Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
7Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
As Interferências da Contemporaneidade no Trabalho Docente

As Interferências da Contemporaneidade no Trabalho Docente

Ratings: (0)|Views: 403 |Likes:
Published by Trasimaco Sapo
Artigo de Elisabeth Caldeira Villela:

Aborda a maneira como os professores, nos últimos anos, procu-
ram reestruturar seu trabalho docente, na tentativa de corresponder às
expectativas e pressões da condição social contemporânea. Destaca al-
gumas dimensões, tais como: a flexibilidade ocupacional e a complexi-
dade organizacional; a dúvida e a insegurança nacionais instaladas pela
globalização; a incerteza moral e científica; a fluidez organizacional; a
ansiedade pessoal; a sofisticação e a complexidade tecnológica; e a com-
pressão do tempo e do espaço. Essas questões interferem no trabalho
docente marcado por des-construções e dissoluções e conduzem dúvi-
das e questionamentos. Apesar da tentativa de mudança educativa se
tornar um discurso dominante, a questão não é assim tão simples, pois
pode-se dizer que o trabalho docente se torna mais intenso à medida
que assume novos requisitos sobre as condições, a natureza e a organi-
zação do ensino. Trata-se realmente de um grande desafio.
Palavras-chave:
Trabalho Docente
Contemporaneidade
Tentativa de Mudança.
Artigo de Elisabeth Caldeira Villela:

Aborda a maneira como os professores, nos últimos anos, procu-
ram reestruturar seu trabalho docente, na tentativa de corresponder às
expectativas e pressões da condição social contemporânea. Destaca al-
gumas dimensões, tais como: a flexibilidade ocupacional e a complexi-
dade organizacional; a dúvida e a insegurança nacionais instaladas pela
globalização; a incerteza moral e científica; a fluidez organizacional; a
ansiedade pessoal; a sofisticação e a complexidade tecnológica; e a com-
pressão do tempo e do espaço. Essas questões interferem no trabalho
docente marcado por des-construções e dissoluções e conduzem dúvi-
das e questionamentos. Apesar da tentativa de mudança educativa se
tornar um discurso dominante, a questão não é assim tão simples, pois
pode-se dizer que o trabalho docente se torna mais intenso à medida
que assume novos requisitos sobre as condições, a natureza e a organi-
zação do ensino. Trata-se realmente de um grande desafio.
Palavras-chave:
Trabalho Docente
Contemporaneidade
Tentativa de Mudança.

More info:

Categories:Types, Maps
Published by: Trasimaco Sapo on Apr 03, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/13/2012

pdf

text

original

 
229
Resumo
Aborda a maneira como os professores, nos últimos anos, procu-ram reestruturar seu trabalho docente, na tentativa de corresponder àsexpectativas e pressões da condição social contemporânea. Destaca al-gumas dimensões, tais como: a flexibilidade ocupacional e a complexi-dade organizacional; a dúvida e a insegurança nacionais instaladas pelaglobalização; a incerteza moral e científica; a fluidez organizacional; aansiedade pessoal; a sofisticação e a complexidade tecnológica; e a com-pressão do tempo e do espaço. Essas questões interferem no trabalhodocente marcado por des-construções e dissoluções e conduzem dúvi-das e questionamentos. Apesar da tentativa de mudança educativa setornar um discurso dominante, a questão não é assim tão simples, poispode-se dizer que o trabalho docente se torna mais intenso à medidaque assume novos requisitos sobre as condições, a natureza e a organi-zação do ensino. Trata-se realmente de um grande desafio.Palavras-chave: trabalho docente; contemporaneidade; tentativa demudança.Elisabeth Caldeira Villela
As interferênciasda contemporaneidadeno trabalho docente
ESTUDOS
RBEPRBEPRBEPRBEPRBEP
R. bras. Est. pedag., Brasília, v. 88, n. 219, p. 229-241, maio/ago. 2007.
 
