Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
91Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Teoria da Motivaçãode Maslow

Teoria da Motivaçãode Maslow

Ratings: (0)|Views: 10,667 |Likes:

More info:

Published by: Rondinelle Almeida Oliveira on Apr 26, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/17/2013

pdf

text

original

 
40
O CONCEITO DE MOTIVAÇÃO NA TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS
O CONCEITO DE MOTIVAÇÃO NAO CONCEITO DE MOTIVAÇÃO NAO CONCEITO DE MOTIVAÇÃO NAO CONCEITO DE MOTIVAÇÃO NAO CONCEITO DE MOTIVAÇÃO NATEORIA DAS RELAÇÕES HUMANASTEORIA DAS RELAÇÕES HUMANASTEORIA DAS RELAÇÕES HUMANASTEORIA DAS RELAÇÕES HUMANASTEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS
ResumoResumoResumoResumoResumo
: Este trabalho propõe-se a discutir o papel da mo- tivação diante de um novo contexto que envolve as relaçõeshumanas no estudo da Administração. Dentre outros, pode-se destacar o objetivo de delinear a influência da motivaçãohumana dentro da Administração, bem como a complexi-dade de seu estudo, sua repercussão sobre as atitudesdas pessoas e sobre os resultados para a empresa. Sãoapresentados conceitos, discutidas relações existentes entremotivação e comportamento/desempenho das pessoas,quais motivos e/ou necessidades que podem causar efeitomotivador, e, por fim, disserta-se brevemente sobre algunsaspectos das teorias motivacionais desenvolvidas ao longodo tempo.
Palavras-chave:
Motivação. Relações Humanas. Compor- tamento. Desempenho.
THE CONCEPT OF MOTIVATION IN THE THEORY OF THERELATIONS HUMAN BEINGSAbstract 
:This work considers it to ahead argue the paperof the motivation of a new context that involves the relationshuman beings in the study of the Administration. Amongstothers, it can be detached then, the objective to insidedelineate the influence of the motivation human being of the Administration, as well as the complexity of its study,its repercussion on the attitudes of the people and theresults for the company. Concepts, argued are presentedexisting relations between motivation and behavior/performance of the people, which reasons and/ornecessities that can cause motivation effect, and, finally,disserta briefly on some aspects of the developedmotivationals theories throughout the time.
Keyword
: Motivation. Human relations. Behavior. Performance.
Ana Paula Tadin
*
José Alceu E. Rodrigues
*
Paulo Dalsoquio
*
Zenaide R. Guabiraba
*
Isabella Tamine Parra Miranda
***
Acadêmicos de Graduação emAdministração - Faculdade Maringá
**
Professora da Disciplina de Gati(Gestão de Atividades Interdisciplina-res) - Faculdade Maringá. e-mail:isamiranda@faculdadesmaringa.br
 
Maringa Management:Revista de Ciências Empresariais, v. 2, n.1, p. 40-47, jan./jun. 2005
41
INTRODUÇÃO
Com o advento da Teoria das Relações Huma-nas uma nova linguagem passa a dominar orepertório administrativo: fala-se agora emmotivação, liderança, comunicação, organiza-ção informal, dinâmica de grupo etc
.
[...] Aênfase nas tarefas e na estrutura é substituí-da pela ênfase nas pessoas. Com a Teoriadas Relações Humanas surge uma nova con-cepção sobre a natureza do homem, o ho-mem social (CHIAVENATO, 1999, p. 157-158).
CONCEITO DE MOTIVAÇÃO
Antes de falar-se em motivação humana den- tro do contexto administrativo, faz-se neces-sário apresentar uma breve conceitualizaçãodo termo e algumas definições básicas queauxiliarão o estudo.É difícil definir exatamente o conceito de moti- vação, uma vez que este tem sido utilizadocom diferentes sentidos. De modo geral, mo- tivação
 
