Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
71Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Arte e Ensino - CONTEÚDOS BÁSICOS PARA AS SÉRIES NA DISCIPLINA DE ARTE - ENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES FINAIS e ENSINO MÉDIO

Arte e Ensino - CONTEÚDOS BÁSICOS PARA AS SÉRIES NA DISCIPLINA DE ARTE - ENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES FINAIS e ENSINO MÉDIO

Ratings:

5.0

(2)
|Views: 19,188 |Likes:
Published by fabianerossi
CONTEÚDOS BÁSICOS PARA AS SÉRIES NA DISCIPLINA DE ARTE - ENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES FINAIS e ENSINO MÉDIO. SEED/PR
CONTEÚDOS BÁSICOS PARA AS SÉRIES NA DISCIPLINA DE ARTE - ENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES FINAIS e ENSINO MÉDIO. SEED/PR

More info:

Published by: fabianerossi on Apr 09, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/12/2014

pdf

text

original

 
1
CONTEÚDOS BÁSICOS PARA AS SÉRIES NA DISCIPLINA DE ARTEENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES FINAIS e ENSINO MÉDIO
Prezado professor 
Esse é o quadro de conteúdos básicos (versão preliminar) da sua disciplina que a equipe disciplinar do Departamento deEducação Básica (DEB) sistematizou e agora apresenta para reflexões na semana pedagógica de julho de 2008. Este documento éfruto das discussões realizadas nos eventos de formação continuada que se tornaram conhecidos como
DEB Itinerante
.Tais eventos tiveram início em maio de 2007 e serão concluídos em setembro de 2008. Ao terminarmos essa itinerância, osprofessores dos 32 NRE terão sido nossos interlocutores e colaboradores, tanto para o aprimoramento dos textos das DiretrizesCurriculares Estaduais (DCE), quanto para a organização final do quadro de conteúdos básicos.Conteúdos básicos são os conhecimentos fundamentais e necessários para cada série da etapa final do Ensino Fundamental epara o Ensino Médio. O acesso a esses conhecimentos em suas respectivas séries é direito do aluno na etapa de escolarização em quese encontra e imprescindível para sua formação. O trabalho pedagógico com tais conteúdos é dever do professor que poderáacrescentar, mas jamais reduzi-los ou suprimi-los, pois eles são básicos e, por isso, não podem ser menos do que se apresentam.Não se trata de uma lista solta e isolada de conteúdos a serem trabalhados por série. Os quadros indicam como esses conteúdosse articulam com os conteúdos estruturantes da disciplina, que tipo de abordagem teórico-metodológica devem receber e, finalmente, aque expectativas de aprendizagem estão atrelados. Portanto, as Diretrizes Curriculares fundamentam essa proposta deseriação/seqüenciação de conteúdos básicos e sem uma leitura atenta e aprofundada das DCE a compreensão desses quadros estarácomprometida.Além disso, os quadros de conteúdos básicos por série não substituem a proposta pedagógica curricular, nem devem ser confundidos com uma concepção curricular conteudista e imobilizadora. Tão somente complementam e dão concretude às DCE, poisfocam o trabalho pedagógico das disciplinas naquilo que as constituem como conhecimento especializado e sistematizado para quefique garantido ao aluno uma formação conceitual de qualidade.Caberá ao professor efetivar o currículo no plano de trabalho docente (PTD) onde os conteúdos básicos serão desdobrados emconteúdos específicos, esses, de fato trabalhados em sala de aula. O plano é, portanto, o lugar da criação individual de cada professor.Nele o professor construirá as abordagens contextualizadas histórica, social e politicamente, de modo que os conteúdos façam sentidopara seus alunos nas diversas realidades regionais, culturais e econômicas, contribuindo com sua formação cidadã. O plano de trabalhodocente é, portanto, o currículo em ação, é a expressão singular e de autoria (de cada professor) da concepção curricular construídanas discussões coletivas.
 
