Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
458Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
apostila de redação oficial e empresarial

apostila de redação oficial e empresarial

Ratings:

4.93

(46)
|Views: 56,165 |Likes:
Published by quein

More info:

Published by: quein on May 24, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/17/2013

pdf

text

original

 
REDAÇÃO OFICIAL E EMPRESARIAL
Professoras:Maria Lucilene da Silva
 
Maria Edna Porongaba
Cursos: Administração Geral (1º período)Administração Financeira (1º período)Administração em Marketing (1º período)Maceió2006
 
REDAÇÃO OFICIAL E COMERCIAL
CORRESPONDÊNCIA
Correspondência é o diálogo escrito entre emissor e receptor, que podem ser duas pessoas ouentidades. Este tipo de redação tem duas finalidades: levar algum tipo de conhecimento ao receptor econstituir um testemunho do acontecimento.
CORRESPONDÊNCIA OFICIAL
Em uma frase, pode-se dizer que redação oficial é a maneira pela qual o Poder Público redige atosnormativos e comunicações.A redação oficial deve caracterizar-se pela impessoalidade, uso do padrão culto de linguagem,clareza, concisão, formalidade e uniformidade. Fundamentalmente esses atributos decorrem da Constituição,que dispõe, no artigo 37: “
 A administração pública direta, indireta ou fundacional, de qualquer dos Poderesda União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade,impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência
(...)”. Sendo a publicidade e a impessoalidade princípios fundamentais de toda administração pública, claro está que devem igualmente nortear aelaboração dos atos e comunicações oficiais.
CORRESPONDÊNCIA COMERCIAL OU EMPRESARIAL
Correspondência comercial é o conjunto de preceitos orientadores da elaboração e circulação de papéis próprios às organizações empresariais, destinados a criar, manter ou encerrar transações.A carta é o instrumento usual de comunicação escrita no comércio, indústria, bancos e afins, entre asentidades, ou delas a fregueses ou clientes, uma vez que nela se concentram as observações, conselhos ecomentários.
QUADRO DE RECURSOS DOS DOCUMENTOS E CORRESPONDÊNCIAS
 DENOMINAÇÃOFINALIDADEALCANC
OfícioTratamento de assuntos oficiais pelosÓrgãos Públicos da AdministraçãoPública.Interno e externoMemorandoEncaminhamento de atos, propostas, pedidos, etc, afetos aos chefes dosPoderes Públicos.InternoCartaTratamento de assuntos diretamentea pessoas ou publicamente em jornais.Uma ou várias pessoas.AtaRegistro em que se relatam osassuntos de uma reunião, assembléiaou convenção.Externo e interno.Fax/TelexTransmissão de mensagens urgentesou quando há premência em se dar ciência de certos documentos.Externo e interno.RelatórioExposição circunstanciada sobreatividades em função do cargo queexerce.Superior hierárquico.
DISCIPLINA:
LÍNGUA PORTUGUESA
ALUNO(A)
:____________________________________________ 
 
QUALIDADES EXIGIDAS PELA CORRESPONDÊNCIA OFICIAL E EMPRESARIAL
-Vocaburio simples e formal;-clareza;-objetividade;-frases curtas;-gramática correta. 
PRONOMES DE TRATAMENTO: concordância e empregoConcordância com os Pronomes de Tratamento
Os pronomes de tratamento (ou de
 segunda pessoa indireta
) apresentam certas peculiaridades quantoà concordância verbal, nominal e pronominal. Embora se refiram à segunda pessoa gramatical (à pessoa comquem se fala, ou a quem se dirige a comunicação), levam a concordância para a
terceira pessoa
. É que overbo concorda com o substantivo que integra a locução como seu núcleo sintático: “Vossa
Senhoria
 
nomeará
o substituto”; “Vossa
 Excelência conhece
o assunto”.Da mesma forma, os pronomes possessivos referidos a pronomes de tratamento são sempre os daterceira pessoa: “Vossa
Senhoria
nomeará
 seu
substituto” (e não “
Vossa
...
vosso
...”).Já quanto aos adjetivos referidos a esses pronomes, o gênero gramatical deve coincidir com o sexoda pessoa a que se refere, e não com o substantivo que compõe a locução. Assim, se nosso interlocutor for homem, o correto é “
Vossa Excelência está atarefado
”,
Vossa Senhoria deve estar satisfeito
”; se for mulher, “
Vossa Excelência está atarefada”, “Vossa Senhoria deve estar satisfeita
”.
Emprego dos Pronomes de Tratamento
O emprego dos pronomes de tratamento obedece a secular tradição. São de uso consagrado:
Vossa Excelência
, para as seguintes autoridades:
a) do Poder Executivo;
Presidente da República;Vice-Presidente da República;Ministros de Estado
1
;Governadores e Vice-Governadores de Estado e do Distrito Federal;Oficiais-Generais das Forças Armadas;Embaixadores;Secretários-Executivos de Ministérios e demais ocupantes de cargos de natureza especial;Secretários de Estado dos Governos Estaduais;Prefeitos Municipais.
b) do Poder Legislativo:
Deputados Federais e Senadores;Ministro do Tribunal de Contas da União;Deputados Estaduais e Distritais;Conselheiros dos Tribunais de Contas Estaduais;Presidentes das Câmaras Legislativas Municipais.
c) do Poder Judiciário:
Ministros dos Tribunais Superiores;Membros de Tribunais;Juízes;
1
Nos termos do Decreto n
o
4.118, de 7 de fevereiro de 2002, art. 28, parágrafo único, são Ministros de Estado, além dos titulares dosMinistérios: o Chefe da Casa Civil da Presidência da República, o Chefe do Gabinete de Segurança Institucional, o Chefe daSecretaria-Geral da Presidência da República, o Advogado-Geral da União e o Chefe da Corregedoria-Geral da União.

Activity (458)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred thousand reads
James Angel liked this
Camila Solano liked this
Ivan Nascimento liked this
Andrea Barreto added this note
muito bom esse material.
Alexandre Gomes added this note
Legal!!!
flaviaglopes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->