230
Introdução
Os esforços de reestruturação do ensino e a adoção de novas práticaspedagógicas no trabalho docente têm se mostrado uma tentativa de promo-ver um processo de mudança educativa. A maneira como as gerações dofuturo estão sendo formadas sempre originou transtorno moral nos mo-mentos de crise econômica, especialmente nos tempos atuais decompetitividade global. Olhar as coisas de outra forma, a fim de considerarnovas perspectivas, pode ajudar-nos a adotar posturas mais abertas e maiscompreensivas em relação aos desafios postos no trabalho docente, sendoque a ação educativa resulta de um conjunto de objetivos que procedem deopções culturais ideológicas.Atualmente, a sociedade, caracterizada por uma ideologia de gestão –no sentido de encaminhar processos e obter resultados –, tem exigido qua-lidades de mobilidade e flexibilidade e suscitado implacavelmente um pro-cesso de desinserção social, fazendo que a pobreza caminhe paralela com amarginalização. Este fenômeno possui tendências e efeitos, numa luta soci-al para manter estruturas, paradigmas e formas de controle.Na educação, os currículos decretados são criticados pelos defensoresde uma aprendizagem processual que reconhece a incerteza do conheci-mento. Em face dessa considerável oposição, as estruturas e os processospós-modernos não se dão naturalmente. Esta luta idiossincrática nos fazpensar que a condição da pós-modernidade não é algo a ser reconhecido,mas a se construir e a se contestar.
R. bras. Est. pedag., Brasília, v. 88, n. 219, p. 229-241, maio/ago. 2007.Elisabeth Caldeira Villela
Abstract 
Interferences of contemporaneity within teaching 
This article addresses the way in which teachers, in recent years, have sought to restructure their teaching practice, in an attempt to live up to the expectations and pressures of contemporary society. It highlights some dimensions, such as: occupational flexibility and organizational complexity,national doubts and insecurities brought by globalization, moral and scientific uncertainty, organizational fluidity, personal anxieties, the sophistication and complexity of technology, and the compression of time and distance. These issues interfere in the teaching practice, which is marked by deconstructions and dissolutions, and lead to doubts and questionings. Despite the attempts to make educational change a dominant discourse, the issue is not so simple,as it can be said that teaching practice becomes more intense as it takes onnew requirements concerning the conditions, nature and organization of education. This is the great challenge.Keywords: teaching practice, contemporaneity, attempt to change.
 
231
R. bras. Est. pedag., Brasília, v. 88, n. 219, p. 229-241, maio/ago. 2007.As interferências da contemporaneidade no trabalho docente
Embora a idéia de
 pós-modernismo 
tenha surgido no mundo hispânicopela primeira vez na década de 1930, foi o filósofo francês Jean-FrançoisLyotard que expandiu o uso do conceito, com a obra
A condição pós-mo- derna
, em 1979. Como teoria social, sobretudo na França, a condição socialda pós-modernidade nasceu em 1968. Sua criação deu-se principalmentepela desilusão com a própria percepção do mundo. Em sua gênese, signifi-cou o apagamento da fronteira entre alta cultura e a cultura de massa. To-dos os tipos de movimentos artísticos, políticos e sociais encontraram vo-zes, centrados na saúde, forma física, antitabagismo, revolução sexual, eco-logia e tantos outros – desnecessário enumerá-los. Testemunhamos a revo-lução na moda, na qual o "bom gosto" ou o "mau gosto" tornam-se difícilconceituar. Neste quadro, ressaltamos os movimentos de paz, osantinucleares e a mudança educacional.Para Zygmunt Bauman (apud Pallares-Burke, 2003, p. 5), a pós-modernidade significa modernidade sem ilusões. A sociedade de agora estásempre a desmontar a realidade anterior e "não o faz com uma perspectivade longa duração, com a intenção de torná-la melhor e novamente sólida.Tudo está agora sempre a ser permanentemente desmontado, mas semperspectiva de nenhuma permanência". Para Bauman (2005, p. 120), "Nadano mundo se destina a permanecer, muito menos para sempre. [...] Ne-nhum compromisso dura o bastante para alcançar o ponto sem retorno.Todas as coisas, nascidas ou feitas, humanas ou não, são até segunda or-dem e dispensáveis."Neste contexto, pode-se questionar: Qual o lugar que os professoresocupam num processo de mudança educativa? Quais as perspectivas noprocesso de desenvolvimento profissional dos professores para acompa-nhar as inovações? Que práticas pedagógicas podem responder pretensõespós-modernas?Para tanto, tecer um fio conceitual que contextualize o agir educativoneste conjunto de necessidades/dimensões de ordem cognitiva, afetiva, so-cial, ética e técnica, e considerando o devaneio da racionalidade moderna,implica considerar o paradigma interativo pedagógico proposto por Pourtoise Desmet (1997, p. 13):
De salientar, igualmente, que as interações entre os diversosmicrossistemas educativos (ou seja, o mesossistema) não podem estarausentes da nossa reflexão. Assim, por exemplo, não podemos abstrair-nos dos laços que unem a família à escola, sobretudo pelo fato da relaçãoface aos saberes escolares se enraizar na atitude familiar.
Embora exista um amplo fortalecimento na formação dos professores,na reflexão crítica e no empenho para formação continuada, tem-se intensi-ficado o trabalho dos professores no espaço microssistema de âmbito esco-lar, com pouca integração com a comunidade, apesar das pressas políticasde engendrar reformas.Muitas das reivindicações dos docentes têm sido largamente negligenci-adas e, muitas vezes, suas opiniões anuladas e preocupações postas de lado.Sua atuação tem-se apresentado por demais fragilizada para compartilhar nos

Activity (7)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Carlos Medino liked this
marcospsipuro liked this
ahferrari liked this
fcbrunetti liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->