Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
96Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O Estatuto Da Cidade Comentado

O Estatuto Da Cidade Comentado

Ratings: (0)|Views: 14,377|Likes:
Published by forumdesenv
Versão PDF da publicação "O Estatuto da Cidade Comentado", do Ministério das Cidades.
Versão PDF da publicação "O Estatuto da Cidade Comentado", do Ministério das Cidades.

More info:

Categories:Types, Brochures
Published by: forumdesenv on Apr 26, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

01/13/2014

pdf

text

original

 
O Estatuto da CidadeComentado
PULICCOMPLETA FINALport.indd 13/11/10 12:46:59 PM
 
Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) E79 O Estatuto da Cidade : comentado = The City Statute o Brazil : a commentary / organizadores Celso Santos Carvalho, Anaclaudia Rossbach. – São Paulo :Ministério das Cidades : Aliança das Cidades, 2010.120 p. : il.Textos paralelos em português e inglês.1. Crescimento urbano - Brasil - Legislação. 2. Segregação urbana. 3. Exclusão social.4. Movimentos sociais. 5. Habitação. 6. Saneamento. 7. Mobilidade residencial. 8.Sociologia urbana. I. Carvalho, Celso Santos. II. Rossbach, Anaclaudia.CDU 711.4(81)316.334.56(81)CDD 711.40981307.760981
PULICCOMPLETA FINALport.indd 23/11/10 12:46:59 PM
 
Apresentação
Com seu processo de urbanização virtualmente concluído, muitas cidades latino-americanastêm respondido cada vez mais ao desao de superar o legado de décadas de exclusão social.No Brasil, anos de pressão dos movimentos sociais colocaram a questão do acesso à terra urbanae a igualdade social no topo da lista das agendas política e de desenvolvimento. Conrontado comas dierenças sociais criadas por uma das sociedades mais desiguais do mundo, a resposta doBrasil oi a de mudar a Constituição a m de promover uma reorma undamental de longo prazona dinâmica urbana. Como consequência, as estruturas undamentais dessa nova ordem jurídico-urbanística oram abrigadas na Constituição Federal de 1988 e na Lei 10.257 de 2001, conhecidacomo o Estatuto da Cidade.Entre os desaos encarados pelo governo está o de trabalhar para reverter uma característicamarcante das suas cidades e comum em outras tantas cidades do mundo: a segregaçãosocioespacial. Bairros abastados que dispõem de áreas de lazer, equipamentos urbanos modernoscoexistem com imensos bairros periéricos e avelas marcadas pela precariedade ou total ausênciade inraestrutura, irregularidade undiária, riscos de inundações e escorregamentos de encostas,vulnerabilidade das edicações e degradação de áreas de interesse ambiental.Durante muitos anos, somente as partes das cidades brasileiras que atraíam a atenção dosplanejadores oram beneciadas pelos serviços públicos e tiveram uma participação desproporcionaldos orçamentos locais.O governo brasileiro sinalizou suas intenções de mudança deste quadro com a criação doMinistério das Cidades, em 2003. O novo Ministério recebeu a incumbência de apoiar estados emunicípios na consolidação de novo modelo de desenvolvimento urbano que engloba habitação,saneamento e mobilidade urbana, por meio da Secretaria Nacional de Programas Urbanos, cujaprincipal tarea é apoiar a implementação do Estatuto das Cidades.Também oi em 2003 que o Ministério das Cidades liderou o processo para que o Brasil setornasse o primeiro país em desenvolvimento a se unir à Aliança de Cidades. A presente publicação,preparada em conjunto pelo Ministério das Cidades e pela Aliança de Cidades, é a primeira tentativade prestar contas das experiências e conceitos que orientam o esorço brasileiro para superaçãoda desigualdade urbana. A peça central desses esorços é o Estatuto da Cidade, um instrumentojurídico único e inovador, concebido pelo amplo movimento de reorma urbana no país.Esperamos que esta publicação contribua de orma positiva ao debate, extremamente necessário,ocado na construção de cidades equilibradas, justas e saudáveis para todos.
Marcio Fortes
MinistroMinistério das Cidades
Billy Cobbett
DiretorAliança das Cidades
PULICCOMPLETA FINALport.indd 33/11/10 12:46:59 PM

Activity (96)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Aline Oliveira liked this
Julio Teroni liked this
Nuno Almeida liked this
ana_miranda_9 liked this
Mariana Favretto liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->