é tudo aquilo que impulsiona a pessoaa agir de determinada forma ou, pelo menos,que dá origem a uma propensão a um com-portamento específico, podendo este impulsoà ação ser provocado por um estímulo exter-no (provindo do ambiente) ou também sergerado internamentE nos processos mentaisdo indivíduo (CHIAVENATO, 1999).
MOTIVAÇÃO E COMPORTAMENTO
O comportamento das pessoas dentro da or-ganização é complexo, depende de
fatores
in- ternos (decorrentes de suas característicasde personalidade, como capacidade de apren-dizagem, de motivação, de percepção do am-biente externo e interno, de atitudes, de emo-ções, de valores etc.) e externos (decorren- tes do ambiente que envolve das característi-cas organizacionais, como sistemas de recom-pensas e punições, de fatores sociais, de po-líticas, de coesão grupal existente etc.).Conforme já citado anteriormente(CHIAVENATO, 1999), com a Teoria das Re-lações Humanas passou-se a estudar a influ-ência da motivação no comportamento daspessoas. Embora este seja apenas um dosfatores internos que influenciam o comporta-mento humano, a ele é dado tanta importân-cia porque a motivação atua, em geral, sobreas necessidades dos indivíduos, a fim de su-pri-las para atingir os objetivos, tanto pesso-ais como organizacionais (CHIAVENATO,1999).Essas necessidades humanas, tidas como for-ças ativas e impulsionadoras do comportamen- to, apresentam uma enorme imensidão. Issoporque as pessoas são diferentes entre si,possuem necessidades diferentes e estas,conseqüentemente, produzem padrões decomportamento que variam de indivíduo paraindivíduo.Apesar de todas essas diferenças enormes,em pesquisas realizadas acerca do compor- tamento humano, foi constatado que o pro-cesso que dinamiza o comportamento huma-no é mais ou menos semelhante para todasas pessoas.Baseando-se nos pressupostos de Chiavenato(1998, p. 76-77) podem ser definidas trêssuposições para explicar o comportamentohumano, das quais a análise nos é válida, poiselas estão intimamente relacionadas com oprocesso de motivação:
a)
O comportamento humano é causado, ouseja, existe uma causalidade do compor- tamento. Tanto a hereditariedade como o meioambiente influem decisivamente sobre o com-portamento das pessoas. O comportamentoé causado por estímulos internos ou externos.
 
42
O CONCEITO DE MOTIVAÇÃO NA TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS
b) O comportamento é motivado, ou seja, háuma finalidade em todo comportamento hu-mano. O comportamento não é causal, nemaleatório, mas sempre orientado e dirigido paraalgum objetivo.c) O comportamento humano é orientado paraobjetivos pessoais. Subjacente a todo compor- tamento existe sempre um impulso, um dese- jo, uma necessidade, uma tendência, expres-sões que servem para designar os motivos docomportamento.
MOTIVAÇÃO E DESEMPENHO
Sendo o comportamento humano fundamen- talmente orientado por objetivos, sejam elesconhecidos ou inconscientes, fica evidente aimportância de se associar atitudesmotivacionais a esses objetivos.Esses fatores motivacionais vão influirdiretamente no comportamento do indivíduoe, conseqüentemente, no seu desempenhodentro da organização. Essa última afir-ma-ção justifica a importância de uma breve dis-sertação sobre a relação entre a motivação eo desempenho, assim como sobre os aspec- tos a estes relacionados.Na verdade, tratam-se de três itens – motiva-ção, comportamento e desempenho – que seapresentam estreitamente ligados. O desem-penho é uma manifestação do comportamen- to humano nas organizações, podendo assim também ser motivado pelo próprio indivíduo(motivos internos) ou pela situação ou ambi-ente em que ele se encontra (motivos exter-nos) (MAXIMIANO, 1995, p. 318).
Motivos internos
São as necessidades, aptidões, interesses ehabilidades do indivíduo, que o fazem capazde realizar certas tarefas e não outras; que ofazem sentir-se atraído por certas coisas eevitar outras; o que o fazem valorizar certoscomportamentos e menosprezar outros. Po-dem ser definidos ainda como os impulsosinteriores, de natureza fisiológica e psicológi-ca, afetados por fatores sociológicos: neces-sidades, frustração, aptidão, habilidades, ati- tudes e interesses.
Motivos externos
São os estímulos ou incentivos que o ambienteoferece ou objetivos que a pessoa persegueporque satisfazem a uma necessidade, despertamum sentimento de interesse porque representama recompensa a ser alcançada.Os motivos externos podem ser divididos emduas categorias principais – o trabalho e ascondições de trabalho – segundo uma classifica-ção feita numa teoria proposta por Frederick Herzberg, que exerceu grande influência nosestudos sobre a motivação (MAXIMIANO,1995, p. 318 e 326).
 AS NECESSIDADES HUMANAS BÁSICAS
A compreensão da motivação do comportamen- to exige o conhecimento das necessidades hu-manas, por se tratar de um dos motivos inter-nos mais importantes que orientam o compor- tamento e o desempenho do indivíduo.Em pesquisas realizadas por diversos autores,estudiosos da motivação humana, constatou-se que existem certas necessidades humanasfundamentais e também algumas cujas cau-sas escapam ao próprio entendimento do ho-mem. Essas causas se chamam necessida-des ou motivos e são forças conscientes ouinconscientes que levam o indivíduo a apre-sentar um determinado comportamento. As-sim, conforme dito anteriormente, a motiva-ção se refere ao comportamento, que é cau-sado por necessidades de dentro do indivíduo

Activity (91)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
aquinolarissa liked this
Even Fabíola liked this
Alda Pinheiro liked this
Rodolpho Marques liked this
Por nada amigo, fico feliz por poder ajudar a diseminar o conhecimento humano. Se precisar de algo é só falar,
Zacarias Mutemba added this note
Muito obrigado o apontamento me ajudou miuto na minha investigacao.
joaocl liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->