Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Pregação - Brasília Precisa de Homens Como Daniel - Dn 6 1-28

Pregação - Brasília Precisa de Homens Como Daniel - Dn 6 1-28

Ratings: (0)|Views: 2,139 |Likes:
Published by Daniel Deusdete
Brasília está precisando de homens de Deus comprometidos com o Reino de Deus e sua Justiça como foi o ancião Daniel que na época estava com seus 85 anos
Brasília está precisando de homens de Deus comprometidos com o Reino de Deus e sua Justiça como foi o ancião Daniel que na época estava com seus 85 anos

More info:

Published by: Daniel Deusdete on Apr 22, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/03/2012

pdf

text

original

 
 
http://www.jamaisdesista.com.br 
“...eis que estou convosco todos os dias... “(Mt 28:20)
"
... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ...
"
(Fp 3:13,14).
Autor:
Crerparaver@gmail.com
(
não se esqueça de citar as fontes
)
1/5
Visite:http://www.jamaisdesista.com.br(JAMAIS DESISTA!)http://www.scribd.com/crerparaver(SCRIBD)
PREGAÇÃO NA PRIMEIRONAPRIMEIRA IGREJA PRESBITERIANA DE TAGUATINGAPastor:
Rev. Sabino Cordeiro Dourado
Endereço
: Sandu Norte – Taguatinga Norte
TEMA: Brasília Precisa de Homens Como Daniel - Dn 6: 1-28
LB: Daniel 6
1E pareceu bem a Dario constituir sobre o reino cento e vinte príncipes, que estivessem sobre todoo reino;2E sobre eles três presidentes, dos quais Daniel era um, aos quais estes príncipes dessem conta,para que o rei não sofresse dano.3Então o mesmo Daniel sobrepujou a estes presidentes e príncipes; porque nele havia um espíritoexcelente; e o rei pensava constituí-lo sobre todo o reino.4Então os presidentes e os príncipes procuravam achar ocasião contra Daniel a respeito do reino;mas não podiam achar ocasião ou culpa alguma; porque ele era fiel, e não se achava nelenenhum erro nem culpa.5Então estes homens disseram: Nunca acharemos ocasião alguma contra este Daniel, se não aacharmos contra ele na lei do seu Deus.6Então estes presidentes e príncipes foram juntos ao rei, e disseram-lhe assim: O rei Dario, vivepara sempre!7Todos os presidentes do reino, os capitães e príncipes, conselheiros e governadores, concordaramem promulgar um edito real e confirmar a proibição que qualquer que, por espaço de trinta dias,fizer uma petição a qualquer deus, ou a qualquer homem, e não a ti, ó rei, seja lançado na covados leões.8Agora, pois, ó rei, confirma a proibição, e assina o edito, para que não seja mudado, conforme alei dos medos e dos persas, que não se pode revogar.9 Por esta razão o rei Dario assinou o edito e a proibição.10Daniel, pois, quando soube que o edito estava assinado, entrou em sua casa (ora havia no seuquarto janelas abertas do lado de Jerusalém), e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, edava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer.11 Então aqueles homens foram juntos, e acharam a Daniel orando e suplicando diante do seu Deus.12Então se apresentaram ao rei e, a respeito do edito real, disseram-lhe: Porventura não assinasteo edito, pelo qual todo o homem que fizesse uma petição a qualquer deus, ou a qualquer homem,por espaço de trinta dias, e não a ti, ó rei, fosse lançado na cova dos leões? Respondeu o rei,dizendo: Esta palavra é certa, conforme a lei dos medos e dos persas, que não se pode revogar.13Então responderam ao rei, dizendo-lhe: Daniel, que é dos filhos dos cativos de Judá, não tem feitocaso de ti, ó rei, nem do edito que assinaste, antes três vezes por dia faz a sua oração.14Ouvindo então o rei essas palavras, ficou muito penalizado, e a favor de Daniel propôs dentro doseu coração livrá-lo; e até ao pôr do sol trabalhou para salvá-lo.15Então aqueles homens foram juntos ao rei, e disseram-lhe: Sabe, ó rei, que é lei dos medos e dospersas que nenhum edito ou decreto, que o rei estabeleça, se pode mudar.16Então o rei ordenou que trouxessem a Daniel, e lançaram-no na cova dos leões. E, falando o rei,disse a Daniel: O teu Deus, a quem tu continuamente serves, ele te livrará.17E foi trazida uma pedra e posta sobre a boca da cova; e o rei a selou com o seu anel e com o aneldos seus senhores, para que não se mudasse a sentença acerca de Daniel.18 Então o rei se dirigiu para o seu palácio, e passou a noite em jejum, e não deixou trazer à sua
 
