Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
205Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Contabilidade - Lucro Real Trimestral

Contabilidade - Lucro Real Trimestral

Ratings:

5.0

(3)
|Views: 34,473 |Likes:
Published by Debiticia

More info:

Published by: Debiticia on May 23, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/06/2013

pdf

text

original

 
 
Lucro Real TrimestralXLucro Real Anual
 JANEIRO/ 05 
 
 2
ÍNDICECAPÍTULO
1 - Introdução 32 - Conceitos 4
 
2.1 Lucro Contábil ou Lucro Líquido 4
 
2.2 Lucro Fiscal ou Lucro Real 52.2.1 Adições 5
 
2.2.2 Exclusões 62.2.3 Compensações 72.2.4 Deduções 72.3 Lucro Estimado 9
 
2.3.1 Receita Bruta 92.3.2 Acréscimos 102.3.3 Exclusões 103 - Enquadramento dos Contribuintes 103.1 Pessoas Jurídicas Obrigadas à Tributação com Baseo Lucro Real 103.2 Demais Empresas Optantes pelo Lucro Real 114 - Formas de Apuração 114.1 Lucro Real Trimestral 114.2 Lucro Real Anual 134.2.1 Redução e Suspensão 145 - Planejamento Tributário 156 - Principais Vantagens e Desvantagens da Apuração doLucro Real Anual X Lucro Real Trimestral 16
 
7 - Exemplos Práticos 178 - Bibliografia 61
 
 3
1 - Introdução
 No âmbito Federal existem quatro tipos de enquadramentos de empresas: Simples,Lucro Presumido, Lucro Real e Arbitrado.A presente apostila abordará Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) eContribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) para as pessoas jurídicas tributadas peloLucro Real.As pessoas jurídicas tributadas pelo Lucro Real poderão determinar o lucro com base em balanço anual levantado no dia 31 de dezembro ou mediante levantamento de balanços trimestrais na forma da lei n.º 9.430/96. As pessoas jurídicas que não seenquadram como Microempresa ou Empresa de Pequeno Porte, que não atenderem ascondições e aos limites exigidos para optarem pelo Lucro Presumido, não forem tributadas pelo Lucro Arbitrado, terá que, obrigatoriamente, ser tributadas pelo Lucro Real. Para asdemais pessoas jurídicas, a tributação pelo Lucro Real é uma opção.As pessoas jurídicas tributadas com base no Lucro Real Trimestral, tem como período base o término de cada trimestre, recolhe de forma definitiva, ou seja, sobre olucro líquido do trimestre, que é apurado na Demonstração do Resultado do Exercício(DRE), ajustado pelas adições, exclusões e compensações permitidas pela LegislaçãoFederal. No Lucro Real Trimestral, (o lucro do trimestre anterior não pode ser compensadocom prejuízo fiscal de trimestres seguintes, ainda que dentro do mesmo ano calendário)esta parte eu achei que ficou sem sentido, pois uma vez apurado lucro o contribuinte teráque pagar os impostos correspondentes, porque a apuração trimestral é definitiva a cadatrimestre. O prejuízo fiscal de um trimestre só poderá reduzir até o limite de 30 % o LucroReal dos trimestres seguintes. O Imposto de Renda e a Contribuição Social a pagar,apurados em cada trimestre, poderão ser pagos em cota única no mês seguinte aoencerramento do trimestre .A forma de apuração será evidenciada mediante o pagamento dos impostos após otérmino do 1º trimestre ou início de atividade, conforme código específico no Documentode Arrecadação da Receita Federal (DARF) .As pessoas jurídicas que optarem pela apuração do Lucro Real Anual, terão que pagar mensalmente, o Imposto de Renda e a Contribuição Social sobre o lucro, calculados por estimativa.A base de cálculo do Imposto de Renda a ser pago mensalmente é o resultado dosomatório de um percentual aplicado sobre a receita bruta do mês, acrescido de ganhos decapital, demais receitas e resultados positivos, excetuados os rendimentos ou ganhostributados como de aplicações financeiras. Os percentuais aplicáveis sobre a receita brutavariam, dependendo do ramo de atividade da pessoa jurídica e constam no art.15 da lein.º 9.249/95.O pagamento do IRPJ e CSLL estimado, será pago até o último dia útil do mêssubsequente aquele a que se referir, podendo suspender ou reduzir o pagamento do impostodevido no mês, desde que demonstre, através de balanços ou balancetes mensais, que ovalor acumulado já pago excede o valor do imposto devido.A suspensão ou redução do pagamento é aplicável inclusive sobre o imposto de janeiro. Assim, se no mês de janeiro a empresa teve prejuízo fiscal, não há imposto a ser recolhido.A opção de pagamento mensal por estimativa, será evidenciada pelo pagamento doimposto correspondente ao mês de janeiro ou início de atividade, que deverá ter o códigodo Documento de Arrecadação da Receita Federal (DARF) específico para recolhimento.

Activity (205)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Nilza Mello liked this
Sutana Maria liked this
Everton Fischer liked this
Antonio Quirino liked this
luinda liked this
Fernando Neiva liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->