Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
20Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Clarice Lispector: Uma Geografia Fundadora, por Antônio Campos

Clarice Lispector: Uma Geografia Fundadora, por Antônio Campos

Ratings: (0)|Views: 1,213|Likes:
Published by poesiaplataforma
Palestra do advogado e escritor Antônio Campos, proferida na Academia Pernambucana de Letras, durante as comemorações ao Dia Internacional da Mulher, em 8 de março de 2010
Palestra do advogado e escritor Antônio Campos, proferida na Academia Pernambucana de Letras, durante as comemorações ao Dia Internacional da Mulher, em 8 de março de 2010

More info:

Categories:Types, Brochures
Published by: poesiaplataforma on Apr 08, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/19/2013

pdf

text

original

 
 A 
 ntônio
C
 Ampos
 
 
Clarice Lispector: 
U
ma 
G
eoGrafia 
f
Undadora 
 
2
C
lAriCe
l
ispeCtor 
: U
 mA 
G
eoGrAfiA 
f
UndAdorA 
 
I. “A DONA DE CASA QUE ESCREVIA”
 Há três coisas para as quais eu nasci e para as quais eu dou minha vida. Nasci para amar os ou-tros, nasci para escrever, e nasci para criar meus filhos. O ‘amar os outros’ é tão vasto que inclui até  perdão para mim mesma, com o que sobra. As três coisas são tão importantes que minha vida é curta para tanto. Tenho que me apressar, o tempo urge. Não posso perder um minuto do tempo que faz minha vida. Amar os outros é a única salvação individual que conheço: ninguém estará perdido se der amor e às vezes receber amor em troca
[...].”
 
Clarice Lispector [Crônicas publicadas no Jornal doBrasil entre 1967 e 1973. Pedro Karp Vasquez].É com esse recorte literário de extrema e profunda beleza quesaúdo todas as mulheres, neste dia consagrado a homenageá-las,uma vez que Clarice Lispector desafia o próprio cânone literárioe obriga os críticos e estudiosos a reconhecerem uma “literaturafeminina” em sua obra. É a grande biógrafa Nádia Batella Gotlibque afirma: “Ninguém escreveu como mulher como Clarice. Nãosó porque [na sua obra] os personagens na maioria são mulheres,mas porque o modo de ver tem um olhar feminino que um dia ateoria da literatura vai tentar definir, talvez consigam.”Utilizo aqui as lentes de aumento com que essa escritora brasi-leira transfigurava o cotidiano, objetos e acontecimentos, para ressal-tar, neste dia, a importância da presença feminina no mundo. OlgaBorelli assim descreve a mulher Clarice: “Ela tinha suas obrigaçõesdiárias como qualquer dona de casa. O ato de escrever não intervinhanesse cotidiano.” E a definiu como “a dona de casa que escrevia”.
Clarice Lispector:
 
U
ma 
G
eoGrafia 
f
Undadora 
Palestra proferida na Academia Pernambucana de Letras, durante ascomemorações do Dia Internacional da Mulher, em 8 de março de 2010

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->