 
http://www.jamaisdesista.com.br 
“...eis que estou convosco todos os dias... “(Mt 28:20)
"
... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ...
"
(Fp 3:13,14).
Autor:
Crerparaver@gmail.com
(
não se esqueça de citar as fontes
)
2/5
Visite:http://www.jamaisdesista.com.br(JAMAIS DESISTA!)http://www.scribd.com/crerparaver(SCRIBD)
presença instrumentos de música; e fugiu dele o sono.19 Pela manhã, ao romper do dia, levantou-se o rei, e foi com pressa à cova dos leões.20E, chegando-se à cova, chamou por Daniel com voz triste; e disse o rei a Daniel: Daniel, servo doDeus vivo, dar-se-ia o caso que o teu Deus, a quem tu continuamente serves, tenha podido livrar-te dos leões?21 Então Daniel falou ao rei: O rei, vive para sempre!22O meu Deus enviou o seu anjo, e fechou a boca dos leões, para que não me fizessem dano,porque foi achada em mim inocência diante dele; e também contra ti, ó rei, não tenho cometidodelito algum.23Então o rei muito se alegrou em si mesmo, e mandou tirar a Daniel da cova. Assim foi tiradoDaniel da cova, e nenhum dano se achou nele, porque crera no seu Deus.24E ordenou o rei, e foram trazidos aqueles homens que tinham acusado a Daniel, e foram lançadosna cova dos leões, eles, seus filhos e suas mulheres; e ainda não tinham chegado ao fundo dacova quando os leões se apoderaram deles, e lhes esmigalharam todos os ossos.25Então o rei Dario escreveu a todos os povos, nações e línguas que moram em toda a terra: A pazvos seja multiplicada.26Da minha parte é feito um decreto, pelo qual em todo o domínio do meu reino os homens tremame temam perante o Deus de Daniel; porque ele é o Deus vivo e que permanece para sempre, e oseu reino não se pode destruir, e o seu domínio durará até o fim.27Ele salva, livra, e opera sinais e maravilhas no céu e na terra; ele salvou e livrou Daniel do poderdos leões.28 Este Daniel, pois, prosperou no reinado de Dario, e no reinado de Ciro, o persa.
Introdução:
Meus caros irmãos estamos diante de um grande desafio. Estou aqui pela graça de Deus, comoinstrumento de Deus, para ministrar uma palavra de Deus (assim eu creio) para o povo de Deus emapenas 15 minutos, pois somente a leitura deste capítulo inteirinho consumiu uns 6m.Não se preocupem, Deus já está falando aos nossos corações e a sua vida doravante já não serámais a mesma, em o Nome de Jesus. Dentro do tempo que temos muita coisa irá acontecer e onome de Deus ao final será tremedamente glorificado. Você crê?Oremos: Pai, em nome de teu filho amado Jesus Cristo, ....
Contextualização e explicação da história de Daniel na cova dos leões
Há muitos fatos e aspectos interessantes a serem explorados neste evento, principalmente osrelacionados à história, à cultura, à religião e outros detalhes, mas não temos tempo para isso,portanto serei bem objetivo e preciso.Para princípio de conversa, Daniel era um jovem de alta estirpe, um nobre (RS). Foi levado jovem aocativeiro e lá viveu até ao final de sua vida. uma vida inteirinha no cativeiro! Aqui neste contexto,Daniel está já com seus 85 anos de idade, mas como se percebe ainda muitíssimo produtivo.Dario, que tanto pode ser um nome como um título, segundo os Persas, que significa “senhor” e “rei” estava aqui neste contexto com aproximadamente uns 62 anos de idade e tem um grande desafio.Quem de fato conquistou a Babilônia foi Ciro que nesta época tinha uns 25 anos, mas o primeiro reidos Medos e Persas foi Dario. A profecia do próprio Daniel vai se cumprindo, pois o metal nobre, o
 
