Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
44Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Português - Gramática Eletrônica 11 Regência

Português - Gramática Eletrônica 11 Regência

Ratings:

3.67

(3)
|Views: 29,982|Likes:
Published by Redacaoy

More info:

Published by: Redacaoy on May 16, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/12/2013

pdf

text

original

 
 
Gramática Eletrônica
Lição
 
Regência
Regência Verbal
 
 “Regência é a propriedade de ter uma palavra, sob sua dependência, outraou outras que lhe completem o sentido.” 
A Regência Verbal trata da relação de dependência entre os verbos e ostermos que os complementam (objetos diretos e objetos indiretos) oucaracterizam (adjuntos adverbiais).Observe a oração:
 
O gerente referiu-se o relatório anterior.
Falta a essa oração um elemento de ligação (preposição
a
) entre overbo
referir
e
seu complemento.Atenção
O estudo da regência nos permite conhecer como é feita a relação entre o
 
verbo regente e o complemento ou adjunto adverbial regido; chega-se,
 
então, ao conhecimento do uso da preposição adequada segundo o padrãoculto da língua.A oração correta é:
 
O gerente referiu-se
ao relatório 
anterior.
 
 termo regente termo regidoObserve a diferença de regência nas orações:
 
Chegarei em Fortaleza amanhã.
 
Chegarei a Fortaleza amanhã.
A primeira oração – Chegarei
em
Fortaleza – mostra a regência coloquial doverbo chegar; a segunda – Chegarei
a
Fortaleza – caracteriza a regênciaculta.Para compreendermos melhor a regência verbal, convém relembrarmosa forma como os verbos se comportam na oração.1
11
 
 
Gramática Eletrônica
Há verbos que:a)
 
precisam de complemento não-preposicionado;b)
 
precisam de complemento preposicionado;c)
 
não precisam de complemento, mas são normalmente acompanhadosde adjuntos adverbiais.
a)
 
Verbos com complemento não-preposicionado
Esses verbos são denominados transitivos diretos. São complementadospor objetos diretos.Uma forma segura de identificação é verificar se o verbo admite vozpassiva. Se isso ocorrer, o verbo é transitivo direto.
 
O gerente comunicou a notícia.
(voz ativa)
 
A notícia foi comunicada pelo gerente.
(voz passiva)
Atenção
 Chamamos sua atenção para algumas alterações de ordem fonética,
 
que ocorrem quando os pronomes oblíquos
o, os, a, as
– que atuam
 
como objeto direto – são colocados após o verbo.
 
Se a forma verbal está terminada em:
 
r,
 
s
ou
z,
essas consoantes desaparecem e o pronome recebeum
l
(lo, los, la, las):
 
 
informar + as = informá-las
 
quisemos + o = quisemo-lo
 
 
fiz + o = fi-lo
 
õe
,
ão
ou
m
, acrescenta-se
n
ao pronome:
 
põe + a = põe-na
 
dão + o = dão-no
 
amam + as = amam-nasOs verbos transitivos diretos só devem ser acompanhados do pronome
 
lhe
ou
lhes
quando esse pronome tiver a função de adjunto
 
adnominal.-
Faço-lhe a vontade.
 sua = adjunto adnominal2
b)
 
Verbos com complemento preposicionado
Denominam-se verbos
transitivos indiretos
. São complementados porobjetos indiretos.
 
 
Gramática Eletrônica
 
Todos precisam de amor.
 Os verbos
transitivos indiretos
não admitem a
voz passiva
, excetoos verbos
obedecer
,
desobedecer
e
responder
, que podem aparecer navoz passiva analítica.
 
Devemos obedecer
às leis da natureza.
(
objeto indireto)
 
 
As leis da natureza
devem ser obedecidas.
(voz passiva)
 
 
Não desobedeça
aos ditames da consciência.
 
(objeto indireto)
 
 
Os ditames da consciência não
devem ser desobedecidos
.(
voz passiva)
 
Responderam
ao questionário corretamente.
 
(objeto indireto)
 
O questionário
foi respondido
corretamente.
(voz passiva
)
c)
 
Verbos que não precisam de complemento, mas podem estaracompanhados de adjuntos adverbiais.
São os verbos denominados
intransitivos.
No estudo da Regência Verbal, encontramos verbos que podemassumir diversas significações conforme a mudança ou a retirada de umapreposição.Recomendamos, nesse estudo, o uso de um dicionário que mostrea(s) regência(s) de cada verbo.Relacionamos, a seguir, alguns verbos que costumam apresentar certadificuldade porque possuem mais de uma regência. Muitos deles,conseqüentemente, assumem diversos sentidos.3
Atenção
Devemos estar atentos à preposição que inicia o adjunto adverbial,pois essa preposição deve ser adequada à circunstância com a qual overbo se relaciona (lugar, meio, tempo, etc.)
 
 
Chegamos
Goiânia,
d
avião,
e
julho.
 
de lugar –
a Goiânia –
preposição
a
;
 
de meio –
de avião
–preposição
de
;
 
de tempo –
em julho
– preposição
em.
 

Activity (44)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Carlos Israel liked this
Vinicius Veloso liked this
flake03 liked this
xenasilva liked this
Nilma Carvalho liked this
Luanna Lopes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->