2
CONTEÚDOS BÁSICOS PARA AS SÉRIES NA DISCIPLINA DE ARTEENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES FINAIS e ENSINO MÉDIO
Os conteúdos básicos para a disciplina de Arte estão organizados por área e de forma seriada. Devido ao fato da disciplina deArte ser composta por quatro áreas artísticas (artes visuais, sica, teatro e dança), o professor fará o planejamento e odesenvolvimento de seu trabalho, tendo como referência a sua formação. A partir de sua formação e de pesquisas, estudos,capacitação e experiências artísticas, será possível a abordagem de conteúdos das outras áreas.O fato da disciplina de Arte ser composta por várias áreas de formação, implica em uma compreensão da relação que existeentre os diversos campos do conhecimento, segundo Kosik “... quanto mais a ciência se especializa e se diferencia, quanto maior onúmero de novos campos que ela descobre e descreve, tanto mais transparente se torna a unidade material
interna
dos mais diversose mais afastados campos do real.” Discorre ainda que “De outro lado, esta compreensão mais profunda da unidade do real representauma compreensão também mais profunda da
especificidade
de cada campo do real e de cada fenômeno” (2002, p. 45).Nesse sentido, o planejamento e a prática pedagógica deve partir da formação do professor, que dará sustentação para abordar outras áreas da disciplina de Arte, bem como de outras disciplinas do currículo.O planejamento das séries na educação básica deve ser organizado como um conjunto, de forma orgânica, tendo em vista aapropriação do conhecimento da disciplina. Neste sentido, o desenvolvimento dos conteúdos em cada série deve pautar-se noconteúdo estruturante “Composição” e seus desdobramentos. Este conteúdo, como eixo central, direciona o olhar para determinados“elementos formais” e “movimentos e períodos”, que ao serem abordados e estudados, aprofundam a compreensão e a apropriação doconhecimento em Arte.R
essalta-se ainda que o trabalho com os “movimentos e períodos”, não deve ser tomado a partir de uma leitura linear ou cronológica daHistória, e que o importante é destacar as permanências e mudanças dos elementos formais e de composição presentes em seus diversosperíodos. É fundamental esclarecer que o presente documento está estruturado com base nas Diretrizes Curriculares de Arte, porém não deve ser tomado como currículo, tampouco como a diretriz, mas como uma orientação para o trabalho dos professores da disciplina, apontando referênciasmínimas de conteúdos para cada série.
 
3
Os conteúdos estão organizados de forma a proporcionar uma unidade, para isso foram selecionados enfoques a seremaprofundados em cada série para todas as áreas, ressaltando-se que estes enfoques estão presentes em toda a educação básica, aproposta é que sejam enfatizados em determinadas séries. Da mesma forma, é importante relacionar conteúdos referentes a História eCultura Afro-Brasileira e Indígena.Neste sentido, o trabalho na 5° série é direcionado para a estrutura e organização da Arte em suas origens e outros períodoshistóricos; nas séries seguintes prossegue o aprofundamento dos conteúdos, sendo que na 6° série é importante relacionar oconhecimento com formas artísticas populares e o cotidiano do aluno; na 7° série o trabalho poderá enfocar o significado da arte nasociedade contemporânea e em outras épocas, abordando a mídia e os recursos tecnológicos na arte; na 8° série, tendo em vista ocaráter criativo da arte, a ênfase é na arte como ideologia e fator de transformação social. No Ensino Médio é proposto uma retomadados conteúdos de 5° a 8° série e aprofundamento destes e outros conteúdos de acordo com a experiência escolar e cultural dos alunosdo Ensino Médio.Este trabalho foi possível em virtude do processo de formação continuada (DEB Itinerante), ocorrido no ano de 2007, em 19 dos32 NRE's, por meio de Planos de Trabalho Docente, produzidos nas oficinas por, aproximadamente, 1.650 professores de Arte doEnsino Fundamental, Médio (Regular, EJA e Profissional), a partir do estudo das Diretrizes Curriculares de Arte. Neles foi possívelidentificar certos padrões de ocorrência de conteúdos em determinadas séries e níveis de ensino, o que possibilitou a seguinteproposta:
Referência
:KOSIK, Karel.
Dialética do Concreto
. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação do.
Diretrizes Curriculares de Arte para a Educação Básica
. Departamento deEducação Básica. Curitiba, 2008.PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação do. Departamento de Ensino Médio.
LDP: Livro Didático Público de Arte
. Curitiba:SEED-PR, 2006.

Activity (71)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Edw Tyler liked this
pretalili liked this
Mara Soares liked this
Ronnie Montanha liked this
Rodrigo Amaral added this note
otimo material

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->