 
http://www.jamaisdesista.com.br 
“...eis que estou convosco todos os dias... “(Mt 28:20)
"
... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ...
"
(Fp 3:13,14).
Autor:
Crerparaver@gmail.com
(
não se esqueça de citar as fontes
)
3/5
Visite:http://www.jamaisdesista.com.br(JAMAIS DESISTA!)http://www.scribd.com/crerparaver(SCRIBD)
ouro, vai dando lugar ao metal mais inferior, a prata, que simboliza o peito e os braços da estátua dosonho de Nabucodonossor, que Daniel interpretou seu sonho.Ele quer administrar e evitar dano, ou seja, fuga de capitais relacionadas à perda de impostos eassim divide seu reino e estabelece tarefas. Ele, Dario, o rei, mais 3 presidentes e mais 120 príncipestêm a missão de administrarem o reino. Os 120 príncipes deveriam prestar contas aos presidentes eestes ao rei Dario.Daniel, diz a palavra de Deus, com seu espírito excelente, se destaca sobre os demais, sobre todos,sobre os presidentes e sobre os príncipes. Com certeza deve ter sido um destaque fora de sério aponto do rei Dario querer constituí-lo como uma espécie de primeiro-ministro que estariasubordinado somente ao rei e todos as outras autoridades a ele deveriam prestarem contas.A inveja tomou conta de todos os presidentes e dos príncipes e juntos buscaram de todas as formasencontrarem falhas em sua administração, mas não conseguiram (reparem que assim tambémtentaram com o Senhor Jesus e nada foi achado).O que fazer então? Traçaram um plano fantástico e triunfal e não haveria como Daniel escapar. Oplano era perfeito e bem executado, Daniel jamais conseguiria sair dessa. O cerco foi armado e oplano executado com sucesso total (reparem que também armaram um plano contra Jesus e na horaacharam um motivo para crucificá-lo).Entregaram a Daniel para o rei o acusando de terem trasngredido uma lei criada especificamentepara aprisionarem e executarem o ancião Daniel.O rei gostava muito de Daniel e se esforçou para livrá-lo, mas como foi bem armado e executadonão houve saída: foi executado! Colocaram-no na cova dos leões e fecharam a boca da cova dosleões com uma enorme pedra. Selaram a pedra com o selo real e o inferno todo foi comemorar aderrota de Daniel e o triunfo do plano malígno que urdiram (não foi semelhantemente o mesmo queaconteceu com Jesus quando com a morte de Jesus todo o inferno passou a festejar imaginado quetinham conquistado uma grande vitória contra Deus?).O rei ficou tão triste com a execução de Daniel que passou a noite em claro, em jejum e sem ascostumeiras festas que eram feitas para o rei. Ao amanhecer o rei foi correndo à cova dos leões naesperança de que Deus tivesse ouvido e poupado a Daniel.Clamou por ele, Daniel, falando de Deus e de lá de dentro a voz de Daniel é ouvida:21 Então Daniel falou ao rei: O rei, vive para sempre!22O meu Deus enviou o seu anjo, e fechou a boca dos leões, para que não me fizessem dano,porque foi achada em mim inocência diante dele; e também contra ti, ó rei, não tenho cometidodelito algum.Diz a palavra de Deus que o rei se alegrou tanto, mas na mesma hora mandou executar os queintentaram contra Daniel e os leões devoraram todos eles. Deve ter sido uma cena terrível.25Então o rei Dario escreveu a todos os povos, nações e línguas que moram em toda a terra: A pazvos seja multiplicada.26 Da minha parte é feito um decreto, pelo qual em todo o domínio do meu reino os homens tremam

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Daniel Deusdete liked this
Pedro Lucas liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->