Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
88Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Análise preliminar de risco na pavimentação asfáltica tipo TSD

Análise preliminar de risco na pavimentação asfáltica tipo TSD

Ratings: (0)|Views: 18,376 |Likes:

More info:

Published by: João Tiago porto Veloso Leal on Apr 07, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/26/2014

pdf

text

original

 
 1
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO NA PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICATIPO TSD(PRELIMINARY ANALYSIS OF RISK IN THE PAVING ASPHALT DST)
Luiz Henrique Cintra de Melo
1
Luciane Durante
 
2
José Antonio Lambert 
3
Marta Cristina de Jesus Albuquerque Nogueira 
4
 
1
Engº. Civil. Dicente do Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho / FAET / UFMT. Endereço:Rua Otávio Pitaluga, nº 138, apto 04, Vila Aurora, Rondonópolis/MT. Telefone: (66) 9984-7362.Email: luizhcmelo@uol.com.br
 2
 
Engª. Civil. Profª. Msª. do Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho / FAET / UFMT.
 3
Engº. Eletricista. Profº. Drº. do Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho / FAET / UFMT.
 4
Engª. Civil. Profª. Drª. do Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho / FAET / UFMT.
 
RESUMO
A pavimentação das ruas na cidade de Rondonópolis-MT é executada em TSD(Tratamento Superficial Duplo) e com o grande desenvolvimento da cidade nosúltimos anos, aumentou-se a quantidade deste tipo de obra. Porém, as empresasatuantes na área ainda não se atentaram para a importância da segurança do trabalhona execução de seus serviços, sendo que, seus funcionários desenvolvem suasatividades, na grande maioria, sob condições inseguras. Visando mostrar aosempreiteiros os riscos existentes na execução deste tipo de serviço, elaborou-se umaAnálise Preliminar dos Riscos (APR) para cada função do processo. Com oresultado desta análise pode-se verificar que, são vários os riscos existentes decunho ergonômico, físico, químico, biológico e acidental e, alguns são consideradosmuito graves,
 
evidenciando-se, assim, a necessidade de serem tomadas decisõesimediatas para a minimização ou eliminação destes riscos.
Palavras-chave:
Pavimentação, Análise Preliminar de Riscos, TratamentoSuperficial Duplo
ABSTRACT
The paving of the streets in the city of Rondonópolis-MT is executed in DoubleSurface Treatment and with the great development of the city in the last years,increased the amount of this kind of service. However the active companies in thearea aren’t still looked at the importance of their employees' safety, leaving theemployees, in majority, without safety conditions. Seeking to show to thecontractors the existent risks in the execution this kind of service, was elaborated aPreliminary Analysis of the Risks (PAR) for each function of the process. With theresult of this analysis was verified that the existent risks are several as ergonomic,physical, chemical, biological and accidental, and some considered very serious,being evidencied, the need of be taken immediate decisions for the minimization orelimination of these risks.
Key words:
Paving, Preliminary analysis of Risks, Double Surface Treatment
DATA:
25 de maio de 2006
MODALIDADE:
Artigo
 
 2
1.
 
INTRODUÇÃO
As cidades brasileiras, na sua maioria, apresentam mais da metade de sua malhaviária não-pavimentada. Um dos grandes agravantes para estar nessa situação, está noalto custo na execução de obras de pavimentação, que teoricamente teria como etapapreliminar a instalação de rede de água, esgoto e quando necessária galeria de águaspluviais.As ruas não-pavimentadas das cidades apresentam grande preocupação para seusadministradores, tanto no aspecto econômico, pois atrasa-se o desenvolvimento nasregiões onde não tem pavimento, como no aspecto social, onde as pessoas que residemnestas ruas convivem com problemas de poeiras na época da seca e lamaçal e atoleirosna época da chuva.A cidade de Rondonópolis apresenta uma grande malha de ruas nãopavimentadas, principalmente devido ao grande processo de desenvolvimento que acidade vem passando. Segundo a Secretaria de Planejamento do município, a cidadepossui 415,5 km de ruas pavimentadas e 487,5 km de ruas não-pavimentadas. Diantedesses dados, observa-se que a cidade não possui nem a metade de suas ruaspavimentadas, fazendo com que esse ponto se torne uma das grandes reclamações deseus munícipes.A maioria das obras de pavimentação asfáltica urbana no estado do Mato Grossoé realizada em tratamentos superficiais (simples, duplos e triplos). Isso se deve a umarazão muito simples: o tratamento superficial, corretamente projetado e executado, éuma capa econômica, de baixo consumo de materiais, de execução rápida. Além dessasrazões, a região ainda apresenta vasta área de materiais granulares utilizados comomateriais de reforço de subleito, de sub-base e base. Apesar do CBUQ (ConcretoBetuminoso Usinado à Quente) ser um pavimento de maior durabilidade com relação aoTratamento Superficial, apresenta um custo muito elevado, fazendo com que se torneimpraticável o uso deste tipo de pavimento, a não ser em casos especiais.As empresas que trabalham na área de pavimentação no município deRondonópolis, ainda não se atentaram para a necessidade da utilização de equipamentosde proteção para seus funcionários. Por se tratar de serviços que não apresentamelevados índices de acidentes graves, os proprietários não se preocupam em investir emsegurança, achando ser um dinheiro desperdiçado.Para piorar a situação, as planilhas orçamentárias destes serviços nãoespecificam nada sobre segurança, deixando esse item embutido no cálculo do BDI(Bonificação de Despesas Indiretas). Por não estar claramente especificado, as empresasacham que não são obrigadas a fornecer equipamentos de proteção e obrigar o uso dosmesmos por parte de seus funcionários.A nível nacional, devido a grande concorrência e a exigência de qualidade nosserviços pelos seus clientes, as empresas estão passando a investir em gestão dequalidade através de certificações como a ISO (International Organization forStandardization) e o PBQP-H (Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade noHabitat). Um dos pontos exigidos nestes programas é a segurança de seus funcionárioscom relação às suas respectivas atividades.Como isso ainda não acontece com as empresas no ramo de pavimentação nomunicípio de Rondonópolis, decidiu-se fazer uma análise das etapas das obraspavimentação utilizada (Tratamento Superficial Duplo) quanto ao aspecto de segurançado trabalho, a fim de evidenciar os riscos envolvidos na atividade e as maneiras depreveni-los.
 
