembro maisuma Ceia de Natal do Agrupamento 1034.Foi um momento de convívio, animação e, sobretudo, união entre osescuteiros, familiares e amigos. Agradecemos a todos aqueles que colaboraram e participaram nesteevento natalício.
Sempre Alerta!Os Chefes do 1034
Catequese
-
 A Catequese organizou uma adoração eucarística paraas crianças no dia de Cristo Rei, com uma participação bastante elevada.Houve reunião de Catequistas no dia 8 de Dezembro, dia da Imaculada.
Apostolado da Oração
-
No dia 12 realizou-se uma reunião do Apostoladoda Oração. No dia de Cristo-Rei foram admitidos novos associados.
De Lisboa
, veio a Drª JúliaFerreira e seu marido.
Para a América
, foi o sr. JoséB. Pinto e seu cunhado JoséJoão Marinho e esposa.
A Inglaterra
, foi o senhor  Alberto Matos e esposa.
FUNDÕESFUNDÕESFUNDÕESFUNDÕESFUNDÕES
• Quando a caldeira do fogãorebentou sofreu váriasqueimaduras no corpo amenina Adelaide Silva,depois de receber tratamentos no Hospital deViseu, regressou a casa.Para ela rápidas melhoras.• De Guimarães, a visitar seuspais, esteve a srª Carla Alexandra Gomes Pais e filha.• No Hospital de Coimbra foioperada a srª Helena Ribeiro,para ela muitas melhoras.
CONTENÇAS DE BAIXOCONTENÇAS DE BAIXOCONTENÇAS DE BAIXOCONTENÇAS DE BAIXOCONTENÇAS DE BAIXO
• De Lisboa vieram: O sr. António Sousa e sua esposa, D.Beatriz e o sr. José Luis Amaral.• Dos Estados Unidos, a D. ElzaJerónimo, filha e genro.• Do Canadá, a D. Teresa Almeida.Para todos os visitantesvotos de boa estadia.• No Hospital de Viseu foioperado o sr. AmadeuRodrigues. Já teve alta.• No Hospital em Aveiro, foioperada a D. Adélia SantosMartins, já está em casa.• Tiveram um acidente demotorizada os jovensPedro e Rafael Almeida.Para todos rápidasmelhoras
Entre nós estiveram mais uma vez:
Do País:
Sr. António Henriques dos Santos e esposa; Carla Sofia D. Delgadoe marido; D. Belmira D. Marques Romão e família; Sr. Enf. Acácio Mar-tins e esposa; Sr. Luís Rodrigues e sobrinho João Paulo; Sr. Paulo JorgeSena e esposa; D. Eva M. Cerol; Sr. António Morais e esposa.
HOSPITAL -
Estiveram internados no Hospital S. Teotónio: D. ElisaLopes, D. Maria Dias e a D. Maria da Luz Costa. Desejamos rápidasmelhoras a todas.
Em Coimbra
, foi submetido a uma intervenção cirúrgica o senhor Fábio Cerol. Rápidas melhoras.
FALECIMENTO -
A família do sr. João Ferreira e António BernardoFerreira, agradecem a todos que se juntaram à sua dor pela perda desteente querido e os acompanharam até à sua última morada. No dia 5 de Dezembro comemoraram os 25 anos de casados a D.Belmira Marques Romão e o sr. Rogério Romão. Parabéns e felicidades.
CONTENÇAS DE CIMACONTENÇAS DE CIMACONTENÇAS DE CIMACONTENÇAS DE CIMACONTENÇAS DE CIMA
Para passar o Natal com afamília, chegaram:
Da Suiça
- o sr. Jaime ManuelPais Matos.
De França
- o sr. Luis ManuelMelo, esposa e filhos
De Inglaterra:
a srª Maria JoséLopes Martins e filhos.Desejamos a todos um bom Na-tal e um feliz ano 2007.
BODAS DE OURO DE CASADOS -
Celebram 50 anos de casados em 2007:
29 de Janeiro - José Pinto de Figueiredo e Maria EduardaMendes, no Brasil.24 de Agosto - Américo Abrantes e Marilda Nunes Pais, deContenças de Cima.22 de Setembro - Ilídio Pais da Fonseca e Rosa Felícia Mar-tins, no Brasil.24 de Novembro - Albano Sequeira Ramos e Maria LeonorPinheiro, no Brasil.
BODAS DE PRATA DE CASADOS -
Celebram as bodas de prata de casamento:
10 de Janeiro - Artur Martins Chaves e Ana Maria TomásHenriques, de Fundões.17 de Abril - Diogo Menuel do Couto Lopes e Maria ArmindaPais Pinto, em Mangualde.17 de Abril - José António Dias de Lemos e Maria EmíliaRodrigues Martins, em Mangualde.18 de Abril - Carlos Manuel Martins Melo e Maria AnunciaçãoSantos Martins, de Casal de Cima.20 de Junho - Fernando Martins e Maria Madalena de AndradeRibeiro, em Lisboa.26 de Junho - Albertino da Silva Rodrigues e Teresa MariaFerreira Pais, na sua terra.11 de Julho - Mário Fernando Lopes Coelho e Aida daConceição Martins Figueiredo, de Santiago.24 de Julho - Adolfo Carlos Martins Cravo e Aida Pais deFigueiredo, de Santiago.7 de Agosto - Alberto Martins Lopes e Elvira Maria GomesCabral, de Santiago.8 de Agosto - Aristides de Almeida Tavares e Isilda CelestePais Sequeira, de Contenças de Cima.14 de Agosto - Carlos da Costa Lopes e Maria da AnunciaçãoFerreira da Costa, na Alemanha.14 de Agosto - José Carlos Henriques da Silva e Emília MariaSequeira Pais, de Contenças de Baixo.14 de Agosto - Flórido Manuel de Almeida e Maria de FátimaRodrigues Gomes, de Contenças de Cima.15 de Agosto - Abel da Silva Almeida e Maria Emília de MeloRebelo, de Contenças de Baixo.28 de Agosto - António de Almeida Correia e Filomena SousaMelo, de Contenças de Cima.18 de Setembro - Amadeu Pais Cardoso e Maria GracindaPais, em Lisboa.5 de Dezembro - José da Silva Antunes e Maria Idalina PaisFerreira, em S. Pedro do Sul.
Festa de Natalda escola
Os professores e alunos daescola reuniram-se com ospais em celebração do Natal.Houve na Igreja celebração dapalavra e depois, na Casa doPovo, lanche para todos.

Activity (2)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->