Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
49Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
APOSTILA DE LITERATURA INFANTIL II

APOSTILA DE LITERATURA INFANTIL II

Ratings:

5.0

(5)
|Views: 10,786 |Likes:
Published by Fleur du Monde

More info:

Published by: Fleur du Monde on May 16, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/20/2013

pdf

text

original

 
APOSTILA II
LiteraturaLiteratura infantilinfantil
A VOZ DA CRIANÇA
Maria José PaloMaria Rosa D. Oliveira
APOSTILA DO CURSO ABBÉS
UM ABSURDO DE BOM!
 
Sumário
1.
A
literatura e o literário infantil
5
O ser "infantil" da literatura 5A literatura infantil 9A função utilitário-pedagógica
132.
"... E
de que serve um livro sem figuras nem diálogos?"15
Figuras diálogos c função pedagógica 15Figuras diálogos e função estética17Três espécies de figuras
19
3. A personagem e seu duplo — a criança
21
A estrutura da personagem-padrão 21A transformação do estatuto da personagem na literatura infantil
 
22
A personagem caracterizada pela esfera de ação 22Inversões nas funções tradicionais da personagem 25O universo da consciência e a personagem 34Da verossimilhança ao texto
 
37
4. Discursos e vozes narrativas
43
O processo comunicativo 43A oralidade como padrão narrativo 44Modos de incorporação do padrão de oralidade
45
O léxico oral na sintaxe da escrita 45Jogos sonoros, visuais e a prontidão para o desempenho orale escrito 48O narrador e a escritura da fala 51O riso e o universo do avesso 55 No limite da narrativa, a poesia 62Leitura e oralidade
 
66
5. Cosmovagar. Revendo o rio. A literatura infantilem videotexto
69
6. Vocabulário crítico
72
7. Bibliografia comentada
76
 
1 A literatura e o literário infantil _____________________________ 
O ser "infantil" da literatura
O tema
literatura infantil 
leva-nos de imediato à reflexão acerca doque seja esse "infantil" como qualificativo especificador de determinadaespécie dentro de uma categoria mais ampla e geral do fenômeno literário.Falar à criança, no Ocidente, pelo menos, é dirigir-se não a umaclasse, já que não detém poder algum, mas a uma minoria que, comooutras, não tem direito a voz, não dita seus valores, mas, ao contrário, deveser conduzida pelos valores daqueles que têm autoridade para tal: osadultos. São esses que possuem saber e experiência suficientes para que asociedade lhes outorgue a função de condutores daqueles seres que nadasabem e, por isso, devem ser-lhes submissos: as crianças.Estabelece-se, assim, de forma inquestionável e extremamentenatural, um nculo entre dominador e dominado, que, na verdade,reproduz, o modelo capitalista de organização social.Corroborando esse quadro, vem a própria Psicologia daAprendizagem, que, ao evidenciar as fases para a [
6]
completamaturação das estruturas de pensamento e de todo o conjunto biopsíquicoda criança, acaba por colaborar com a visão de "natural" domínio do adulto,na medida em que o pensamento infantil ainda o esapto parainfencias, abstratas e generalizadoras, de uma mente logicamentecontrolada. É justamente essa carência da lógica racional, esteio para asestruturas do pensamento ocidental, que faz da criança um ser dependente para a nossa cultura.Convém salientar, ainda, que a essa não-competência para a esferaanalítico-conceitual acrescenta-se uma outra: a do domínio do códigoverbal assentado na capacidade de simbolização para a qual o pensamentoinfantil ainda não tem a competência suficiente, já que lhe falta a posse dasconvenções e das regras gerais que lhe dão acesso à significação global. No entanto, a ausência da abstração é compensada pela presença da

Activity (49)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Karli Bc liked this
mcenedezy liked this
janebrito liked this
Solange Freitas liked this
Cassia Aparecida liked this
gianeescola liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->