 3Para atingir este objetivo realizou-se um levantamento das condições de trabalhode cada funcionário com identificação das funções, o reconhecimento dos riscos de cadaetapa do processo e levantamento dos equipamentos de proteção utilizados em obras depavimentação asfáltica da cidade de Rondonópolis. Foram, também, propostas medidasde prevenção dos riscos encontrados e indicados os equipamentos de proteçãoindividual (EPI) e equipamentos de proteção coletivos (EPC) adequados.Desta forma, esta pesquisa visa contribuir para a melhoria da qualidade de vidados trabalhadores do ramo, além de constituir-se de objeto que pode ser usado para finsde conscientização da classe empresarial e estatal do ramo de pavimentação.
2.
 
PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA TIPO TSD
O processo de execução de uma obra de pavimentação asfáltica tipo TSD, naregião de Rondonópolis-MT, consiste nas seguintes etapas, respectivamente:regularização do subleito, execução de sub-base estabilizada granulometricamente,execução de base estabilizada granulometricamente, imprimação e execução de capaasfáltica tipo TSD.A regularização do subleito consiste na operação destinada a conformar o leitoviário de acordo com os perfis indicados no projeto. A execução desta etapa é feitaprimeiramente com a remoção de toda a vegetação e materiais orgânicos existentes noleito. Após a execução dos cortes, aterros e adição de material necessário para atingir ogreide do projeto, procede-se escarificaçao geral na profundidade de 20cm, seguida depulverização, umedecimento ou secagem, compactação e acabamento. Os equipamentosempregados para a realização deste serviço, são: trator agrícola com grade de disco,trator de esteira, pá-carregadeira, moto-niveladora, rolo compactador vibratório,caminhão basculante e caminhão pipa (DNER-ES 299, 1997).De acordo com DNER-ES 301 (1997), a sub-base estabilizadagranulometricamente consiste na camada de pavimentação executada sobre o subleitodevidamente compactado e regularizado. O procedimento de execução de sub-baseconsiste na descarga de material, espalhamento, homogeneização, convenienteumedecimento ou aeração dos materiais, seguidas de compactação e acabamento. Naexecução da sub-base são utilizados os seguintes tipos de equipamento: trator agrícolacom grade de disco, trator de esteira, pá-carregadeira, moto-niveladora, rolocompactador vibratório, caminhão basculante e caminhão pipa.A base estabilizada granulometricamente consiste na camada de pavimentaçãoexecutada sobre a sub-base, subleito ou reforço do subleito devidamente compactado eregularizado, conforme DNER-ES 303 (1997). O procedimento de execução de base ésemelhante ao da sub-base.A imprimação consiste na aplicação de uma camada de material betuminoso(asfalto diluído CM-30 ou CM-70) sobre a superfície de base granular concluída, antesda execução de um revestimento betuminoso qualquer, objetivando conferir coesãosuperficial, impermeabilizar e permitir condições de aderência entre a base e orevestimento a ser executado. O procedimento de execução da imprimação, segundoDNER-ES 306 (1997), se procede da seguinte maneira: após a perfeita conformaçãogeométrica da base, procede a varredura da superfície, de modo a eliminar todo equalquer material solto. Antes da aplicação do ligante betuminoso poderá ser levementeumedecida, após o que aplica-se o ligante betuminoso adequado, na temperaturacompatível com seu tipo, na quantidade certa e da maneira mais uniforme. Em locais dedifícil acesso ou manobra do caminhão espargidor faz-se a aplicação do ligante com a

Activity (88)

You've already reviewed this. Edit your review.
AlineGomes liked this
adilsonbueno liked this
Michelle Santos liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
Edem Max liked this
Johnny Medeiros liked this
Jocinei Godoy liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->